15/07/2021 às 17h00min - Atualizada em 15/07/2021 às 17h00min

"O mundo é grande, do tamanho de minha curiosidade"

Crônicas de viagem do livro "Lurdinha Camillo - Pelo Mundo"

Na data em que o Portal Brand-News completa seis meses - no dia 15 de janeiro deste ano enviamos os primeiros links das matérias postadas aos leitores, via WhatsApp - prestamos uma homenagem à minha mãe, Lurdinha Camillo, grande incentivadora desse trabalho, com a publicação de suas crônicas de viagem.
O material faz parte do livro “Lurdinha Camillo - Pelo Mundo”, lançado em novembro de 2018 juntamente com o livro “Memórias de um Jornalista Globetrotter”, também com crônicas de viagens, escrito pelo meu pai, Odair Camillo.
 
“Agradeço ao Odair, que abriu caminhos para meu aprendizado ao colocar em minha vida, a paixão por viajar”, escreveu ela, abrindo os agradecimentos da publicação.
 
Pela leveza, humor e boa prosa das crônicas, a vontade é de postar todos os dias - afinal material a gente tem de sobra. Mas para que o leitor possa saborear cada uma delas tranquilamente, como um viajante de férias, escolhemos dois dias da semana para fazê-lo: às terças e quintas.
 
Para dar o pontapé inicial, uma apresentação leve e bem humorada bem ao estilo Lurdinha Camillo. Uma mulher sensível, inteligente, uma viajante atenta a cada detalhe que, como uma amiga de longa data, nos pega pela mão dizendo “Gente, o mundo é belo!”      (Cláudia Camillo)









,
“Acho que passo em minhas descompromissadas crônicas de viagens, que nada escapa aos olhos curiosos de uma viajante que adora participar de cenas típicas e desfrutar de cenários inusitados.

  Ah, e vou contar que tenho o dom de virar amiga de infância, com três minutos de prosa, durante curto trajeto de trem, espera aí, trem europeu, porque posso estar a trabalho, mas gosto de conforto.
  Isso explica, em parte, porque gosto tanto de viajar. Gente, eu me divirto. Sério!
  É complicado explicar para os amigos que essas viagens são a trabalho. Que temos um Caderno de Turismo a preencher, um compromisso para com os assinantes do Brand-News, com foco em informações e fotografias dos lugares para onde viajamos.
  Eu me divirto. Comigo mesma e com tudo que me rodeia.
  E sempre quando perguntam qual foi a nossa melhor viagem, digo que será a próxima. Porque com bom humor, boa companhia e imaginação sempre solta, ao lado da janelinha, meu lugar preferido em um avião, posso dar a volta ao mundo.
  Em alguns lugares eu retornei, outros ainda quero voltar.
  Um dia, quem sabe, porque o mundo é grande, do tamanho de minha curiosidade.”
 
Lurdinha Camillo - Novembro 2018
 
 
 
  Mal dá tempo de arejar as malas, e lá vamos nós, eu e o diretor do Brand-News, Odair Camillo, para mais uma odisseia no espaço. Opa! O que é isso, Lurdinha? Ainda está “viajando”?
  Mas, falando sério, viajar é preciso. E o assunto realmente me interessa. Vale a surpresa de chegar a primeira vez a um lugar - e se acaso for uma cidade medieval, amuralhada, povoada de castelos, ruelas cheias de histórias, aí já me apaixono, e ponho na minha lista de voltar lá um dia.
  Do ponto de vista econômico, uma viagem te deixa mais rico e não mais pobre. Porque viajar incrementa a educação, o bem mais valioso de uma pessoa.
  Visto na ótica da tecnologia, viajar sempre mais para longe simboliza o sucesso da inteligência humana. As civilizações devem tudo ao ato de viajar, de aprender.
  Mas há quem discorde. Para quem viajar é uma loucura, uma perda de tempo e dinheiro.
  Filas terríveis nos aeroportos, Paris nem pensar, a Europa está quebrada, Caribe, sonho de consumo para alguns, tsunami para outros. Cidades históricas? E a quantidade de turistas? E afinal para que serve o conhecimento via internet?
  Bem, eu gosto de agendar em um caderno, tudo o que possa me interessar em uma cidade, como monumentos, livrarias, mercados, teatros, jardins. Bem, isso não quer dizer que fico presa à minha lista de prováveis lugares que quero conhecer. Mesmo porque adoro ser surpreendida por uma ruela romântica, um café elegante num quarteirão solitário, uma igreja cujo santo padroeiro seja de minha devoção, uma fome repentina, que só vai passar com a visão abençoada de uma bela cantina, e a pizza chegar bonita, perfumada de manjericão e a garrafa do tinto ali ao lado.
  Mas, eu e o Odair gostamos de ir para longe e, porque não, revisitar cidades europeias, relaxar nas praias do Caribe, aprofundar na história de nossas cidades históricas, da culinária de cada lugar, viajar de trem...
  E, fala sério, posso fazer de cada viagem, uma série de múltiplos prazeres. Conhecer, rever as melhores fotografias, escrever sobre o que mais me identificou com cada cidade, comentar com os amigos, e ainda dar dicas valiosas para quem vai conhecer “nossos” lugares.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp