18/02/2022 às 16h20min - Atualizada em 18/02/2022 às 16h20min

A história do Colégio Sete de Setembro em livro

FONTE E FOTOS: Helio Antonio Scalvi
Publicação que será lançada hoje retrata a história do Colégio Sete de Setembro por ocasião de seu centenário
 
Como parte das comemorações do centenário do Colégio Sete de Setembro, acontece na noite de hoje o lançamento do livro “Cem anos de história”, de Helio Antonio Scalvi. A noite de autógrafos será realizada na quadra do colégio, a partir das 20h.
 
“A emoção de um escritor ao contar cem anos de história é indescritível, ainda mais se essa história junta a saga de uma família italiana no início do século XX, o sonho de um grupo de professoras e o poder de uma Loja Maçônica que já atuava na área educacional desde 1915 com o Instituto Educacional São João da Escócia. Esses ingredientes instigantes forneceram o combustível para que eu navegasse pela história de Poços de Caldas ao longo dos últimos cem anos. A emoção de ver nascer mais uma obra é imensa e espero ter contribuído para tornar ainda mais conhecida a história de nossa estância e de sua evolução educacional”, disse o autor, que também é maçom.
 
Através de um intenso trabalho de pesquisa Helio Scalvi nos leva a conhecer os três ciclos distintos da administração deste educandário e os seus mais importantes acontecimentos.
O ano era 1922, a cidade, Poços de Caldas, e Carolina Bernardo, filha de italianos, acabava de se formar com louvor na escola de Dona Maria Ovídia Junqueira, e resolve criar sua própria escola para realizar seu sonho de infância. Nascia então a Escola Sete de Setembro, nome dado em homenagem ao centenário da Independência do Brasil, comemorado naquele ano. Por dez anos Carolina dirige a escola e em 1932 passa o comando para sua irmã Nicolina Bernardo, que com muita competência, disciplina e patriotismo conduz a escola até o ano de 1967, formando milhares de alunos da cidade e região.
Dona Nicolina, por conta de sua aposentaria, vende, então, a escola a um grupo de professoras que também, brilhantemente, a conduzem por 15 anos, inovando a orientação pedagógica e valorizando o contato entre pais, alunos e professores, criando um elo importante para o rendimento do ensino.
Em 1982, assume a escola a Loja Maçônica Estrela Caldense, já com vasta experiência na área da educação, mudando sua sede, investindo em instalações modernas e buscando principalmente a valorização do aluno, formando e preparando indivíduos para fazerem diferença. Já são 40 anos em que homens livres e de bons costumes se dedicam de forma voluntária na administração dessa valorosa instituição, seguindo firme rumo ao futuro com um legado de qualidade, trabalho e dedicação ao ensino, acreditando que através da preparação de nossos jovens poderemos continuar nossa busca por um futuro melhor.
 
“O livro leva você a conhecer parte importante da educação na cidade de Poços de Caldas e região e, com certeza, reviver, com emoção, parte da história de muitos de nós poços-caldenses.
Uma ótima leitura”, afirma Helio Scalvi.
 
 
SOBRE O AUTOR - Helio Antonio Scalvi nasceu em Amparo (SP), em 13 de junho de 1954. É membro ativo e regular da Loja Maçônica Estrela Caldense, tendo alcançado o Grau 33 (Grande Inspetor Geral da Ordem). Formou-se em Geologia no ano de 1976 pela 1ª turma da UNESP, campus de Rio Claro. Atuou durante 30 anos na área nuclear, tendo sido Gerente da Mina Urânio do Planalto de Poços de Caldas e representante do Brasil durante seis anos nas reuniões do Grupo do Urânio, da Agência Internacional de Energia Atômica. É formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, campus de Poços de Caldas, em 2003, onde foi professor no curso de Pós-Graduação de Gestão Ambiental de 2007 a 2012. Foi, também, professor no curso de Direito da UNIFENAS, ministrando a disciplina de Direito Ambiental.
Apaixonado pela história de Poços de Caldas viu na oportunidade de pesquisar as Atas da Estrela Caldense, preservadas desde 1895, a chance de abordar essa mesma história sobre o prisma das importantes ações da maçonaria em Poços de Caldas nas áreas de educação, saúde e assistência social.
Em 2010 lançou o livro “Uma Estrela Fulgurante - A Importância da Loja Maçônica Estrela Caldense na História de Poços de Caldas” em parceria com o escritor e maçom Luiz Roberto Júdice. Em 2015 lançou “Instituto Educacional São João da Escócia - Cem Anos de História, Cultura e Educação”, onde relatou a saga da pequena escola que foi fundada pelos maçons da Estrela Caldense, em 1915, e transformou-se no maior educandário do sul de Minas Gerais. 
Membro da Academia Poços-caldense de Letras, onde ocupa a cadeira de nº 39, cujo patrono é o escritor Benedicto Cyrillo de Oliveira.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp