14/03/2023 às 15h56min - Atualizada em 14/03/2023 às 15h56min

Quando o dono do circo passa a ser dominado pelo palhaço

Por Odair Camillo - Jornalista
Figura meramente ilustrativa - Reprodução Google
C 
Volto a escrever sobre a guerra que já completou um ano de destruição e mortes na Ucrânia e que poderá espalhar-se pelo mundo.
Estou convencido que, além das conquistas territoriais, há muita coisa importante por trás, principalmente os interesses comerciais nessa disputa.
As grandes potências, aliadas ou não aos litigantes, estão abarrotadas de produtos bélicos e que precisam ser urgentemente descartados. A ganância passou a ser muito maior do que a destruição de cidades inteiras e a sobrevivência de seus munícipes.
 
Utopia ou crença, acredito que as entidades internacionais criadas com o intuito de lutar pela paz mundial e pelos direitos humanos, como a ONU e a OTAN, têm capacidade e meios para evitar uma catástrofe mundial. Mas os entraves burocráticos são muitos. E o mundo não pode ficar esperando uma solução, sem reagir.
 
A guerra tem que acabar URGENTEMENTE. A diplomacia seria o caminho certo. Todavia, se não for conseguida, que o combate entre eles seja feito em lugares remotos da civilização. BASTA de destruição de cidades inteiras e da mortandade de seres humanos.
 
Voltando ao passado, vejo-me no circo de antigamente. Cobertura de lona velha, rasgada, incentiva os meninos que não podem comprar o ingresso a entrar sem pagarO mestre de cerimônias anuncia: “Respeitável público...”  e o palhaço surge no picadeiro. Palhaçadas fazem com que os adultos esqueçam seus problemas, e as crianças mostrem nos rostinhos miúdos, o sorriso e a alegria.
 
Agora fico sabendo da história de um advogado que renunciou à sua formação jurídica e tornou-se um palhaço. E com toda sua astúcia na área do entretenimento e poder de persuasão, tornou-se presidente de seu país. Mas logo foi obrigado a lutar e defender sua pátria de um invasor poderoso.
  
E o palhaço tornou-se um ícone no seu país, e um forte guerreiro para o mundo, vencendo batalhas consideradas impossíveis enquanto o seu sanguinário patrão começa a perder o comando do seu circo... Infelizmente, poucos têm a coragem de se vestir e atuar como o palhaço!
 
 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »