30/08/2022 às 13h46min - Atualizada em 30/08/2022 às 13h46min

Importância da limpeza de pele

Cabeleireiro, Visagista, Tricologista e Colorista - Studio JG Visagismo
Whats: (35) 9 9127-4885
A limpeza de pele é o cuidado mais básico que a derme precisa receber. O procedimento é um dos mais procurados por quem busca melhorar a aparência do rosto e dar uma renovada. Entre as finalidades da técnica, está a remoção de células mortas da camada superficial, o que na prática significa mais saúde, higiene e beleza para a cútis. No entanto, a limpeza de pele vai muito além disso.
Por mais comum que seja, nem todo mundo sabe sobre a real importância que o procedimento tem, quando feito regularmente. Algumas pessoas ainda têm dúvidas se a limpeza é relevante para seu tipo de pele, desconhecendo seus grandes benefícios.
 
A limpeza de pele é indicada, principalmente, para remoção de cravos abertos (pontos pretos) ou fechados (pontos brancos), remoção de milio (cravos resistentes, cobertos por uma fina camada de pele) e pontos sebáceos. Serve também para desintoxicar, remover as células mortas e manter a pele macia e saudável.
 
O procedimento consegue proporcionar hidratação, regular a oleosidade, prevenir o aparecimento de acne, melhorar a firmeza da pele, regular o Ph, auxiliar a renovação celular, ajudar a fechar os poros abertos. Essa desobstrução dos poros ainda garante aumento da absorção dos dermocosméticos que você utiliza, ou seja, a efetividade desses produtos melhora bastante, trazendo resultados do tratamento à pele
 
Todos os tipos de pele estão liberadas para receber esse procedimento. A limpeza bem realizada ajuda no equilíbrio das peles seca, normal, oleosa e mista, pois limpar a cútis não significa apenas tirar comedões (cravos) e acne, mas sim remover células mortas, o que uniformiza e melhora o aspecto da pele.
 
Peles secas: a técnica aumenta a renovação celular e diminui as células mortas, que dão o aspecto escamoso à pele. Após o procedimento, a derme está afinada e consegue absorver hidratantes com mais facilidade.
 
Peles oleosas e acneicas: se beneficiam muito bem, devido à remoção de cravos. Elas devem fazer a limpeza com maior frequência, já que normalmente apresentam mais cravos e espinhas.
 
Peles sensíveis: o procedimento também pode ser realizado, desde que a profissional use produtos menos irritantes e sensibilizantes.
 
Por fim, a limpeza de pele também não tem contraindicação em relação à idade nem sexo. Gestantes e lactantes também podem fazer sem problemas, já que nesse período ocorre uma alteração significativa dos hormônios, que podem ocasionar o aparecimento de cravos e espinhas.
 
Quanto a frequência recomendada, depende muito do tipo e das necessidades de cada pele. Em geral, o recomendado é que seja feita a cada 30 ou 40 dias, que é o intervalo de renovação da pele.
 
Apesar de não existir uma época do ano recomendada para se fazer o procedimento, é importante saber que não é permitido tomar sol de dois a três dias após a limpeza. Afinal, geralmente, o procedimento acaba esfoliando e afinando a pele, e junto com a limpeza e a cútis mais fina pode manchar com o sol, principalmente se ela estiver vermelha e irritada.
 
Se você tem a pele seca, o uso de produtos mais oleosos estão liberados, mas se sua pele já for oleosa, eles estão proibidos para que não obstruam os poros. Já o uso de ácidos deve ser evitado logo após a limpeza de pele, se você tiver a pele muito sensível e vermelha, para que a irritação não piore.
 
Escolha uma profissional habilitada para executar o processo e obtenha o resultado esperado.
 



 *O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »