23/11/2022 às 15h12min - Atualizada em 23/11/2022 às 15h12min

Exposição Novembro Azul reforça importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata

FONTE E FOTO: Assessoria de Imprensa da Câmara de Poços de Caldas
C 
A pedido da vereadora Regina Cioffi (PP), a Câmara de Poços recebe até 2 de dezembro uma exposição em alusão ao Novembro Azul, organizada pela Associação Lenços ao Vento. A mostra tem como objetivo principal alertar a respeito do câncer de próstata e da importância de um diagnóstico precoce. A abertura aconteceu na última terça-feira (22), com a presença de vereadores, da presidente e fundadora da associação Patrícia Gil e do médico urologista Dr. Alcides Mosconi Neto.
           
O Novembro Azul é um movimento de conscientização para o controle do câncer de próstata. Foi criado no início de 2003, na Austrália, e busca convencer o público masculino a fazer o exame preventivo. Uma preocupação comum em relação a esse tipo de tumor é que ele é silencioso e, no Brasil, segundo dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer), um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata.
           
A exposição na Câmara traz cartazes informativos sobre este tipo de câncer, fotos e minibiografias de homens diagnosticados com a doença e que foram acolhidos pela entidade Lenços ao Vento. “São fotos de pacientes que a instituição acolhe e cuida, além de alguns dados e curiosidades relevantes à respeito da incidência do câncer de próstata no país”, disse Patrícia Gil.
           
Patrícia falou, ainda, sobre a importância do tema da exposição. “Mais uma vez, a Associação Lenços ao Vento está na Câmara para tratar sobre suas causas, promovendo a conscientização em relação à saúde. Uma das nossas missões é sempre levar informação de qualidade e conteúdo para a população, para que esta possa cada vez mais utilizar dos meios possíveis para ter uma boa qualidade de vida com a saúde em dia. Convidamos toda a população a comparecer no saguão da Câmara e aprender um pouco mais sobre a saúde.”
           
O médico Alcides Mosconi alertou sobre as medidas necessárias para os homens de meia-idade. “Indicamos que todos os homens façam o exame preventivo em relação ao câncer de próstata. Quem tem casos desta doença no histórico familiar deve iniciar tais exames aos 45 anos, assim como os afrodescendentes, público mais propenso. Para os demais, os exames devem começar a ser feitos a partir dos 50 anos de idade, pois quando o diagnóstico do câncer de próstata é feito ainda em suas fases iniciais, têm-se em torno de 90% de chance de cura. Infelizmente, ainda existe um certo preconceito relacionado ao exame de toque, mas a cada ano que passa, através do trabalho da imprensa e esforços de conscientização, esse preconceito diminui. O necessário é informar devidamente a população, para que esta tenha uma boa qualidade de vida”, comentou.
           
Regina Cioffi também destacou a importância da pauta. “Essa ideia partiu de um problema que, infelizmente, estamos vivendo em grande escala, que é a questão do câncer, e que, com a pandemia, houve uma postergação por parte das pessoas para procurar diagnósticos a partir de exames, como o de toque retal. Isso elevou muito as estatísticas de câncer de próstata em estágio avançado, que requer cirurgia mutiladora e pode trazer problemas como impotência, incontinência urinária ou até levar o paciente a óbito. Na minha visão, a Câmara tem sempre que participar desses projetos de conscientização relacionados à saúde, nesse caso chamando a atenção dos homens para fazer os devidos exames preventivos e ter uma boa qualidade de vida”, declarou.
           
A legisladora pontuou sobre o preconceito relacionado ao exame de toque e a necessidade de falar sobre outros tipos de câncer que acometem o público masculino. “A cultura dos homens em relação ao diagnóstico precoce do câncer de próstata tem melhorado muito, mas ainda temos 66 mil casos de câncer de próstata por ano no Brasil, com muitos óbitos. O câncer de próstata é o mais prevalente, mas eu ainda queria falar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de testículo, de epidídimo, de pênis, entre outras doenças que precisam ser tratadas e discutidas pela população.”
           
As visitas à exposição podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 12 às 18h, no saguão de entrada da Câmara.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.