27/04/2022 às 16h09min - Atualizada em 27/04/2022 às 16h09min

Parque do Palácio abre as portas ao público nesta quarta-feira (27/4)

FONTE: GOVERNO DE MINAS - SEC. GERAL - Sup. Central de Imprensa a.imprensa@governo.mg.gov.br - FOTOS: Marco Evangelista / Imprensa MG
C 
Visitantes poderão ver a exposição “Esculturas no Parque”, de Amilcar de Castro, além de desfrutar da ampla área de lazer com vista para a Serra do Curral
 
Moradores de Belo Horizonte (MG) e turistas mineiros já podem usufruir de um novo destino cultural: o Parque do Palácio abre as portas ao público a partir desta quarta-feira (27/4). Localizado no Palácio das Mangabeiras, que foi residência oficial dos governadores de Minas Gerais desde a década de 1950 até o início da gestão do governador Romeu Zema, o espaço oferece uma grande área de lazer, além de experiências artísticas, culturais e gastronômicas em meio aos jardins projetados por Burle Max e uma linda vista para a Serra do Curral.
 
“Trazemos a proposta de unir arte, natureza, boa mesa a um patrimônio histórico, arquitetônico e paisagístico singular de Belo Horizonte, onde o visitante poderá se sentir seguro e revigorado, vivenciando as atrações que farão parte da programação. A primeira delas é a exposição de Amilcar de Castro, um dos maiores artistas mineiros de todos os tempos e um dos mais significativos da arte brasileira do século 20”, destaca o gestor do espaço, João Grillo.

A exposição “Esculturas no Parque”, aprovada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, conta com o patrocínio da Gerdau, Detronic e Divinal Vidros, e reúne 20 esculturas de grande porte - entre quatro e sete toneladas - distribuídas em uma área de 4 mil m2 nos jardins do Palácio. São obras de corte e dobra feitas em aço e esculturas de corte também em aço, cedidas em sua maioria pelo acervo do Instituto Amilcar de Castro, além de outras menores, divididas em três pavilhões, com a curadoria de João Grillo.

Situado ao pé da Serra do Curral, no bairro Mangabeiras, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, o Palácio das Mangabeiras tem, além dos jardins, uma ampla estrutura com salões, quartos e cinema, distribuídos em 42 mil m2 de área. A ideia é que, como Parque do Palácio, ele vire parte dos roteiros turísticos e uma das principais atrações da cidade.

Em 2021, sediou a CASACOR Minas Gerais, reconhecida por contribuir com o resgate à cultura através da recuperação e restauração de diversos patrimônios históricos e por gerar visibilidade e acessibilidade a empreendimentos tombados. O evento já é atração confirmada para 2022 no Parque do Palácio, e ocupará uma nova área ainda não conhecida do público do evento, de maneira a não interromper o funcionamento do parque.

GESTÃO - A gestão do Parque do Palácio está a cargo da empresa MultiCult Promoções, por meio de acordo de parceria com a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e Malab Produções.
Desde 2019, o Palácio das Mangabeiras está cedido por convênio à Codemge. A determinação partiu do governador Romeu Zema, que, com o objetivo de implementar ações que agregassem eficiência na administração do espaço, melhor aproveitamento do imóvel e boa gestão dos recursos públicos, abriu mão de residir no local e arca com as próprias despesas de moradia na capital mineira. A Multicult é a atual gestora do espaço e responde pelos gastos com manutenção, entre outros.
 

SERVIÇO:
Parque do Palácio
Abertura ao público: 27/4/2022 (quinta-feira)
Funcionamento: de quarta-feira a domingo, das 8h às 18h | exposição vai até 12/6
Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Entrada franca às quartas-feiras mediante retirada de ingresso sympla.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp