25/01/2021 às 17h08min - Atualizada em 25/01/2021 às 17h08min

A importância da vacinação vai muito além da prevenção individual, diz o Dr. Moacyr Nabo

Dr. Moacyr Gomes Nabo Filho
FOTO: Reprodução/ Google
As vacinas são essenciais para blindar o organismo contra doenças que ameaçam a saúde em todas as idades. Doenças altamente contagiosas e bastante comuns no passado como a difteria, o tétano, a paralisia infantil, o sarampo, a caxumba e a rubéola, praticamente não existem mais no Brasil.
A importância da vacinação vai muito além da prevenção individual. Ao se vacinar, você está ajudando toda a comunidade a diminuir os casos de determinada doença. Vacinas são substâncias que possuem como função estimular o nosso corpo a produzir respostas imunológicas a fim de nos proteger contra determinada doença. Elas são produzidas a partir do próprio agente causador da doença, que é colocado em nosso corpo de forma enfraquecida ou inativada. Apesar de não causar doença, as formas atenuadas e inativadas do antígeno são capazes de estimular o nosso sistema imunológico.
 
Por que a vacinação é importante?
 
• Redução dos números de casos de doenças infecciosas em toda comunidade, uma vez que a transmissão é diminuída;
• Diminuição do número de hospitalizações;
• Redução de gastos com medicamentos;
• Redução da mortalidade;
• Erradicação das doenças;
• Proteção da população.
 
A vacinação contra a gripe ganha reforço neste ano com a pandemia do coronavírus. Esta é a esperança para todos, não só em nosso país como em todo mundo. Como as vacinas são eficazes e seguras, esperamos que as enfermidades causadas pelo coronavírus sejam dizimadas e que tragam controle desta enfermidade que assola todo o mundo.
O problema é que esse desconhecimento sobre a importância do papel das vacinas para o desaparecimento dessas doenças pode levar a subestimação da vacinação e, como consequência, baixas coberturas vacinais e o retorno de algumas enfermidades. Um exemplo disto é o sarampo, que chegou a ser erradicado no país em 2016, mas voltou a circular dois anos depois.
Em 2020 já foram registrados mais de 7.700 casos desta doença. Estes números reforçam a importância da manutenção de altas coberturas vacinais para que o efeito da vacinação para a saúde pública seja máximo.
 
Dr. Moacyr Gomes Nabo Filho - Dermatologista
Poços de Caldas/MG

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp