10/03/2023 às 15h17min - Atualizada em 10/03/2023 às 15h17min

Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas celebra Dia do Bibliotecário

FONTE E FOTO: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
Biblioteca Municipal Centenário funciona no Espaço Cultural da Urca
c 
Profissionais são fundamentais no desafio de incentivar a leitura na era digital
 
No próximo domingo, 12 de março, é celebrado o Dia do Bibliotecário, profissional responsável pela organização, catalogação e categorização, processos que deixam a informação sobre um documento, obra ou coleção mais acessível, tudo para que o leitor localize sem demora o assunto de seu interesse.
O Dia do Bibliotecário foi oficializado em 1980 e é uma homenagem ao escritor, poeta e bibliotecário Manoel Bastos Tigre, que foi diretor, nos anos 1950, da Biblioteca Central da Universidade do Brasil, como era conhecida a Universidade Federal do Rio de Janeiro.
 
No Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas de Poços de Caldas, são duas profissionais responsáveis pelo trabalho que engloba cinco unidades de acesso público, além da Biblioteca Nilza Megale, no Museu Histórico e Geográfico. Auxiliares de bibliotecas, agentes administrativos e auxiliares de serviços gerais também compõem a equipe responsável por manter abertas essas janelas para o mundo.
 
“Aproveitamos a data para parabenizar nossas bibliotecárias, destacando o trabalho de grande relevância que prestam, há anos, no fomento e incentivo ao livro, à leitura e à literatura. Em nome de cada leitor que teve o mundo descortinado a partir do trabalho das bibliotecárias, abrindo-se para uma nova jornada a partir dos livros, nosso muito obrigada a essas profissionais”, ressalta a coordenadora das Bibliotecas Públicas, Raissa Melo.
 
Em Poços de Caldas, o Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas está a cargo da Secretaria Municipal de Cultura e conta com cinco bibliotecas: Biblioteca Municipal Centenário (Espaço Cultural da Urca), Júlio Bonazzi (Praça Tiradentes - Monjolinho), Manuel Costa Guimarães (Av. Jaçanã Musa dos Santos - Conjunto Habitacional), Marcus Vinícius de Moraes (Av. Coronel Virgílio Silva - Vila Nova) e Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU da zona leste), além da Biblioteca Nilza Botelho Megale (Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas) e de uma cabine literária, na Rua São Paulo.
 
Na era da informação na palma da mão, a um clique em celulares, tablets e computadores, as bibliotecas públicas seguem no propósito de democratizar o acesso ao livro, à leitura, à literatura e ao conhecimento. Além da disponibilização do acervo físico, os espaços funcionam também como ponto de encontro para estudantes e locais de estudo para pesquisadores, oferecendo ainda atrativos para o público infantil, atuando na formação de novos leitores.
 
Pensando nos desafios para incentivar a leitura na era digital, foi lançado, no início do ano, o perfil das bibliotecas públicas de Poços de Caldas no Instagram, com identidade visual especialmente criada e conteúdo rico, que visa democratizar o acesso ao acervo bibliográfico, chamar a atenção de novos leitores e ampliar a visitação da comunidade local aos espaços, a partir de bibliotecas vivas, dinâmicas, acessíveis e antenadas às inúmeras possibilidades criadas a partir das redes sociais.
 
Saiba mais: @bibliotecaspublicasdepocos

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »