22/03/2022 às 15h38min - Atualizada em 22/03/2022 às 15h38min

Pesquisadores lançam portal de textos semanais com reflexões sobre o Bicentenário da Independência do país

FONTE E FOTO: Assessoria de Imprensa Unifesp / Ex-Libris
c 
Artigos são voltados para o público não especializado, professores e até mesmo estudantes do Ensino Médio
 
No ano em que são completados 200 anos da separação de Portugal de sua colônia na América do Sul, uma parceria da Associação Nacional de História (ANPUH), da Sociedade de Estudos do Oitocentos (SEO) e da revista Almanack (uma publicação da Universidade Federal de São Paulo - Unifesp), acaba de ser lançado o projeto do portal “Brasil: bicentenário das independências”, segundo seus idealizadores como forma de garantir que historiadores tenham voz no debate público que se fará a esse respeito, sobretudo em um período em que o Governo Federal associa toda e qualquer pauta nacional às demandas conservadoras, valendo-se de toda a sorte de negacionismos e falsificações históricas.

Dentro do portal, entre março e setembro, o leitor terá acesso por meio de um blog (Blog das Independências) a um texto sobre a independência, escrito por uma especialista no tema e dedicado ao público em geral. Os conteúdos são breves - com duas páginas -, escritos em linguagem simples, buscando oferecer a um público amplo uma reflexão sofisticada, contudo acessível a leitores pouco familiarizados com o debate acadêmico.
 
O coordenador do projeto, André Machado, professor do Departamento de História da Unifesp, campus de Guarulhos (SP), revela que os textos são pensados para um público adulto, ainda que ele acredite que possam ser trabalhados também com alunos do Ensino Médio. No campo da Educação, no entanto, ele indica que o público-alvo são os professores. Sobre a interação com o público, o próprio blog do portal permite comentários dos leitores. “Esperamos receber mais intensamente o feedback dos leitores. E é muito importante que as pessoas se cadastrem para receberem alertas do lançamento de novos textos”, convida o pesquisador da Unifesp.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp