30/12/2021 às 14h05min - Atualizada em 30/12/2021 às 14h05min

Itália - Costiera Amalfitana

Janeiro 2017

Ralf Matavelli - Arquiteto e Urbanista
ralfmatavelli@hotmail.com
Positano, uma das três mais famosas cidades da Costa
,
   Antes de chegar à Costa Amalfitana propriamente dita, ainda no golfo de Nápoles estão as cidades de Vico Equense e Sorrento, estrategicamente posicionadas nas encostas dos enormes desfiladeiros de pedras, formações características desta região da Província de Salerno. Para quem viaja de carro, vindo de Nápoles, este é o caminho mais bonito porque as estradas são rentes ou em cima dos desfiladeiros e proporcionam vistas belíssimas.
   Vico é uma cidadezinha, quase de passagem para a Costa, que merece cuidada atenção. Mantém, por ser pequena, um clima de interior típico italiano e parece cenário de cult movie. A vida passa sem pressa e passear na praça central faz parte do cotidiano de seus moradores.
   Sorrento é o oposto. Um grande balneário à moda antiga, com hotéis enormes e luxuosos, altamente preparada para o turismo. Destaque para os maravilhosos Grande Hotel Excelsior Vittoria, Bellevue Syrene e Parco dei Principi. Pura mordomia, lógico que com vista para o azul turquesa do Mediterrâneo.
   A Costa Amalfitana, ou “Costa Divina”, como também é conhecida, abrange 55 km de área litorânea no golfo de Salerno. É formada por 13 municípios e é Patrimônio Mundial da UNESCO.
   Positano, uma das três mais famosas cidades da Costa, tem pouco mais quatro mil habitantes em uma área de 8 km2. É famosa pela bebida típica, o Limoncello, feito à base de álcool, açúcar, água e o limão Siciliano típico desta região do mediterrâneo. A última novidade em drink´s na região é o Spritz Ciello, variação aprovadíssima do já clássico Aperol Spritz. O melhor lugar para um Spritz Ciello vendo o pôr do sol é o badalado Franco´s Bar, no terraço do Hotel Le Sirenuse. Entre os restaurantes imperdíveis estão o típico italiano Da Vicenzo e o contemporâneo Next 2, ambos inesquecíveis.
  Positano tem um centro comercial muito movimentado, com lojinhas de suvenires, cerâmicas e produtos diversos derivados do limão siciliano. No Centro Histórico vale uma visita à Igreja de Santa Maria Assunta, com a belíssima cúpula em cerâmica maiolica colorida e as ruínas de uma vila romana, recentemente descoberta embaixo da igreja
  Amalfi, cidade que dá nome à Costa, é considerada uma das mais antigas repúblicas marítimas. No Séc. X, os mercadores amalfitanos conquistaram o monopólio do comércio no mediterrâneo, que permaneceu válido por toda a Idade Média, somente perdendo importância para Nápoles no Séc. XVII.
   O Duomo de Amalfi, construído no Séc. IX, é o coração da cidade. Em estilo bizantino, domina a paisagem da praça central, do Duomo, onde ficam os bares e restaurantes pega-turistas. Saia correndo dali e vá para Ravello, cidade surpreendente, com paisagens deslumbrantes.
   No Duomo de Ravello estão as primeiras portas esculpidas em bronze de toda Itália que foram referência para Lorenzo Ghiberti, quando da execução das portas do paraíso do batistério de Florença. Destaque também para o púlpito de 1272 executado por Niccoló di Bartolomeu.
As Villas Cimbrone e Ruffolo são imperdíveis e também o Auditório Oscar Niemeyer, projetado pelo nosso arquiteto mor.
  Ravello, além de toda beleza natural, recebe desde 1953 um festival de música e dança que é referência internacional. O Festival de Ravello também é conhecido popularmente como festival de “Wagner”, em homenagem ao compositor clássico alemão Richard Wagner, que esteve na cidade em 1880 e se encantou com as belezas da cidade, principalmente dos jardins da Vila Rufolo. O festival então, dá ênfase à música de Wagner, mas cresceu muito nos últimos anos e hoje tem uma programação de quase dois meses com uma grande variedade de opções como dança, jazz, exibições de artes e fotografias.
  A Costa Amalfitana é um destes lugares deslumbrantes onde as fotografias, por mais belas, nunca conseguirão captar a amplitude da beleza natural da região. Somente a experiência real pode.
  Inesquecível, com gostinho de quero mais, muito mais!




*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp