28/10/2022 às 17h47min - Atualizada em 28/10/2022 às 17h47min

Exposição “Sobre Poços” celebra os 50 anos do Museu Histórico e Geográfico e sesquicentenário da cidade

FONTE E FOTOS: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
c 
Duas histórias que se cruzam. Em 28 de outubro de 1972, era inaugurado o Museu de Poços de Caldas. A cerimônia presidida pelo então prefeito Ronaldo Junqueira dava início à Semana Comemorativa do Centenário de Poços e à história do Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas - MHGPC.
 
Para comemorar os 150 anos de Poços de Caldas e os 50 anos do Museu, tem início nesta sexta-feira, exatamente 28 de outubro de 2022, a exposição “Sobre Poços”. A mostra mescla a história de Poços de Caldas nas comemorações do centenário da cidade, em 1972, e o início da trajetória do Museu. 
 
A narrativa é construída através de imagens, objetos e documentos. O visitante terá a oportunidade de ver fotos selecionadas da coleção de José Ranauro, que mostram o desenvolvimento da cidade e objetos de uso cotidiano como pratos, copos e xícaras comemorativos do centenário. Destaque do registro é a contribuição da população poços-caldense, que participou na construção do acervo do MHGPC, o que pode ser acompanhado nos recortes dos jornais locais, como o “Diário de Poços”.
 
“Conseguimos reunir peças pintadas a mão que mostram com detalhes as vistas de nossa cidade e o talento das pessoas da época”, destaca a coordenadora do Museu Histórico e Geográfico, Marina Andrade (foto). “O visitante ficará encantado também com a coleção de lembrancinhas de Poços de Caldas, como por exemplo, as flâmulas e os cristais de murano”, completa. 
 
A exposição conta com peças do acervo do MHGPC, dos colecionadores Abel Barzagli e Padre Claudemir Canela e da Prefeitura de Poços de Caldas. A curadoria da exposição é de Antônio Carlos Rodrigues Lorete, que também dispôs do seu acervo pessoal para a exposição.  
 
Museu Histórico de Poços de Caldas
Parece que foi ontem, não é? Essa frase faz sentido quando o assunto é o Museu e os seus 50 anos de história. A ideia da criação partiu do então presidente da Associação Sul Mineira de Imprensa, Limercy Forlin, e também de Caio Augusto de Faria Lobato, Nini Mourão Davis e da museóloga Nilza Botelho Megale, responsáveis por materializar a ideia do museu, sendo considerados seus fundadores. Também contribuíram para o museu o engenheiro Resk Frayha, Emma Navarra, Limercy Forlin e Decio Alves de Morais. Os três últimos como coordenadores de folclore, fotografia e imprensa, respectivamente. Todos profissionais renomados na região.
 
O primeiro local de funcionamento foi no Country Club. O Museu contava com acervo doado pela população poços-caldense, que queria contribuir com o registro da história da cidade. Durante 24 anos recebeu em suas salas um grande número de visitantes de Poços e região, unindo turismo, educação, lazer e a cultura local em um só lugar. 
 
Em 1996, a história começa a mudar. O MHGPC recebe o convite para ocupar um dos prédios mais icônicos da cidade: a Villa Junqueira. O casarão rosa, como é conhecido hoje, passou por processo de restauração e reforma dentro do projeto “Centro Vivo”, na gestão do prefeito Luiz Antônio Batista
 
Em sua nova sede, o Museu segue oferecendo aos seus visitantes uma opção acessível de turismo, lazer, educação e cultura em um só lugar. Para a coordenadora, a missão do MHGPC é democratizar o acesso à cultura como um todo, através do seu acervo. “Isto se dá através do auxílio a pesquisadores em sua busca por informações históricas e pelo atendimento aos estudantes de escolas da cidade e região em visitas guiadas. Recebemos eventos de pequeno porte, como apresentações de música, exposições fotográficas e lançamento de livros, que contribuem para a produção cultural da cidade. Além disso, focamos em usar as atuais formas de se comunicar com o público, como nosso instagram @museudepocosdecaldas”, informa Marina Andrade.
 
Desta forma, o Museu amplia sua função, atuando na preservação da memória da região através do seu acervo e contribuindo para o desenvolvimento e formação cultural, através das pesquisas, interações virtuais e visitas monitoradas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.