02/03/2022 às 13h47min - Atualizada em 02/03/2022 às 13h47min

Poços de Caldas quer integrar Rede de Cidades Criativas da Unesco

FONTE E FOTO: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
C 
Poços pode se tornar a primeira cidade no Brasil a integrar a Rede Internacional pela Literatura e a segunda em Língua Portuguesa, depois de Óbidos, em Portugal
 
A incontestável vocação de Poços de Caldas para a literatura pode se tornar um ativo estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável do município. Há cerca de três anos, um grupo de voluntários, que reúne representantes do sul de Minas, vem trabalhando para que Poços de Caldas faça parte da Rede de Cidades Criativas da Unesco - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura
Na última semana, a curadora e idealizadora do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas - Flipoços, Gisele Ferreira, da GSC Eventos, entregou ao prefeito Sérgio Azevedo o material com o resumo do trabalho realizado até o momento visando a candidatura do município junto à Unesco no próximo edital, em junho de 2023, na temática da Literatura. 
O trabalho vem sendo realizado há aproximadamente três anos por um grupo formado por membros do Polígono Sul-mineiro do Livro, que abrange mais de 170 cidades, além das pessoas que fazem parte do Comitê Organizador da “Poços Literária”, título do projeto. 
“É um trabalho maravilhoso que já vem sendo feito há quase três anos em Poços e no sul de Minas, por um grupo de voluntários que tem atuado e preparado a cidade para que o município tenha a possibilidade de sair vitorioso nesse pleito”, destaca Gisele Ferreira. 
“Poços de Caldas tem grande vocação para a Literatura, com a passagem histórica de escritores e intelectuais pela cidade, índices de leitura acima da média nacional e, especialmente, pela realização da Feira Nacional do Livro e do Flipoços, que colocam o município na cena literária internacional. Acreditamos no potencial da cidade e vamos somar esforços para que a proposta se concretize”, pontua o secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra
 
A REDE - A Rede de Cidades Criativas da Unesco foi criada em 2004 para promover a cooperação entre cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. A Rede serve como uma plataforma internacional de intercâmbio e colaboração entre cidades para a implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, notadamente o Objetivo 11 sobre cidades e comunidades sustentáveis.
A Rede é composta por 295 cidades em 90 países, que investem em cultura e criatividade, nas áreas de artesanato e arte popular, design, cinema, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música. No Brasil, já integram a rede as cidades de Curitiba (PR), Brasília (DF) e Fortaleza (CE), na temática de design; Belém (PA), Florianópolis (SC), Paraty (RJ) e Belo Horizonte (MG), no campo da gastronomia; Salvador (BA) e Recife (PE), na categoria de música; João Pessoa (PB), no grupo de artesanato e artes populares, Santos (SP), no tema de cinema e Campina Grande (PB), reconhecida em artes midiáticas. 
No Brasil, nenhuma cidade integra a Rede no segmento da Literatura. Poços de Caldas pode se tornar a primeira cidade no Brasil a integrar a Rede Internacional pela Literatura e a segunda em Língua Portuguesa, depois de Óbidos, em Portugal.
 
CANDIDATURA - A candidatura oficial do município deve ser oficializada em junho de 2023, mas o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, já comunicou oficialmente a presidente da Rede de Cidades de Literatura da Unesco, Sandeep Mahal, e encaminhou ao órgão o dossiê de pré-candidatura de Poços de Caldas. “Esse selo internacional reforçará mais uma vez o nosso compromisso com a educação, conhecimento e formação de novos leitores. Minas Gerais merece e Poços de Caldas pode trazer esse honroso título para o estado”, ressaltou o secretário de Estado no documento. 
Para o prefeito Sérgio Azevedo, a candidatura de Poços de Caldas pode trazer benefícios para toda a cidade, não só na área da Literatura, com visibilidade internacional e estímulo ao turismo cultural.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp