20/11/2023 às 16h16min - Atualizada em 20/11/2023 às 16h16min

Aprendemos algo com a pandemia?

Jornalista, publicitário, escritor e professor universitário
[email protected]
Figura meramente ilustrativa - Reprodução Google
c 
Nos dias atuais, talvez seja possível refletir no que aprendemos (se é que aprendemos) com a pandemia da Covid 19, mesmo considerando que o vírus continua presente em nosso cotidiano.
Assim, sem maiores pretensões, sem dados estatísticos, baseado apenas no conhecimento empírico, será que aprendemos, por exemplo, a cuidar melhor da nossa saúde?
Se pensarmos nos conceitos do que se traduz como saúde preventiva, parece que continuamos os mesmos. Alimentos ultraprocessados como biscoitos, sorvetes, sopas e temperos instantâneos, refrigerantes, salgadinhos de pacote etc, teimam em fazer parte da dieta da maioria dos brasileiros.
As atividades físicas regulares também não fazem parte do dia a dia do brasileiro, basta perguntar para o vizinho ao lado, ou mesmo se questionar.
Como relação ao cigarro, as bebidas alcoólicas, as drogas, é só reparar no movimento dos bares e na fumaça das mesas e no aumento da violência, resultado do tráfico. Se quiser ampliar o olhar, basta uma pesquisa rápida no Google para constatar o aumento no consumo.
Ficamos mais solidários pós-pandemia?
Também não nos parece que isso tenha ocorrido, pois os exemplos da individualidade exacerbada são notórios em uma sociedade onde o coletivo fica esquecido. Basta notar o comportamento no trânsito para perceber que permanecemos no "salve-se quem puder".
Enfim, não existe um “novo normal” como apregoava-se e, para não estender por demais a reflexão, a resposta para o título desse texto é que a pandemia não rimou com sabedoria e não nos tornamos pessoas melhores. Talvez, pelo contrário, veio dar mais força aos nossos “vírus”, às nossas doenças sociais anteriormente já disseminadas em nossa sociedade: o egoísmo, a vaidade, o consumismo, o levar vantagem em tudo, o ter sobre o ser, a nossa insensibilidade.
Concluindo, infelizmente, para tudo isso, ainda não descobrimos a vacina.
 
 





*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.