26/04/2022 às 16h19min - Atualizada em 26/04/2022 às 16h19min

Flipoços Virtual terá cerca de 120 convidados

FONTE: Jesuane Salvador - engenhodec@gmail.com - FOTO: Divulgação
Toda a agenda do Flipoços Virtual pode ser acessada pela plataforma www.flipocos.com


Evento tem início nesta quarta-feira (27) e segue até 1º de maio
 
Ampliando fronteiras e oferecendo a possibilidade de participação do público de qualquer parte do mundo a uma programação cultural intensa, o Festival Literário Internacional de Poços de Caldas - Flipoços Virtual 2022 recebe, este ano, cerca de 120 convidados priorizando grandes nomes da literatura de língua portuguesa e promovendo ações que incentivam a produção literária independente. O evento acontece de 27 de abril a 1º de maio, com mesas-redondas de acesso gratuito e online, além de ações com a presença de público e uma grade especialmente destinada ao público infantil. Toda a agenda pode ser acessada pela plataforma www.flipocos.com
 
Ao todo, serão mais de 60 mesas, trazendo temas como: "A pandemia como lugar para a escrita", com Maria Dolores, Cris Cortês e Elisângela Fialho; "Da negação ao despertar: Ensinamentos da Monja", com Monja Coen; “O neocolonialismo à espreita”, com o economista e professor Marcio Pochmann e o professor Emir Sader; "Caminhos da autodescoberta", com Ju Cirqueira e Gui Pintto; “Falando sobre contos de fadas e histórias clássicas", com Rui de Oliveira, com mediação de Raquel Matsushita; e a mesa “Esperança Feminista”, com duas das principais vozes do feminismo brasileiro, Debora Diniz e Ivone Gebara, com mediação da escritora Marcia Tiburi. Outro tema palpitante, a escravidão, será abordada de forma diferente através da Poesia, na antologia recém-lançada pela Editora Record do escritor Alexei Bueno no livro “A escravidão na poesia brasileira - Do século XVII ao XXI”.
 
A curadoria compartilhada com editoras parceiras do Flipoços Virtual, traz um ecletismo de temas e assuntos, características da essência do Festival desde sempre. Para a curadora Gisele Corrêa Ferreira, o formato no virtual também mantém esse viés. “Nosso objetivo principal sempre foi o de oportunizar a todos acesso facilitado aos livros e autores, acreditamos que esse modelo inovador, que lançamos em 2020, consolida ainda mais nosso Festival como um importante instrumento democrático à literatura”, disse.
 
Em iniciativa inédita, o evento promove, ainda, o 1º Prêmio Literário a Escritores Independentes, que reconhecerá trabalhos em língua portuguesa advindos de qualquer parte do país, e dedica premiação especial aos escritores sul mineiros.
 
Comemorando 17 anos, o Flipoços acontece com uma edição online no primeiro semestre, e uma edição presencial no segundo. Para o Flipoços Virtual, o intuito é valorizar a pluralidade da produção intelectual e artística, com temática livre, mas privilegiando editoras, autores, livros, lançamentos e o público, além de trazer à luz discussões em torno das mudanças na realidade contemporânea e das novas formas de viver, pensar e agir nestes tempos.
 
O Festival Literário Internacional de Poços de Caldas conta com o patrocínio da Alcoa, através da Lei de Incentivo à Cultura Federal, Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo à Cultura, e é uma realização da GSC Eventos Especiais, Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo. Patrocínio especial das editoras Record, Sextante, Rocco, Oficina Raquel, Planeta, Kindle KDP, Martins Fontes, Edições Sesc São Paulo, Rota Imaginária, Colli Books, Madrepérola e Piraporiando. Apoio Cultural da União Literária de Minas Gerais e Comitê Poços Literária. Mais informações em www.flipocos.com ou pelo telefone (35) 3697 1551.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp