25/03/2022 às 17h10min - Atualizada em 25/03/2022 às 17h10min

Fragmentadas: livro reúne narrativas de escritoras de Poços de Caldas

FONTE E FOTO: Jéssica Balbino
c 
Obra foi sonhada há bastante tempo e construída por muitas mãos e processos
 
O livro “Fragmentadas - Narrativas Contemporâneas” tem lançamento neste domingo (27), às 17h, em Poços de Caldas e conta com a participação de diferentes mulheres. As escritoras farão uma roda para conversar sobre o envolvimento de cada uma neste processo e também serão convidadas para ler as suas narrativas que compõem a coletânea e a celebração de uma conquista neste sentido.
Este foi um projeto pensado e elaborado por mulheres envolvidas com arte, cultura e educação em Poços de Caldas. Leila Vilhena e Francielle Rezende trabalharam juntas nesse projeto - que foi aprovado no edital de Poços - Lei Aldir Blanc -, na edição, produção e também como artistas.

A proposta foi a produção de uma coletânea literária que valorize, divulgue e compartilhe a escrita de mulheres poços-caldenses, dando especial atenção a novos talentos, procurando ao máximo a diversidade não só de linguagens, passando pela poesia, crônica e contos, como também pela variedade de realidades e vivências. Por isso foram convidadas mulheres escritoras de muitas cores, corpos e localizações no intuito de se ter uma representatividade de realidades, que são diferentes e impactam de maneira significativa as experiências de cada uma.
Neste sentido, participaram como escritoras: Leila Vilhena, Francielle Rezende, Renata Augusta Marques Couto, Lídia Kellen Eugênio, Poliana Magalhães Oliveira, Maria Izabel Lopes da Costa, Thábata, além das convidadas Marcelle Móras e Paula Azevedo de Ávila. As ilustrações são da arquiteta e artista Karen Brans Venturelli e o design e revisão de Letícia Ortiz e Nadja Moreno, respectivamente.
 
“O livro teve seu lançamento no formato digital pelo canal Poços Curte Casa. E depois, a partir do edital de Economia Criativa, foi possível produzi-lo fisicamente. Aqui fizemos parceria com o pessoal do Social Art Estúdio, onde finalmente faremos nosso lançamento presencial e a entrega dos livros para as escritoras e para as bibliotecas públicas da cidade”, contou Leila.
 
DESIGUALDADE DE GÊNERO - Considerando o contexto da necessidade urgente de incentivar a leitura e a escrita de literatura feita por mulheres - visto que no Brasil, 72% dos títulos literários disponíveis no mercado são de escritores homens, segundo pesquisa de Regina Dalcastangné. E a pesquisa realizada pela jornalista Jéssica Balbino, em 2016, mostra que na literatura independente, as mulheres publicam 21% menos do que os homens, apesar de serem maioria nos saraus e slams.
O lançamento do livro é, em si, uma reflexão urgente sobre a desigualdade de gênero no mercado literário.
 
 
SERVIÇO:
O lançamento do livro acontece domingo (27), às 17h, na Rua Rio Grande do Sul, 655, sala 04. A entrada é gratuita

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp