04/11/2022 às 15h17min - Atualizada em 04/11/2022 às 15h17min

Serviço de atendimento a pacientes com câncer de boca da UNIFAL-MG será reproduzido em outras localidades do Brasil

FONTE: Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG - FOTO: Arquivo/Dicom
Prof. João Adolfo Hanemann, um dos pesquisadores do projeto, em atendimento na Clínica de Estomatologia, conhecida por ser um centro de referência para prevenção, diagnóstico e tratamento das lesões do complexo bucomaxilofacial
c 
Projeto é reconhecido como experiência inovadora de sucesso
 
O atendimento prestado pela UNIFAL-MG a pacientes com lesões bucais, decorrentes do tratamento oncológico no Serviço de Oncologia do Hospital da Santa Casa de Alfenas, recebeu reconhecimento nacional e também no estado de Minas Gerais como experiência de sucesso e de inovação para melhorias das condições de saúde bucal da população, no mês de outubro. 
A visibilidade em âmbito nacional se deu por meio da seleção do projeto de extensão “Assistência aos pacientes com lesões bucais decorrentes do tratamento oncológico no Serviço de Oncologia do Hospital da Santa Casa de Alfenas” para compor o Laboratório de Inovação em Saúde para a Política Nacional de Saúde Bucal - Brasil Sorridente. O serviço desenvolvido pela equipe da UNIFAL-MG - liderada pela professora do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), Lívia Maris Ribeiro Paranaíba Dias, em parceria com a professora Carine Ervolino de Oliveira (ICB); e pelos professores da Faculdade de Odontologia (FO), João Adolfo Costa Hanemann e Leonardo Amaral dos Reis -, foi uma das sete propostas escolhidas dentre 102 submetidas ao edital lançado pelo Ministério da Saúde e a Organização Pan Saúde/Organização Mundial da Saúde no Brasil (OPAS/OMS).
 
“A ideia central é dar visibilidade a iniciativas de âmbito local, para que estas possam ser reproduzidas em outros lugares, melhorando o desempenho do SUS”, explica a professora Lívia Dias. Conforme a coordenadora, as sete experiências do Laboratório de Inovação em Política Nacional de Saúde Bucal - Brasil Sorridente serão reconhecidas publicamente como inovadoras pelo Ministério da Saúde e pela Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil, em seminário a ser realizado em dezembro. “As experiências participarão de lives e receberão visitas técnicas in loco para sistematização do conhecimento”, conta.
 
No dia 21/10, a coordenadora também esteve em Belo Horizonte para receber o “Prêmio Professor Edgard Carvalho Silva”, concedido pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO-MG). O projeto extensionista conquistou o terceiro lugar como uma das experiências de sucesso voltadas para melhorias das condições de saúde bucal, dentre as 18 propostas elegíveis de ações e programas nas áreas da Patologia oral e Estomatologia em Minas Gerais, submetidas ao edital. 
“A nossa equipe está muito feliz e honrada pelas premiações e isso é fruto de um trabalho intenso, com muita persistência e consistência da equipe como um todo”, afirmou a professora Lívia Dias. Para ela, o destaque do projeto consolida o trabalho que a equipe vem desenvolvendo junto à comunidade de Alfenas. “Essas premiações, em âmbito estadual e nacional, representam um reconhecimento profissional importante para nós e reforçam que estamos trabalhando no caminho certo para melhorar a assistência odontológica da nossa região, através de uma proposta inovadora e totalmente exequível para outros municípios de interesse”, argumentou.
Segundo a coordenadora da iniciativa, o reconhecimento também possibilita maior visibilidade para o grupo, o que pode contribuir para conquistar mais fomento para as ações. “Esperamos, como contrapartida, que fomento e incentivos sejam alcançados junto à UNIFAL-MG”, conclui. 
 
O PROJETO - O projeto de extensão “Assistência aos pacientes com lesões bucais decorrentes do tratamento oncológico no Serviço de Oncologia do Hospital da Santa Casa de Alfenas” atende pacientes acometidos por complicações orais decorrentes do tratamento oncológico, de qualquer idade, raça e ambos os sexos, do município de Alfenas e da microrregião do sul de Minas.
Além de atender a pacientes no Ambulatório de Oncologia e também em leito no Hospital da Santa Casa de Alfenas, a equipe também presta suporte na Clínica de Estomatologia da Faculdade de Odontologia, para o tratamento e acompanhamento dos casos mais graves ou aqueles que necessitam de intervenções odontológicas mais especializadas, como exames imaginológicos, cirurgias, entre outros.
Os pesquisadores também incorporaram ao projeto a Teleconsultoria Odontológica, da qual participam discentes (cirurgiões-dentistas) matriculados no Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas e/ou Ciências Odontológicas, ambos da UNIFAL-MG. A teleconsultoria, também coordenada pela professora Lívia Dias, é realizada de forma remota, utilizando um aplicativo de smartphone que faz uma videochamada entre o docente responsável e os discentes, que estão junto ao paciente. Os procedimentos têm caráter simples como orientação do caso, aplicação de laserterapia, prescrição de medicamentos, entre outros, porém sempre com a condução do caso pelo docente responsável.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.