17/08/2022 às 16h25min - Atualizada em 17/08/2022 às 16h25min

Projeto “Conexões Ancestrais” leva apresentação de Nego Moura e Os Camarás para IF Sul de Minas e Unifal e traz discotecagem na Pista de Skate da Zona Sul

FONTE: Pri Rennó - FOTO: Divulgação
c 
O projeto “Conexões Ancestrais”, visando a valorização do povo brasileiro em toda a sua diversidade, desmistificando preconceitos que ainda permeiam a sociedade, em especial os ligados às religiões de matriz africana, tem como objetivo a circulação de shows e bate-papos para reflexão e divulgação do recém lançado álbum ‘Camará’.
 
Para além dos shows, Nego Moura conduzirá uma roda de conversa com a ativista, professora e escritora Maria José de Souza (Tita) e com Thais Costa, pesquisadora e diretora do Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rei. Um momento de reflexão com jovens e adultos sobre a sociedade que vivemos, buscando quebrar toda e qualquer forma de preconceito, principalmente aqueles considerados minorias, mas não necessariamente em quantidade, como pretos, pobres, mulheres, LGBTQIA+, entre outros, além de temas voltados para a propagação de conhecimento sobre ideologias de matrizes africanas e preservação da cultura afro-brasileira.
 
As ações serão realizadas com estudantes e colaboradores no IF Sul de Minas, no dia 29/08, e na Unifal, no dia 06/10. Além das apresentações nas universidades, para fortalecimento da proposta “Conexões Ancestrais”, será realizada na Pista de Skate da Zona Sul, nesta sexta-feira, dia 19/08, às 16h30, discotecagens com a presença de toda equipe da Camará Records, para fortalecimento do projeto e divulgação do álbum ‘Camará’.
 
As ações preveem o fortalecimento do trabalho autoral de Nego Moura, além de trazer referências da música afro-brasileira, com uma pegada dançante para se tornar um atrativo cultural para a população local, visando a valorização da expressão da diversidade cultural afro-brasileira. O objetivo também é garantir a promoção de uma nova geração de artistas e ampliar o diálogo e o interesse sobre a cultura afro-brasileira, assegurando meios de preservação de tradições, instigando o conhecimento, o resgate de valores culturais e a responsabilidade cidadã.
 
Nego Moura está na Grande final do Prêmio de Música das Minas Gerais
 
No último sábado, dia 13 de Agosto de 2022, Nego Moura e Os Camarás foram selecionados para a grande final da 9ª edição do Prêmio de Música das Minas Gerais, com a música “Reafricanizar”, de autoria de Allisson Paulo Vieira e Bruna Mota Fanuchi. A classificatória aconteceu no Teatro Benigno Gaiga - Espaço Cultural da Urca e contou com a apresentação de 12 selecionados, que disputaram a classificação para a grande final do prêmio que acontecerá no Sesc Palladium, em Belo Horizonte, no dia 02 de setembro deste ano.

Além de Nego Moura e Os Camarás, foram classificados o grupo Guaimbê, com a música “Mar de Algoroba”, também de Poços de Caldas, e a banda Pássaro Vivo, de Patos de Minas, com a música “Aboio”.
 
A próxima classificatória será realizada em Uberlândia, de onde serão selecionados mais 3 artistas/grupos que disputarão a final em Belo Horizonte com mais 12 participantes, totalizando 15 finalistas, entre eles, Nego Moura e Os Camarás. A premiação para os 15 finalistas consistirá na participação de uma faixa (da composição classificada) para o CD digital que será criado para a edição do Prêmio de Música das Minas Gerais 2022, além de premiação para as 3 melhores composições.
 
Siga Nego Moura e Os Camarás nas redes sociais:
Instagram: @negomoura e @os.camaras.music

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »