30/03/2023 às 15h08min - Atualizada em 30/03/2023 às 15h08min

Mercado de cirurgia estética deve atingir mais de US$ 71 bilhões até 2030, mostra estudo

FONTE: Dani Pimenta - [email protected] - FOTO: Unsplash
C 
Mercado Global de Cirurgia Estética foi avaliado em US$ 55,65 bilhões em 2022
 
De acordo com os dados mais recentes de pesquisa realizada pela Sociedade Internacional da Cirurgia Plástica (ISAPS em inglês), divulgada em 2022, o Brasil se encontra em segundo lugar no ranking internacional de realizações de cirurgias plásticas, perdendo apenas para os Estados Unidos. Só em 2020, o Brasil realizou mais de 1,3 milhão de cirurgias. Entre os procedimentos mais realizados estão os de rosto/cabeça, corpo e extremidades e aumento de mama.
 
Esse importante crescimento aponta para as perspectivas do mercado nos próximos anos. Segundo dados da Contrive Datum Insights, o mercado global de cirurgia estética deve atingir mais de US$ 71 bilhões até 2030 - a avaliação de 2022 mostrava o valor de US$ 55,65 bilhões em 2022.
 
Um dado relevante presente na pesquisa da ISAPS é que o Brasil está no primeiro lugar da classificação mundial de cirurgias realizadas no rosto. A rinoplastia ou cirurgia plástica do nariz é um dos cinco procedimentos cirúrgicos mais realizados em todo o mundo e tem sido cada vez mais buscado no Brasil. O termo foi o mais buscado no Google Trends nos primeiros meses de 2022 (de janeiro a junho), quando comparado à lipoaspiração, o procedimento mais popular. Além disso, a cirurgia do nariz foi o procedimento facial mais realizado entre os brasileiros, segundo uma pesquisa da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF) em 2020.
 
“As pessoas têm, cada vez mais, buscado um visual mais harmônico, quando falamos dos procedimentos cirúrgicos estéticos de modo geral. No caso da rinoplastia, a busca tem sido cada vez em relação a uma melhor qualidade de vida e da função respiratória por meio dos procedimentos estéticos. Entre os principais fatores que fazem o paciente buscar o consultório estão as narinas desproporcionais (grandes ou pequenas demais), o dorso e ponta do nariz também desproporcionais, ponta do nariz caída e o desvio de septo”, explica o otorrinolaringologista especialista em rinoplastia, Dr. Victor Gebrim.
 
O médico recomenda que o paciente que queira realizar qualquer procedimento cirúrgico estético deve procurar um especialista na área, além de pesquisar as referências. “Para que o resultado seja o mais satisfatório possível, é preciso que o paciente converse bastante com seu médico, dizendo com clareza o que realmente incomoda e o que espera de resultados. Isso ajuda a alinhar as expectativas e a entender como a recuperação se dará”, aponta Gebrim. 
 
A pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) também mostra que cerca de 21,1 milhões dos 24,5 milhões de procedimentos estéticos em todo o mundo em 2020 foram realizados em mulheres. O levantamento indicou que, no panorama mundial, 86,3% dos procedimentos cirúrgicos são realizados por mulheres e 13,7% por homens. 
 
DR. VICTOR GEBRIM - Médico otorrinolaringologista pela Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia, com foco em rinoplastia, otoplastia e mentoplastia. Membro da Equipe FK, faz parte do corpo clínico e cirúrgico do Blanc Hospital, primeiro hospital geral cirúrgico do Brasil, também localizado na capital paulista.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »