Brand-News Publicidade 1200x90
31/05/2022 às 15h33min - Atualizada em 31/05/2022 às 15h33min

Dia do Aeroporto: Aparecida de Goiânia pode ser a nova aerotrópole do Brasil

FONTE: Anderson Costa - [email protected] - FOTO: Divulgação
Perspectiva do Antares Polo Aeronáutico, aeroporto público privado que contará com uma ampla infraestrutura voltada para os serviços de aviação
C 
Com polo aeronáutico em construção, cidade goiana ganhará nova cadeia econômica e dinamizará as que já existem
 
Nesta terça-feira, 31 maio, celebramos o Dia do Aeroporto, esse equipamento urbano que num mundo globalizado como o que temos hoje, ganha especial importância como vetor de desenvolvimento urbano e econômico. Não é à toa que temos atualmente muitos municípios brasileiros querendo receber o título de aerotrópole, termo usado para classificar cidades que se desenvolvem de forma integrada e em sinergia com aeroportos.

Um desses municípios candidato a ser uma aerotrópole é Aparecida de Goiânia, município goiano localizado privilegiadamente no centro do país e que já tem entre suas principais vocações econômicas a indústria e os serviços de logística. Até 2024, a cidade deve contar com o início das operações do maior polo aeronáutico do Centro-Oeste, o Antares Polo Aeronáutico. O mega empreendimento, capitaneado pelas empresas goianas Tropical Urbanismo, Innovar Construtora, CMC Engenharia, BCI Empreendimentos e Participações e a RC Bastos Participações, prevê investimentos da ordem de R$ 100 milhões e ocupará uma área de 209 hectares. Além de um aeroporto público privado para receber aeronaves de pequeno, médio e grande porte, o Antares contará com uma ampla infraestrutura voltada para os serviços de aviação, como hotel executivo, hangares, heliponto, terminal de passageiros, restaurante, áreas para carga e descarga, estacionamento para aeronaves e hangares para empresas de manutenção e de logística.

De acordo com o incorporador e um dos sócios do empreendimento, Rodrigo Neiva, antigamente as cidades surgiam em torno de polos ferroviários e portos, isso quando a maior parte da economia era alimentada pelos modais ferroviário e marítimo. À medida que o frete aéreo ficou mais econômico, os aeroportos se tornaram cada vez mais atraentes para depósitos e fabricantes, e assim uma ampla cadeia produtiva surge em torno desse tipo de equipamento urbano. “Quando surgiram as viagens aéreas, os aeroportos eram construídos longe da cidade, onde havia terrenos de baixo custo e os aeroportos não trariam barulho para os moradores, ou seja, eram isolados de centros comerciais. Hoje as aeronaves e os próprios aeroportos lançam mão de normas de segurança e de tecnologias que reduzem muito esse impacto. Hoje um aeroporto é muito mais do que só uma pista, balcões de check-in e portões de embarque, é uma infraestrutura preparada para a integração ao meio urbano”, destaca Neiva.
 
Se depender da prefeitura de Aparecida de Goiânia, onde o Antares está sendo construído, a cidade receberá sim o título de nova aerotrópole do Brasil. Para André Luíz Rosa, secretário municipal da Fazenda, um aeroporto de grande porte, não só traz uma nova e promissora cadeia econômica para o município, mas também dinamiza as que já existem. “Teremos um polo de serviços aeronáuticos que irá gerar receita tributária para o município, que também atrairá uma mão de obra altamente qualificada, que por sua vez demandará uma rede de serviços igualmente qualificada. Portanto, um aeroporto desse porte cria um efeito em cadeia muito positivo para a cidade. Ou seja, o município ganha e muito”, destaca o secretário.
 
Conforme os empreendedores responsáveis pelo Antares, o polo aeronáutico irá gerar mais de 3 mil postos de trabalho, a maioria ligados à aviação civil. “Porém, estimamos que o número de empregos indiretos seja ainda maior, porque além de toda a sua infraestrutura operacional, o polo irá atrair uma enorme infraestrutura de apoio o que envolve hotéis, restaurantes e indústrias, em especial aquelas ligadas à manutenção aeronáutica”, acrescenta o empresário Marcos Bernardo, também sócio do empreendimento.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.