31/08/2022 às 14h50min - Atualizada em 31/08/2022 às 14h50min

Instituto A e seu olhar aos autistas

FONTE E FOCO: Tatiane Toledo
C 
OUTROS CAMINHOS: a diversidade e a peculiariade dos AUTISTAS pedem novos olhares! Este será o tema do bate-papo desta quarta, 31/08, entre Camila Nogueira, Coordenadora do Instituto A em Poços de Caldas – MG e a Jornalista Científica Tatiane Toledo.
 
O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é a designição atual para um conjunto de transtornos do neurodesenvolvimento cujas principais características diagnósticas são: dificuldade de interação social, dificuldade com o processo de linguagem e comunicação (verbal e não verbal) e esteriotipias comportamentais incluindo os maneirismos motores (movimentos repetitivos). Dada a neurodiversidade do TEA, discussões ainda mais recentes já questionam esta nomenclatura. Cogita-se agora o uso da terminologia AUTISMOS, corroborando as palavras de Camila Nogueira, Coordenadora do Instituto A em Poços de Caldas, quando diz que “Para cada autista temos um autismo diferente”.
 
Camila Nogueira, é a convidada do Momento CIENTIFIQUE desta semana. Você pode acompanhar e participar deste bate-papo no Instagram da CIENTIFIQUE (www.instagram.com/quevocecientifique) nesta quarta 31 de agosto a partir das 7:07h da noite.
Em Poços de Caldas - MG, o Instituto A (um Centro de Covivência sem fins lucrativos) orienta e conecta atualmente 173 famílias de autistas, além de atuar no desenvolvimento destas crianças e adolescentes (@institutoa.ong). Segundo Camila, vivenciar as dificuldades diárias de se criar uma criança autista, “ouví-la” após conhecer sua forma de se comunicar, e observar outras mães (via de regra são elas que se dedicam à criação de seus filhos TEA), fez com que ela mudasse sua forma de ver e pensar o autismo. Principal motivo para que o Instituto A esteja vinculado à Promoção Social, e seja estruturado em 3 núcleos: ACOLHIMENTO (núcleo das mães, acolhimento das famílias que receberam o diagnóstico de autismo), APOIO (promoção social dos autista entre si e com a sociedade) e AUTISMO (cursos e palestras focados nos AUTISTAS, muito mais do que no AUTISMO – núcleo que gera renda para a Instituição).
 
A Imagem ao lado ilustra algumas das ações e atividades realizadas pela Equipe do Instituto A. Em (A) o Projeto Borboleta Azul que acontece em parceria com o Instituto Sítio do Lobato também situado em Poços de Caldas – MG (para saber mais sobre o Instituto Sítio do Lobato acesse: www.institutositiodolobato.org ). Em (B) Representatividade junto ao Conselho das Pessoas com Deficiência de Poços de Caldas – MG; em (C) uma confraternização no Dia Mundial da Conscientização sobre o Autismo, celebrado em 2 de abril e em (D), famílias carrendo ovos de chocolate na Campanha de Páscoa.T
Dentre as linhas de atuação do Instituto A está em implantação o importante trabalho de Inclusão Produtiva das mães TEA. Camila ressalta o quão importante é o suporte e apoio às mães destas crianças e adolescentes. Quem dá suporte a elas? Grande parte delas só existe como “mãe de autista”, numa simbiose dolorosa entre mães e filhos, uma dependência mútua de existência.
Com o aumento crescente dos diagnósticos mundiais de autismo, precisamos dar contínua visibilidade para que entidades como o Instituto A, sejam cada vez mais conhecidas e possam amparar essas crianças e adolescentes TEA, assim como seus familiares. Para conhecer um pouco mais sobre o Instituto A em Poços de Caldas – MG, acesse www.institutoa.org ,acompanhe suas redes sociais e não deixem de participar da nossa LIVE. Não perca !
 
CURTA I SIGA I COMENTE I COMPARTILHE. "Seja um elo na corrente da informação"
 
O quadro Momento CIENTIFIQUE, que ocorre na forma de LIVES semanais no Instagram da CIENTIFIQUE – educação e ciência comunicada, é uma iniciativa voluntária de divulgação científica conduzida pela Jornalista Científica Tatiane Toledo (Farmacêutica bioquímica, Mestre em Genética, Doutora em Biologia Celular e Molecular, Diretora da CIENTIFIQUE).
“Recebo especialistas e pesquisadores brasileiros, atuando aqui ou no exterior, para um bate-papo. Uma via de mão dupla. Levamos informação de qualidade às pessoas, e abrimos uma janela para aumentar a visibilidade destes profissionais para além dos muros das Universidades e Centros de Pesquisa, principalmente. O Universo Ciência ao alcance de todos. Afinal, todos nós fazemos parte dele.” – Tatiane Toledo.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »