29/11/2021 às 15h46min - Atualizada em 29/11/2021 às 15h46min

Chope é diferente de cerveja?

Jean Benetti - Sommelier de Cervejas
jean.benetti@bol.com.br
,
Não, a bebida é a mesma. A diferença está apenas na forma de servir. No Brasil foi convencionado que quando servida na pressão - ou, pode-se dizer, pela torneira (on tap) - chama-se chope ou chopp, mas quando o mesmo produto é servido em garrafas ou latas, chamamos de cerveja.
A legislação brasileira também é um pouco confusa e considera como dois produtos diferentes. Podemos citar como exemplo, a cerveja Corsário IPA da Cervejaria Bones: se em uma produção de 1000 litros eles engarrafarem 500 litros, estes serão vendidos como cerveja perante nossa legislação e terão uma taxação diferente dos outros 500 litros que eles colocam em barril para vender nas torneiras de sua Cervejaria e que serão chamados de chope.
 
Mas e aquela história de pasteurização que difere os dois produtos?
 
Não difere! Pasteurização é um processo químico criado pelo francês Louis Pasteur, em 1862. Consiste em aquecer alimentos ou bebidas a uma certa temperatura acima de 60°C por um determinado tempo e depois resfriar para destruir microrganismos patogênicos ali existentes. Este processo aumenta muito o prazo de validade. Mas engana-se quem acha que toda cerveja é pasteurizada e quem acha que todo chope não recebe pasteurização. Atualmente, muitas cervejarias procurando servir um produto cada vez mais fresco, engarrafam ou enlatam suas cervejas sem pasteurizar, mantendo-as resfriadas para aumentar a validade. Por outro lado, algumas cervejarias pasteurizam as cervejas envasadas em barris, servidas como chope, para durar mais tempo.
 
Então por que sentimos diferença no sabor entre a cerveja e o chope?
 
Na maioria dos estilos de cerveja, e, principalmente nas artesanais, essa diferença de sabor é inexistente, porém, naqueles estilos muito leves, como por exemplo naquelas cervejas que levam milho ou arroz em sua composição, esta diferença é sentida pela perda de gás carbônico quando o líquido sobe a serpentina, pois isso diminui a acidez da cerveja. Em muitos casos o gás injetado é o Nitrogênio, que acaba dando mais cremosidade e atenuando o sabor. Mas nestas cervejas mais leves, a pasteurização também provoca uma modificação pequena no sabor, pois carameliza levemente o líquido.
 
O que, então, define o chope ou chopp?
 
Sabe-se que a palavra remete ao século XIX, quando os alemães que instalaram as primeiras cervejarias no Brasil levantavam as suas canecas vazias e pediam schoppen, uma palavra germânica antiga referente à medida de 0,5 litro. Portanto, esta palavra (que nem existe mais em alemão) passou a ser empregada como chopp no Brasil e ainda se referindo a um copo de 300ml. Portanto, a palavra chopp surgiu de um erro de interpretação há mais de um século e meio e continua sendo empregada de forma equivocada até os dias de hoje, diferindo dois produtos que são a mesma coisa. Menos distante do “schoppen” original está o pint, expressão inglesa que tem sido muito utilizada no Brasil para designar cerveja na pressão (chope), servida em um copo de capacidade de aproximadamente 500ml. Prost! 




*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp