01/04/2024 às 14h50min - Atualizada em 01/04/2024 às 14h50min

Projeto ensina cinema de animação em escola pública

FONTE: Bibi Rodriguez - FOTOS: Kaique Caliari
 
Animatéria, que este ano completa 12 anos de realização e passa se chamar Cine Animatéria, atende cerca de180 alunos do CAIC EM Professor Arino Ferreira Pinto, na zona sul da cidade
 
Os animadores e artistas plásticos Rosana Lovato e Anderson Almeida ensinam como criar curtas-metragens de animação usando a técnica Pixilation. Em formato de oficina, as aulas fazem parte do projeto Animatéria, que completa 12 anos de realização e passa a se chamar Cine Animatéria. As oficinas acontecem no CAIC Escola Municipal Professor Arino Ferreia Pinto, na zona sul de Poços de Caldas.
 
Este ano, o Cine Animatéria, conta com a participação de cerca de 180 alunos, com idade entre 10 e 12 anos, e é produzido pela Oficina da Terra art studio. Na equipe, além de Rô Lovato e Anderson Almeida, conta com Kaique Caliari nos registros fotográficos, e Pablo Vitor como videomaker. É realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Poços de Caldas e patrocinado pelo Hotel Vilage Inn.
 
Nas oficinas, os animadores apresentam o passo a passo para a criação de curtas-metragens utilizando uma técnica de animação chamada Pixilation. Falam da criação de personagens, planejamento dos filmes, técnica e edição final. Rô conta que o Pixilation é uma técnica stop-motion na qual atores vivos são fotografados quadro a quadro criando uma sequência de animação.
 
Depois que a técnica se torna conhecida pelos alunos, através da exibição de curtas-metragens do gênero que utilizam o Pixilation, os participantes são convidados a produzirem seus próprios filmes. “A proposta é que eles soltem a imaginação e, em grupos, façam suas animações e divirtam-se”, afirma Anderson Almeida.
 
O Animatéria, que agora se chama Cine Amimatéria, realizou suas primeiras oficinas de cinema para crianças e adolescentes em 2012. A cada ano novas técnicas foram sendo incorporadas e apresentadas aos alunos, a começar com os brinquedos ópticos, que ensinam como foi descoberto o fenômeno da animação. Passaram para a massinha de modelar para ensinar a base do stop-motion, que é a mesma do Pixilation, só que com pessoas. “De objetos inanimados passamos a seres animados”, conta Rô Lovato. 
 
O projeto já atendeu mais de 1000 alunos da rede municipal de ensino de Poços de Caldas, ajudou a produzir cerca de 25 curtas e seus criadores realizaram festivais de animação na cidade, promoveram encontros com importantes animadores do cenário nacional, além da produção de vinhetas para os festivais e a participação em oficinas do Anima Mundi.
 
O Cine Animatéria e suas oficinas podem ser acompanhados no blog www.projetoanimateria.blogspot.com


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.