04/04/2022 às 14h46min - Atualizada em 04/04/2022 às 14h46min

Com a SP-Arte, São Paulo volta a ser o polo internacional da arte contemporânea

FONTE: a4&holofote comunicação - FOTO: Reprodução Google
C
 18ª edição, que acontece de 6 a 10 de abril no Pavilhão da Bienal, reafirma seu protagonismo no mercado das artes, reunindo 133 galerias, nove das quais internacionais
 
Em sua 18ª edição, a SP-Arte - Festival Internacional de Arte de São Paulo, que acontece de 6 a 10 de abril no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, conta com a participação confirmada das mais importantes galerias de arte e design do Brasil. Esta, que é a mais tradicional e importante feira de arte da América Latina, reunirá 133 galerias, das quais 92 nacionais, nove internacionais e 32 galerias de design, setor que volta com força ao Pavilhão da Bienal, além de 14 editoras. Com a nova edição, o Festival consolida seu papel de catalisador do mercado nacional das artes visuais e impulsionador da economia criativa da cidade.

“Todo o setor está mobilizado para retornar ao nosso Festival, que, para muitos, representa cerca de 30% das vendas do ano. Estamos felizes ao ver os agentes do circuito engajados com a realização de eventos e exposições em torno da SP-Arte, o que repercute o impacto do festival”, disse Fernanda Feitosa, fundadora da SP-Arte.
 
DESTAQUES - Neste ano, a SP-Arte amplia seu alcance com a retomada de participações institucionais e com a introdução de novo setor chamado Radar SP-Arte, para a participação inédita de espaços autônomos e ONGs, além de uma exposição de artistas sem representação comercial com curadoria de Felipe Molitor. Com a nova expografia desenvolvida para a 18ª edição, o térreo será ocupado pelos setores de design, editorial e Radar SP-Arte, além da exposição Arte Natureza: ressignificar para viver, com curadoria de Ana Carolina Ralston. No primeiro piso, estarão galerias ligadas ao mercado secundário e, no segundo, serão reunidas as galerias do mercado primário de arte, tanto as mais consagradas quanto as emergentes, e as participações institucionais.
 
RADAR SP-ARTE - O mais novo setor da Feira, é um programa inédito da SP-Arte que busca aproximar o mercado e o público de agentes autônomos (artistas, espaços autogeridos) que constituem o sistema de arte. É uma plataforma de promoção e contato, que expande a atuação estritamente comercial da Feira ao incentivar outras formas de conexão e diálogo, desde o centro do mercado da arte. Na primeira edição, durante a 18ª SP-Arte, o Radar SP-Arte será formado, por uma curadoria de Felipe Molitor, de artistas que não possuem representação comercial, intitulada Hora grande, e pela participação presencial de cinco coletivos e espaços autônomos de arte, que apresentarão seus projetos em pequenas exposições comerciais. Sua proposta é descobrir e apresentar artistas para o mercado, favorecendo sua inserção profissional no sistema. Um dos participantes receberá uma bolsa da SP-Arte para uma residência de 2 meses em parceria com o Instituto Inclusartiz (RJ). O Radar SP-Arte é patrocinado pela Vivo.
 
ARTE NATUREZA: RESSIGNIFICAR PARA VIVER - Depois de apresentar a exposição Arte e tecnologia na edição passada, a curadora e jornalista Ana Carolina Ralston organiza, na 18ª SP-Arte, uma mostra inédita intitulada Arte natureza: ressignificar para viver, com obras de artistas fundamentais para se pensar as relações entre arte e sustentabilidade, como Ernesto Neto, Joseph Beuys, Frans Krajcberg e Daiara Tukano. Na curadoria, Ralston propõe, a partir da arte, a discussão sobre a ideia de ecologia, uma rede na qual o elo entre os reinos se torna essencial para a continuação das espécies. 
 
SERVIÇO:
8ª SP-Arte - Festival Internacional de Arte de São Paulo
Data: 06 a 10 abril de 2022
De quarta a sábado, das 14h às 20h. Domingo, das 12h às 20h
Local: Pavilhão da Bienal - Parque Ibirapuera, Portão 3 - São Paulo (SP)
Entrada:
R$ 50,00 (geral) R$ 25,00 (meia-entrada)
Meia-entrada para estudantes, portadores de deficiência e pessoas com mais de sessenta anos (necessária a apresentação de documento). Crianças até dez anos não pagam entrada.
Compra de ingressosBilheteria SP-Arte
Realização: SP-Arte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal
Pronac 193281 - SP-Arte 2021
Classificação indicativa: Livre
Serão exigidos o comprovante de vacinação e o uso contínuo de máscara

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp