30/03/2023 às 16h36min - Atualizada em 30/03/2023 às 16h36min

CITUR reúne imprensa para apresentar o projeto do Parque do Cristo

FONTE E FOTOS: Brand-News
c 
Depois da explanação nas Thermas Antonio Carlos, grupo subiu a Serra de São Domingos de teleférico; equipamento vai ser disponibilizado aos moradores e turistas no início de abril
 
Atendendo a um convite da CITUR - Circuito Integrado de Turismo de Poços de Caldas, representantes dos veículos de comunicação local participaram na manhã desta quinta-feira (30), nas Thermas Antonio Carlos, do evento de apresentação da operação da empresa que venceu o edital de concessão do Circuito Turístico Integrado de Poços de Caldas. Responsável por promover a gestão, operação e a manutenção dos equipamentos turísticos licitados - que compreendem o complexo do Cristo Redentor, incluindo o teleférico e rampa de voo livre, o Véu das Noivas, a Fonte dos Amores e o Recanto Japonês -  além de implementar melhorias, incluindo modernização e implantação de novos serviços, a CITUR iniciou oficialmente as operações em 1º de março. “A reconquista da nossa melhor paisagem vai acontecer mais rápido do que a gente imagina”, disse o diretor de operações Renato Agostini
 
 
Renato divide com o diretor Marcos Carvalho Dias e demais membros da CITUR, a expectativa de que Poços de Caldas fique no “Top 5” - entre os principais destinos turísticos do interior do Brasil -, com as ações que começam a ganhar forma. Entre elas o Parque do Cristo (que compreende o antigo complexo do Cristo Redentor), que já conta com um café, aos pés da estátua do Cristo Redentor.
 
As obras do Mercado do Cristo (foto), que funcionará no antigo restaurante, estão em pleno curso. No local serão comercializados produtos de empresas da cidade que trabalham com doces tradicionais, azeites, cafés, chope, artesanato, etc. Para tal, será feito um chamamento público.
 
A rampa de voo livre está sendo remodelada e deve estar funcionando num prazo de 30 a 40 dias. Além do esporte, outras modalidades estão no projeto - como tirolesa, arvorismo e bike.  A rampa também será utilizada, futuramente, para a realização de eventos.
 
 Já o teleférico, considerado um dos cartões-postais de Poços, será disponibilizado aos moradores e turistas nos próximos dias. De acordo com Marcos, faltam detalhes de aprovação por parte da Secretaria de Turismo. “Mas já está totalmente revisado, pronto, inclusive com seguro já firmado com a seguradora internacional.” As 24 cabines foram reformadas e estão sendo testadas diariamente. Os poços-caldenses pagarão meia-entrada com apresentação de comprovante de endereço, que será substituído, posteriormente, por um passaporte digital.
 
Outras melhorias serão implantadas por meio de ações planejadas a curto, médio e longo prazo. Entre elas, destacam-se novas áreas de estacionamento, a criação de um espaço ecumênico e um Bike Park. Mais: a construção de um novo acesso ao Parque do Teleférico, sentido zona oeste, e um teleférico saindo da Rampa Sul, projeto que ainda engatinha, mas enche os olhos do diretor da CITUR.
 
“A previsão é termos 300 mil turistas no primeiro ano de concessão, superando nossas expectativas”, adiantou Marcos. “Queremos um parque atrativo para todos”, concluiu.
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »