29/12/2021 às 17h13min - Atualizada em 29/12/2021 às 17h13min

Bonito ou simplesmente maravilhoso: Acqua Studio de Viagens destaca os principais passeios do destino

FONTE: Cláudio Lacerda Oliva – Assimptur – FOTOS: Reprodução Google
Abismo Anhumas
,
A cidade de Bonito, localizada no Mato Grosso do Sul, é simplesmente o melhor e o mais completo destino para mergulho fluvial do Brasil. Na nascente cristalina do Rio Baía Bonita, que forma o aquário natural ou no Rio Sucuri, de leve correnteza, você nada lado a lado com diversas espécies de peixes coloridos, num ambiente de leveza para a alma e espírito.
Ultimamente, o local se transformou num destino mais democrático, abrindo espaço para uma viagem típica em família, mas isso não quer dizer que por lá não tenha aventura – há passeios de botes em corredeiras, boia cross, mergulho com cilindro e até um rapel mecânico no incrível e espetacular Abismo Anhumas, uma das maiores cavernas submersas do país.
A cidade de Bonito realizou um dos mais importantes trabalhos de turismo sustentável no Brasil, e durante o período mais agudo da pandemia, seguiu rígidos protocolos de proteção para continuar abrindo as suas atrações de maneira segura para os visitantes. A cidade e região registraram, nos últimos 8 meses, taxas de ocupação elevadas, principalmente em relação ao chamado público regional.
Cidades como Campo Grande, Cuiabá, Corumbá e Dourados, só pra citar algumas delas, foram responsáveis por mais de 40% da ocupação, principalmente nos períodos conhecidos tradicionalmente como de baixa temporada, que nesse último ano não aconteceu.
A preocupação com o meio ambiente por lá sempre foi levada muito a sério. Ao explorar a cidade, parece que muitas das atrações foram descobertas recentemente. Tanta beleza e organização, no caso, têm seu preço. Ao planejar a sua viagem, leve em conta que os principais passeios têm custos não tão módicos (na maioria dos casos incluem guias, equipamentos para as flutuações e muitos deles o almoço).
 
Na região, o visitante encontra mais 50 opções de roteiros junto a natureza. Estão entre eles: observação de pássaros e animais silvestres, trilhas, cachoeiras, flutuação e mergulho em rios cristalinos, passeio de bote, grutas, rapel e arvorismo são algumas das possibilidades. Flutuar nos rios de águas cristalinas com enormes cardumes de peixes coloridos em Bonito, Jardim ou Bodoquena é uma das melhores experiências do Brasil. E nem é preciso saber nadar, já que a roupa de neoprene, colete salvas vidas e sapatilha nos mantêm sobre a água, literalmente flutuando.
A maioria das atrações estão em propriedades privadas. Entretanto, eles sempre acontecem na companhia de guias especializados e em grupos reduzidos. As empresas de receptivo têm boa estrutura e os empresários de Bonito e região ajudam na promoção da conservação ambiental, sendo obrigatório ter plano de manejo e respeitar o limite diário de visitação.
Em toda a região, os preços dos passeios são tabelados. É obrigatório reservá-los através de uma das agências de turismo devidamente cadastradas da cidade antes de seguir para o atrativo. Além de bela e surpreendente maravilhosa, Bonito é sustentável e não quer que o turismo predatório chegue por lá.
 
A parte urbana da cidade está muito bem cuidada. É lá que funcionam os principais restaurantes, hotéis, pousadas e lojas. Aliás, o comércio de Bonito é bastante completo. Lojinhas descoladas comercializam de camisetas e shorts a roupas e equipamentos de banho, além de pequenas boutiques que comercializam modinhas, perfumes, óculos de sol e semi-joias. No final da tarde, e depois dos passeios, vale a pena caminhar por lá e sentir o clima gostoso de cidade de interior. Na praça central repleta de frondosas árvores, um chafariz com piraputangas estilizadas pelo famoso artista Cleir dá um ar de modernidade.
Caminhar a noite pelo centrinho é mais refrescante, inclusive uma dica gostosa é experimentar as deliciosas sorveterias e casas de sucos que a cidade oferece para se refrescar de tanto calor. Abuse das frutas do cerrado, que são de sabor exótico e refrescante. As melhores opções são o Allegra Gelato e Café e a sorveteria Delícias do Cerrado.
 
PERÍODOS DE CHUVA E SECA - O período de chuvas em Bonito acontece exatamente agora, entre novembro e março. Nesses meses, os rios ficam mais cheios, a vegetação mais verde e é mais fácil ver os animais, pois a oferta de alimentos é abundante. O único contratempo é que a chuva impede alguns passeios e pode turvar a água de alguns rios.
Já na época da seca em Bonito, entre maio e outubro, os rios ficam mais rasos e cristalinos. Como os campos e pastos ficam secos, as queimadas são comuns, o que afasta os animais.
 
QUANTOS DIAS FICAR EM BONITO - Com quatro dias já é possível fazer ao menos um passeio de cada tipo. O ideal para aproveitar bem é ficar de cinco a sete dias. Com mais tempo, é possível combinar Bonito com o Pantanal. Principalmente para turistas de outros estados, o recomendável é ficar por lá entre 5 e 7 dias, para aproveitar inclusive as tarifas aéreas e fazer o famoso 2 em 1. Bonito com Pantanal. Consulte a agência Acqua Studio de Viagens para obter mais detalhes sobre roteiros e dicas exclusivas.
 
 
PRINCIPAIS PASSEIOS PARA FAZER EM BONITO MS E REGIÃO
 
GRUTAS E CAVERNAS - Há centenas de grutas e cavernas em Bonito e região, algumas delas abertas para visitação turística.
 
GRUTA DO LAGO AZUL - Cartão postal de Bonito, descoberta em 1924, a gruta abriga um lago azul que a torna uma das maiores cavidades inundadas do planeta. Em seu interior foram encontrados uma série de fósseis, como de tigre-dentes-de-sabre e preguiça gigante. É um passeio "obrigatório". Após descer 100 metros através de uma escadaria com corrimão, é feita a contemplação do maravilhoso lago azul, cuja profundidade estima-se ser de 90 metros.
 
GRUTAS DE SÃO MIGUEL - Localizadas nas proximidades da Gruta do Lago Azul, as Grutas de São Miguel são uma ótima opção para casar com a visita a gruta mais famosa. Já no receptivo, o visitante se encanta com as araras e com o lindo casarão em madeira. Após uma pequena palestra, o acesso às grutas acontece por uma trilha pênsil com quase 200 metros de extensão que passa por entre as copas das árvores, em meio a mata virgem. O diferencial das Grutas de São Miguel em relação a Gruta do Lago Azul são os espeleotemas com suas formas impressionantes. Estalactites, estalagmites, travertinos, coraloides e pérolas encantam o visitante. Os morcegos e as corujas também chamam a atenção.
 
ABISMO ANHUMAS - O Abismo Anhumas é uma caverna descoberta em 1970 e aberta a visitação em 1999. Para chegar ao deck de observação no interior da caverna, os visitantes precisam descer setenta e dois metros utilizando um sistema moderno de rapel mecânico (sem contato com as rochas). O deck flutuante foi construído sobre o lago de águas cristalinas de oitenta metros de profundidade existente no interior da caverna.
É possível realizar flutuação com snorkel ou mergulho com cilindro e contemplar as dezenas de cones de calcário que preenchem o lago e seu entorno. Algumas dessas formações atingem vinte metros de altura.
 
FLUTUAÇÃO E MERGULHO - São as atividades mais famosas e mais procuradas na região. É preciso vestir roupa de neoprene e utilizar snorkel para contemplar as belezas subaquática dos rios cristalinos. São várias opções, cada uma com seu diferencial.
 
NASCENTE AZUL - Com água super cristalina, exuberante vegetação subaquática e muitos peixes, a flutuação na Nascente Azul é ideal para pessoas inexperientes ou que não sabem nadar, já que o rio não tem correnteza e o percurso é curto, mas também encanta os mais experientes. O destaque fica para o mergulho em apneia na nascente que tem cerca de sete metros de profundidade. O atrativo está preparado para receber portadores de dificuldade de locomoção. Além da flutuação, possui balneário com tirolesa, caiaque, mergulho e outras atividades. A novidade dessa temporada é o Museu Subquático, o único no mundo em água doce. São 12 obras que retratam temas ligados relacionados à sustentabilidade e a preservação ambiental.
 
AQUÁRIO NATURAL - É uma das flutuações mais interessante de Bonito. A quantidade e variedade de peixes é enorme, fazendo jus ao nome do lugar.
 
NASCENTE DO RIO SUCURI - A flutuação no Rio Sucuri destaca-se por esse rio ser o terceiro mais cristalino do mundo e por suas águas serem em média quatro graus mais quentes que a do rio Formoso, garantindo um conforto maior para quem não gosta de água gelada. O passeio começa pela nascente, onde é permitido ver de perto a água brotando do solo.
 
RECANTO ECOLÓGICO RIO DA PRATA EM JARDIM - No Recanto Ecológico Rio da Prata acontece uma das mais belas flutuações do Mato Grosso do Sul, com em média 4 horas de passeio e 2.200 metros de descida de pura beleza. A flutuação do Rio da Prata nos proporciona ter acesso contemplativo a várias nascentes, 64 espécies de peixes e animais locais, uma beleza ímpar e uma aventura para compartilhar por toda vida.
 
LAGOA MISTERIOSA EM JARDIM - A Lagoa Misteriosa é uma imensa lagoa de águas super transparentes e de profundidade desconhecida. O Mergulho Batismo na Lagoa Misteriosa chega a oito metros de profundidade onde há dois poços com cerca de 10 metros de diâmetro e mais de duzentos e quarenta metros de profundidade.
Esse atrativo oferece passeios de trilha, flutuação e mergulho com cilindro (batismo, autônomo básico, autônomo avançado, avançado nitrox e mergulho técnico).
Cachoeiras: outras atrações que completam o seu passeio
 
CACHOEIRA BOCA DA ONÇA EM BODOQUENA - Em um só lugar estão a maior cachoeira do MS (156 metros) e a maior plataforma de rapel do Brasil (90 metros).
 
CACHOEIRA BOCA DA ONÇA - Com 156 metros, essa é a maior cachoeira de Mato Grosso do Sul. Fica dentro de uma propriedade privada, onde é possível fazer várias outras atividades. O passeio é feito por uma trilha passando por oito cachoeiras de águas cristalinas, incluindo a cachoeira Boca da Onça. No caminho, há várias piscinas naturais e o incrível Buraco do Macaco, onde os mais corajosos podem se aventurar. 
 
ESTÂNCIA MIMOSA - As cachoeiras da Estância Mimosa são o passeio de trilhas com mais cachoeiras e piscinas naturais em Bonito e oferece uma bela amostra da vegetação dessa região da Serra da Bodoquena. Uma diferença desta fazenda em relação aos outros passeios de cachoeira de Bonito é a preservação das características naturais da Mimosa no intuito de proporcionar uma experiência mais próxima da realidade das fazendas do Pantanal para o visitante. O passeio guiado tem duração de 4 horas, refeição inclusa e fica a menos de 24 km do centro da cidade.
Enfim, visitar Bonito é se surpreender com fauna e flora plenas, por cenários deslumbrantes e principalmente por praticar turismo totalmente integrado à natureza, inclusive essa seja talvez a melhor proposta para a retomada do turismo nessa época de vacinação avançada e diminuição de casos da Covid 19.
 
COMO CHEGAR:
VOOS PARA BONITO - A Azul opera voos diretos de Campinas para Bonito e vice-versa 5 vezes por semana, além dos voos com conexão a partir de todas as regiões do país. A partir de dezembro, a Gol Linhas Aéreas começa também a operar voos para a cidade, a partir do aeroporto de Congonhas. Portanto consulte www.voeazul.com.br e www.voegol.com.br
 
COMO IR DE CAMPO GRANDE PARA BONITO - São 300 quilômetros entre Campo Grande e Bonito. Quem desembarca na capital sul-matogrossense pode seguir viagem de ônibus, transfer ou carro alugado.
Quem faz o trecho de ônibus é a Cruzeiro do Sul, porém como a rodoviária de Campo Grande fica longe do aeroporto, os transfers trazem mais comodidade, pois partem do aeroporto e te deixam na sua hospedagem em Bonito. Outra opção é alugar um carro. As principais locadoras de veículos, tem filiais no aeroporto de Campo Grande.
Em alguns passeios em Bonito, o almoço está incluso e a maioria possuí preços diferenciados para baixa e alta temporada da cidade.
Esses valores são tabelados e é obrigatório reservar os passeios por uma das agências de turismo da cidade. Ou seja, não é possível ir aos atrativos sem antes emitir os vouchers em uma agência. Uma dica para montar o seu roteiro em Bonito é incluir pelo menos uma flutuação, um passeio de cachoeiras, uma gruta e um passeio em rio de bote ou boia cross. São muitas opções e as escolhas que vão depender do seu gosto e orçamento. Se tempo e dinheiro não for o seu problema, conheça o máximo de atrações da região, pois cada uma tem suas particularidades e belezas únicas.
 
OUTRA OPÇÃO É VOAR ATÉ CAMPO GRANDE - A capital sul-matogrossense oferece um maior número de voos. Depois são mais 300 quilômetros de estrada em carro alugado ou em veículos compartilhados a partir do aeroporto. Há também a possibilidade de viajar de ônibus a partir da rodoviária da capital sul-matogrossense.
 
ONDE COMER
:
Restaurante Casa do João – Pratos com traíra, pintado a urucum e típicos da região pantaneira. Informações: tel. (67)3255-1212
Restaurante Juanita – Comida regional, incluindo pacu na brasa e acompanhamentos tradicionais. Informações: tel. (67) 3255-1924
Restaurante Pantanal Grill Gourmet - Carne de jacaré, peixes do Pantanal e culinária sul-mato-grossense. Informações: tel. (67) 3255-2763
Varandas Restaurante – No cardápio estão a Piraputanga, Safadinha, Dourado Grelhado, Pintado na Telha com Camarão e Filé Mignon ao Molho Mielé. Informações: (67) 3255-1893

ONDE SE HOSPEDAR:
Hotel Cabanas – hotelcabanas.com.br
Marruá Hotel – marruahotel.com.br
Pousada Olho D'água – pousadaolhodagua.com.br
Zagaia Eco Resort – zagaia.com.br
Hotel Piramiúna – www.hotelpiramiuna.com.br
 
 
Dicas Importantes - Usar tênis confortável ou papete para enfrentar as trilhas e cachoeiras.
Levar toalha e roupa seca para trocar após os passeios com atividades na água.
Nos passeios não esqueça de ter sempre à mão o repelente e o protetor solar, bem como boné ou chapéu para proteger do sol. As agências de turismo e os hotéis dispõem de máquinas fotográficas subaquáticas para alugar.
Não esqueça de escolher e incluir no pacote antecipadamente as atrações que irá visitar, principalmente as mais procuradas como a flutuação.
Durante os meses de piracema (reprodução dos peixes), de novembro ao final de fevereiro, diminui consideravelmente o volume dos cardumes.
Nos meses mais chuvosos (dezembro e janeiro) as águas dos rios da região ficam menos cristalinas. A cidade dispõe de poucas agências bancárias e caixas eletrônicos que funcionam apenas até as 21 horas.
Cartões de crédito e débitos são aceitos parcialmente no comércio da cidade.
 
Pacotes Turísticos
Acqua Studio de Viagens -  www.acquviagens.com.br
Informações Turísticas - turismo.bonito.ms.gov.br


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp