01/03/2021 às 16h22min - Atualizada em 01/03/2021 às 16h22min

Nomes x profissões

Jornalista, publicitário, escritor e professor universitário/ - wiliam.oliveira@uol.com.br
FOTO: Reprodução Google
.
O nome de uma pessoa tem tudo a ver com a profissão. Veja se isso não é verdade. Você iria a um oftalmologista chamado Vilmar? Penso que não. Por outro lado, se fosse uma oftalmologista e o nome dela fosse Iris talvez você fosse, não é mesmo? Ainda na área da saúde, fala a verdade, se não lhe passa mais confiança ao ver uma placa de um consultório com o nome doutor Salvador ou mesmo doutora Sarah? E ao procurar um neurologista, se o nome dele for dr. Carmo? Ou mesmo um otorrino, o Oto? E que tal um nome duplo para um bom ginecologista: dr. Jacinto Filho? Agora você já imaginou entrar em um consultório de uma psicóloga chamada Minerva? Não dá né.
Saindo para uma outra área. Você aprenderia a dirigir com uma instrutora de nome Guiomar? Defendo a teoria, não comprovada cientificamente, que o nome determina a qualidade do profissional. Os exemplos são muitos. Um bom pedreiro é o Pedro. Um bom músico é o Tom. Uma advogada? Procure a doutora Dulcilei. O chefe do restaurante se chama Agostinho? Pode ter certeza que a comida é boa. Está procurando uma veterinária? Fale com a doutora Ágata. Quer um bom mecânico? Procure o Oscar.
A minha vida é exemplo disso. Uma das melhores irmãs de caridade que conheci se chamava Irmã Auxiliadora. A minha melhor professora de matemática foi a Conceição. Um professor de ciências, extremamente inteligente que tive, sabe o nome dele? Eugênio. Alguns me perguntam sobre como aprendi a gostar de escrever, olha só se isso não é mágico: tive um excelente professor de português, apaixonado pela literatura de cordel, um cearense cujo nome era Virgulino. Já uma das melhores atletas da minha escola tinha um nome que já dizia tudo: Vitória.
Existem também as coincidências com os nomes e profissões. Dias atrás ao entrar em um elevador, reparei o nome do ascensorista no crachá: Décio. Daí fiquei pensando... alguém entra no elevador e diz: sobe! Décio! Ou então, quando certa vez conheci um instrutor de caiaque, o Caique. Fui a um show de humor, sabe o nome dos humoristas? Graça e o Hilário. Certeza de boas risadas. Em um tribunal conheci uma excelente jurista, a doutora Norma. Ontem mesmo pela primeira vez em minha vida tive contato com o proprietário de uma funerária. O nome dele é cabalístico: Serafim.
Mas não sou só eu que pensa assim, não. Há muitos anos atrás, uma amiga minha, apaixonada pelo mar, ao escolher o nome do bebê que iria nascer, sem ainda saber o sexo, tinha dois nomes preparados: se fosse homem, seria Marcel e se fosse mulher, Celmar. Nasceu o Marcel. Dias atrás, ao perguntar pelo Marcel, que já deve estar lá com seus 30 anos, fiquei sabendo a profissão dele, confirmando a minha teoria. O Marcel é oceanógrafo.
 







*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp