16/03/2023 às 15h27min - Atualizada em 16/03/2023 às 15h27min

Processo de criação do livro “Habitar-se” é tema de bate-papo nesta quinta-feira

FONTE: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas – FOTO: João Paulo Ferreira “Xuão”
c
Roda de conversa acontece na Biblioteca Centenário, dentro das ações do Mês da Mulher
 
Um bate-papo sobre o processo de criação do livro “Habitar-se” vai marcar as reflexões do Mês da Mulher na Biblioteca Municipal Centenário. Nesta quinta-feira, 16 de março, a partir das 18h30, a roda de conversa reúne as autoras Danielle Vilas Boas e Isabela Viana, que têm como convidadas Will Moreira, Évila dos Anjos e Sandra Ribeiro. A entrada é gratuita e o evento é aberto a todos os interessados.
 
O livro tem um viés feminista que pretende, de modo intimista e sensível, levar ao público uma vivência singular e particular, percorrendo vários ambientes com fotografias dispostas entre objetos, cores e texturas variadas, além de diversos poemas. A proposta pretende oferecer um trabalho que evidencie a descoberta da mulher enquanto sua própria morada, exaltando o corpo feminino para além da objetificação.
 
“Mesmo vendo o livro pronto, a ficha está caindo aos poucos. Foi um processo muito trabalhoso, mas o resultado e o retorno dos leitores estão sendo melhores do que esperávamos. Estamos orgulhosas e falar sobre o processo é importante, principalmente para futuras escritoras entenderem que é possível lançar um livro. E que este espaço também é nosso e precisamos ocupá-lo. No passado, as mulheres foram impedidas de assinar suas obras, então, falar de processo criativo é mais do que falar sobre o trabalho em si, mas também de questões políticas e sociais que nos atravessam. Além disso, é importante o diálogo com a comunidade, expor o que está sendo produzido na cidade e deixar o público como participante ativo do que acontece no cenário artístico e cultural”, destaca a escritora Isabela Viana.
 
Também à frente do projeto como coautora está Dani Vilas Boas. “Ver o livro como conclusão de um longo projeto é bastante emocionante e poder falar sobre criação e materialização do trabalho é importante não só para inspirar outras pessoas, mas para valorizar o processo artístico como uma contínua e laboriosa pesquisa. Além disso, refletir sobre desigualdades de gênero e de que forma estas questões nos atravessam diariamente e interferiram no processo”, ressalta.
 
“Habitar-se” tem no seu time de realizadores uma equipe multicultural: Will Moreira (revisão), Gilbão Leeu (projeto gráfico e diagramação: design criativo e capa), Sandra Ribeiro (fotografia), Évila dos Anjos (direção de fotografia), Danielle Vilas Bôas (criação e produção), Isabela Viana (criação e produção), João Paulo Ferreira “Xuão” (mídias digitais) e Chiara Carvalho (gestão cultural).
 
A publicação é um projeto de Incentivo à Cultura de Poços de Caldas, tendo como incentivadora a empresa Emsere Construções, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Poços de Caldas e da Carvalho Agência Cultural. Além disso, parte do investimento na tiragem das impressões é feita de modo independente, com recursos próprios.
 
SERVIÇO:
“Habitar-se: bate-papo sobre o processo de criação”
Data: 16 de março (quinta-feira)
Horário: 18h30
Local: Biblioteca Centenário (Espaço Cultural da Urca – Praça Getúlio Vargas s/n – Centro).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »