25/08/2022 às 14h07min - Atualizada em 25/08/2022 às 14h07min

Exposição na Câmara celebra “60 anos da Psicologia como profissão no Brasil”

FONTE E FOTOS: Assessoria de Imprensa da Câmara de Poços de Caldas
c 
Na última terça-feira (23) ocorreu no saguão de entrada da Câmara de Poços a abertura da exposição “60 anos da Psicologia como profissão no Brasil”, idealizada pela vereadora e psicóloga Luzia Martins (PDT), em parceria com os cursos de Psicologia da Faculdade Pitágoras e PUC Poços de Caldas. O objetivo da mostra é apresentar historicamente, através de textos e imagens, a psicologia como ciência e profissão, mostrando algumas das possíveis áreas de atuação de um profissional da área. A curadoria é da psicóloga Isadora Conti e as imagens são da educadora social e fotógrafa Michelle Veloso.
 
Luzia Martins ressaltou a importância da exposição e, sobretudo, da área da Psicologia para a população. Ela lembrou que as comemorações dos 60 anos fazem parte de uma agenda nacional, sendo que os Conselhos Regionais de Psicologia estão estimulando uma celebração. Para a vereadora, Poços não poderia ficar fora desses eventos. “Diante da importante contribuição da Psicologia, das psicólogas e psicólogos, nas agendas das políticas públicas, na promoção, defesa e garantia dos direitos humanos, nas pautas de humanização das cidades e inclusão social, buscamos construir junto ao Conselho Regional de Minas Gerais, na pessoa de Antônio Coquito e Cláudia Espósito, mais as faculdades locais, algo que pudesse contextualizar essa trajetória.”
           
PSICÓLOGOS NAS ESCOLAS - A parlamentar destacou uma recente conquista na área da Educação, que foi a regulamentação, em âmbito municipal, da Lei Federal n. 13.935, que dispõe sobre a prestação de serviços de psicologia e de serviço social nas redes públicas de educação básica. “Essa lei, que foi aprovada no âmbito federal e regulamentada no âmbito municipal, é muito importante, porque a presença dos psicólogos nas escolas já era necessária antes da pandemia, sendo que, nesse período pós-pandêmico, após o afastamento das crianças e adolescentes do ensino presencial por mais de um ano, se torna fundamental”, disse.
A vereadora salientou, ainda, a satisfação em ouvir da secretária de Educação, Maria Helena Braga, a notícia de cumprimento da lei. “Fiquei feliz em ouvir a notícia de que a pasta já está se articulando para inserir os psicólogos e assistentes sociais nas escolas, pois esses profissionais têm uma perspectiva muito ligada ao cuidado e à proposição de políticas públicas que considerem a saúde mental de todos.”
 
As visitas à exposição podem ser feitas até 31 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 12 às 18h.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »