19/06/2024 às 14h15min - Atualizada em 19/06/2024 às 14h15min

Diversidade e arte para todo lado: assim foi o Opa! São João no Brooklyn, em Nova Iorque

FONTE E FOTOS: Rose Lino
Peças da exposição "Renda Brasileira em Trajes Rituais", da artista plástica Luz Castaneda, apresentada por Angélica Walker

 
Era pra ser uma festa junina e foi, mais do que isso, como tudo que é realizado pelo Grupo Dot BR (@groupdotbr), foi uma festa surpreendente, com muitos elementos de teatro para alegria de quem participou do evento no domingo, 16 de junho. As atividades começaram às 15h e seguiram até às 23h.
 
Afinal, ocupar todos os espaços da já tão bem frequentada House of Yes permitiu uma programação vasta para todos, famílias, crianças, adultos e artistas. No salão de dança principal teve Boi Bumbá, performances, apresentação de capoeira, de forró, axé music. No quintal, as comidas típicas da época, jogos e exposições de arte. Todo mundo se divertiu e muitos brasileiros puderam trocar experiências em diferentes áreas de atuação. 
 
Os atores da companhia vestidos de seus personagens interagiram com o público. Eles apresentaram uma disputa inusitada entre São João e Juno, ela a dizer que a festa era dela, com direito a alfinetadas entre eles por meio do correio elegante. A festa teve ainda casamento na roça e quadrilha comandada pela Drag Pietra Parker. Marcaram presença mais que especial os DJs Greg Caz, Gaspar Muniz e Tietta, os músicos do Forró in the Dark. Artistas digitais brasileiros ganharam um espaço para exposição de seus trabalhos, exposição promovida pelo Tezos e patrocinada pela @tezoscommons
 
Alternativo sim, com toques do inusitado e um certo jeito de atender à expectativa do público na cidade de Nova Iorque, ávido por ver a brasilidade em suas muitas formas - porque a brasilidade está em cada brasileiro onde quer que esteja pelo mundo.
 
Chamou a atenção ainda a exposição "Renda Brasileira em Trajes Rituais", da artista plástica Luz Castaneda, apresentada por Angélica Walker (@angelicawalkerprojects). A artista utiliza-se de seus conhecimentos na umbanda para criar peças a partir de cabaças e peneiras com as cores da chita, tecido tradicional nas festas juninas. Ela chama suas peças de Relicários de Orixás e a eles acrescentou as rendas, depois de ter visitado recentemente as rendeiras da Renascença na Paraíba, no Brasil. 
 
O grupo de teatro existe desde 2011 e é o único brasileiro residente em Nova Iorque. Idealizado e mantido pelas atrizes Andressa Furletti e Débora Balardini, reúne outros artistas brasileiros e já apresentou obras de Nelson Rodrigues, Vinícius de Moraes e Clarice Lispector. Entre os objetivos do Grupo está a valorização da língua portuguesa. O Group Dot BR tem como missão apresentar o "calor" e a cultura brasileiros por meio das artes cênicas. 
 
“Sempre dá um frio na barriga e uma pontinha de incerteza se estamos fazendo a coisa certa. Mas quando começamos as performances e vemos os artistas felizes por fazerem o que gostam e o público se divertindo e apreciando nossa arte brasileira, o frio na barriga passa e o calor no corpo aumenta. O resultado disso tudo é a sensação de missão cumprida", comentou a diretora do Grupo, Débora Balardini.
 
Outro evento importante organizado pelo Grupo é o Opa! Carnaval!, sucesso de público. E assim, entre uma atividade e outra as pessoas têm a oportunidade de fortalecer laços culturais e projetos num jeito único de mostrar o Brasil, com alegria e coragem de ser brasileiro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.