29/08/2022 às 13h43min - Atualizada em 29/08/2022 às 13h43min

Clube de assinatura de livros escritos por mulheres atinge 20 estados brasileiros em menos de 6 meses de existência

C 
Obras de grandes autoras contemporâneas fazem parte da curadoria de livros que são entregues, todos os meses, na casa dos assinantes, em todos os cantos do Brasil
 
Ao longo da história, as escritoras foram menos publicadas, divulgadas e premiadas. Quer uma prova? Separe as obras escritas por homens das escritas por mulheres na sua estante de livros. Percebeu a desproporção? O mesmo acontece nas livrarias, bibliotecas, nas listas de livros a serem lidos para os principais vestibulares do país. E isso não tem nada a ver com a qualidade da escrita. É um reflexo do que acontece em vários outros aspectos da sociedade.
Há milhares de boas histórias já criadas por mulheres e outras tantas a serem escritas. Histórias para serem lidas por quem deseja viver em um mundo mais equilibrado, com espaço para narrativas diversas e inclusivas. É essa a missão da Amora Livros, um clube de assinatura lançado em março deste ano pelos empreendedores Maria Ignacia Sturam, Fernanda Ávila, Patricia Papp e Vicente Frare, que faz uma curadoria especial de literatura contemporânea produzida por mulheres no Brasil e no mundo.
 
Todos os meses, os assinantes recebem em casa uma caixinha com um livro surpresa escrito por uma autora contemporânea, além de um minilivro com um conto inédito de uma autora estreante selecionada para o projeto Pé de Amora e algumas “amorices”: surpresinhas especiais como marca-páginas, adesivos, tag de porta e postal colecionável. Em menos de 6 meses desde sua criação, a Amora já alcançou assinantes em 20 estados brasileiros. 
 
“Para escolher os livros que compõem a nossa curadoria, lemos centenas de obras, investigamos prêmios e festivais, ouvimos autoras que respeitamos, trocamos ideias com editoras, agentes literários e especialistas. Construímos uma lista muito especial do que melhor vem sendo produzido por autoras vivas no Brasil e no mundo. Obras excepcionais, de escritoras conceituadas, que vão trazer novas visões, muitas aventuras, despertar reflexões e mexer com a emoção de leitoras e leitores. Queremos ser aquela livreira amiga, que te pega pela mão e indica obras que vão despertar ainda mais a sua paixão pelos livros”, explica Fernanda Ávila.
 
Entre as autoras já selecionadas para integrar a caixinha da Amora estão Marcela Dantés, com o livro “Nem Sinal de Asas”, finalista do Prêmio Jabuti, na categoria Romance Literário, e do Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria Melhor Romance de Estreia; a escritora franco-marroquina Leila Slïmani, que já vendeu mais de 600 mil títulos no mundo; e a catalã Milena Busquets, com o livro “Isso também vai passar”.
 
Mais informações no perfil oficial do clube no Instagram (amoralivros_brasil).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »