24/11/2022 às 12h09min - Atualizada em 24/11/2022 às 12h09min

Estádios de futebol do Qatar: um espetáculo à parte

Parte 1

Por Marcelo Vasconcellos Camillo
Fotos: Reprodução Google
O Khalifa International Stadium será o nosso “cartão de visita” da Copa do Mundo
c 
O Qatar tem oito estádios da Copa do Mundo da FIFA 2022 espalhados pelo país - nenhum deles a mais de uma hora de distância um do outro.
Na crônica de hoje vou falar sobre quatro deles - as informações foram tiradas da internet, cujos links deixo no final do texto. Amanhã, finalizando, os outros quatro estádios.
 
Nestes 7 dias em que estaremos em Doha - comigo irão Rodrigo e Gustavo -, serão 900 minutos de bola rolando, ao vivo, depois da maratona de dez jogos. Mais precisamente 15 horas de futebol, a nossa paixão nacional - curiosamente o mesmo tempo do voo que levaremos para chegar à capital. Mas, certamente, esses momentos ficarão para sempre em nossa memória.
 
Os resultados dos jogos, pouco vai importar. Importa é que estaremos lá. Jamais esqueceremos esta experiência incrível que é poder acompanhar uma Copa do Mundo de perto, pela primeira vez no mundo árabe.
Na volta, teremos muitas histórias para contar para nossos amigos, nossas famílias, filhos e netos. E eu sei bem como funciona, pois até hoje conto experiências que vivi na Copa da Rússia.
Quando voltar do Qatar, escreverei uma crônica contando detalhes interessante que vi e vivi em cada estádio, cada passeio que farei. E tenho certeza         que valerá cada centavo investido. Pois como minha saudosa mãe dizia, quando você viaja, não gasta dinheiro: você investe em você, em cultura, em experiência, em sabedoria e em saúde mental.
 
Estádio Internacional Khalifa

O Khalifa International Stadium, inaugurado em 1976, é considerado uma lenda do esporte do futebol e do atletismo no Qatar. Como era de se esperar, recebeu uma reforma completa para a Copa do Mundo da FIFA 2022, já que com 46 anos de idade estava mais que na hora de mostrar ao mundo a sua imponência. Reinaugurado em maio de 2017, foi palco da final da Copa Amir - o evento de futebol de clubes que está no coração de todos os qatares.
Seus característicos e magníficos arcos duplos é o que chama mais a atenção neste estádio. E estes permanecem intactos e servem agora também para sustentar a ampla cobertura esticada abaixo deles. Isso complementa o sistema de refrigeração do estádio para manter uma temperatura confortável para jogadores e torcedores.
Uma nova seção de arquibancadas foi adicionada e, com isto, conseguiram acrescentar mais 12 mil assentos, totalizando 40 mil espectadores, enquanto a iluminação digital e uma fachada moderna levaram novo brilho a um velho amigo.
E este emblemático nos receberá pela primeira vez em Doha, para vermos já no nosso dia de chegada, 27 de novembro, no domingo, às 19h, o jogo entre a seleção da Croácia X a seleção do Canadá. Este será o nosso “cartão de visita” da Copa do Mundo.
E como se não bastasse, e para a nossa alegria, ainda voltaremos ao Khalifa no dia 1º de dezembro, às 22h, para vermos a seleção do Japão X a seleção da Espanha.
 
Estádio Al Janoub



O Al Janoub Stadium é inspirado em uma concha no mar de areia. Para 40 mil pessoas, está situado a 23 Km do centro de Doha. Originalmente estabelecido como um centro de mergulho e pesca de pérolas, é uma das áreas continuamente habitadas mais antigas do Qatar. Em formato de concha, o teto confunde-se com as dunas do deserto, pela proximidade do deserto com o mar. O teto retrátil, refletindo as velas marítimas cheias de vento dos tradicionais barcos “dhow”. Totalmente climatizado, tem saídas de ar-condicionado embaixo de cada assento.
Se o teto lembra o formato das areias do deserto, o desenho das cadeiras das arquibancadas lembra as ondas do mar. Em seus corredores internos, chama a atenção tamanha tecnologia e acessibilidade. Neste estádio iremos ver dois jogos: nosso segundo jogo em Doha, dia 28, às 13h, entre as seleções do Camarões X Sérvia, e voltaremos para o nosso quinto jogo da Copa no dia 30, às 18h, para assistir as seleções de Austrália X Dinamarca.
 
Estádio Al Bayt



O Al Bayt Stadium será o anfitrião da partida de abertura da Copa do Mundo da FIFA. Com capacidade para 60 mil torcedores, só perde para o Lusail, que comporta 80 mil - daí a dificuldade de encontrar ingressos, procurado por torcedores do mundo todo!
Voltando ao Al Bayt, eles conseguiram fazer um estádio como se fosse uma barraca árabe no meio do deserto. Tradicionalmente, estas barracas ou tendas são identificadas por listras pretas e brancas. E dessa forma se reflete no exterior da arena, assim como os padrões vibrantes de tecido árabe denominado “sadu”, colorido e cheio de listras e formas. E como se fosse um tecido árabe, o desenho de todas as cadeiras da arquibancada, sensacional.
Penso que este estádio foi concebido para dar as boas-vindas ao mundo e mostrar a cultura e poder do país. Ali, em seus camarotes, os anfitriões irão receberam autoridades do mundo todo para a partida inicial do torneio. Já em seu interior, é o que se tem de mais luxuoso em todo o mundo. Este estádio conta ainda com 96 quartos de hotel cinco estrelas, com vista privilegiada para o gramado. Inspirado no 'bayt al sha'ar' do povo nômade do Qatar, a magnífica estrutura de tendas envolve um estádio moderníssimo. Sem dúvida, este será o estádio que o povo qatare terá o maior orgulho de mostrar ao mundo.
Tivemos sorte no sorteio dos jogos, pois neste estádio emblemático iremos assistir o nosso terceiro jogo, no dia 2, às 18h: a partida da seleção da Holanda x os donos da casa, a seleção do Qatar.
 
Estádio Al Thumama



O Al Thumama Stadium, visto do alto, é bem semelhante ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, e a comparações param por aqui. (Nem preciso perguntar onde colocaram R$ 1,5 bilhões em 2014, já que com esta grana o estádio era para ser muito mais bonito e moderno que o do Qatar). Enquanto o da Capital Federal as colunas de sustentação são aparentes, o de Doha é todo fechado de metal branco brilhante perfurado.
A sua forma circular arrojada, o tamanho e a beleza são simplesmente de tirar o fôlego. Baseado no “gahfiya”, um boné ou gorro branco trançado tradicional usado por meninos e homens no Oriente Médio, seu simbolismo garante um lugar muito especial no coração das pessoas da região. Na tradição familiar, o “gahfiya” simboliza a maioridade da juventude. Uma época de autoconfiança emergente e ambição que marca os primeiros passos para o futuro e a realização de sonhos, é uma inspiração adequada para este estádio único, e motivo de orgulho para todos os qatares.
Neste estádio, no dia 29, às 22h, estaremos vendo o nosso quarto jogo entre a seleção do Irã (que alguns dizem pertencer aos países árabes, e outros não, mas deixo para eles resolverem entre si esta indiferença) X a seleção dos EUA. Definitivamente este jogo será uma “guerra de nervos” entre as torcidas, ah isso vai, e estaremos lá para tacar gasolina na fogueira...
 
Abaixo, deixo os links destes estádios para quem quiser saber mais:
 
1-Estádio Khalifa Stadium
Jogo dia 27/11 – 19h: Croácia X Canadá
Jogo dia 01/12 – 22h: Japão X Espanha
https://www.instagram.com/reel/Ci2_2bmjIYo/?igshid=YWZlMWU5YjI=
 
2- Estádio Al Janoub
Jogo dia 28/11 – 13h: Camarões X Servia      
Jogo dia 30/11 – 18h: Austrália X Dinamarca
https://www.instagram.com/tv/CdyPqKRK0lt/?igshid=YWZlMWU5YjI=
 
3- Estádio Al Bayt
Jogo dia 29/11 – 18h: Holanda X Qatar
https://www.instagram.com/reel/CcnuCLmK8s5/?igshid=YWZlMWU5YjI=
 
4- Estádio Al Thumama
Jogo dia 29/11 – 22h: Iran X EUA
https://www.instagram.com/reel/Cj3V3gPgV9B/?igshid=MDJmNzVkMjY=

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.