27/06/2022 às 16h15min - Atualizada em 27/06/2022 às 16h15min

Gente boa

Jornalista, publicitário, escritor e professor universitário
wiliam.oliveira@uol.com.br
Figura meramente ilustrativa - Reprodução Google
m
Em meio a tantas impressões de vivermos em uma sociedade insensível, é possível perceber inúmeras manifestações de amor e amizade em simples gestos do cotidiano.
No trânsito, motoristas param seus carros para que um idoso, uma mulher com criança no colo, possa atravessar a via em segurança. Nos ônibus, trens urbanos, metrô, repetem-se gestos de disponibilidade dos assentos a quem precisa.
Nos hospitais, clínicas, postos de saúde, enfermeiros, médicos, profissionais de saúde, acolhem com gestos de esperança e carinho a aqueles que estão passando por problemas no corpo físico, emocional e psíquico.
Nas igrejas, templos e santuários, são muitos os religiosos que alimentam com palavras de fé os que se encontram cansados e sem forças para continuarem suas lutas por uma vida mais digna.
Nos estabelecimentos de ensino, creches, universidades, professores e auxiliares se desdobram para que crianças e adolescentes mantenham viva a chama do conhecimento e do aprendizado constante na direção concreta da realização dos sonhos.
Nos prédios públicos, nas indústrias, estabelecimentos comerciais é possível notar atos de colaboração, apoio, compreensão e trabalho em equipe, mantendo vivas empresas públicas e privadas, fazendo girar a roda do emprego e desenvolvimento.
Na segurança pública, bombeiros, policiais civis e militares realizam as suas funções, norteados principalmente pelo diálogo como princípio essencial para a solução de conflitos, sem olvidarem do emprego da energia necessária para que a vida seja preservada.
Enfim, é no plantio de uma flor, no afago a um animal, no abraço a um amigo, por um olhar solidário, pela mão que oferece auxílio a famintos e desabrigados, por ouvidos que se disponibilizam a escutar o outro, por milhões de pequenas atitudes, é possível crer que, muito acima das sombras, existem milhões de corações humanos expandindo cascatas de luz nesse Planeta Água chamado Terra.





*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp