08/03/2024 às 14h31min - Atualizada em 08/03/2024 às 14h31min

Alcoa Poços desenvolve ações para promoção de equidade de gênero e impulsionamento feminino

FONTE E FOTO: Opção Comunicação - Ana Maria Luisi - [email protected]
Ana Eliza Torres, líder da Rede de Mulheres da Alcoa em Poços de Caldas
 
 Recrutamento afirmativo, conscientização e inclusão são principais objetivos, mas ainda há desafios
 
Para fortalecer a cultura de inclusão e promover mais equidade de gênero, a Alcoa Poços de Caldas trabalha para aumentar a contratação de mulheres e também impulsionar o seu desenvolvimento. Atualmente, as posições operacionais são 24% ocupadas por mulheres, já os cargos estratégicos e de liderança chegam a 34,15% com o público feminino. Em 2023, 56,52% das contratações foram de profissionais do sexo feminino, número que promete continuar crescendo este ano: em breve serão abertas as inscrições para o Programa Jovem Aprendiz, com 20 vagas exclusivas para mulheres de 18 a 21 anos.
 
Ações de recrutamento afirmativo são apenas algumas iniciativas realizadas pela unidade, que conta com a AWN (Alcoa Women’s Network) ou Rede de Mulheres da Alcoa, com forte atuação junto aos colaboradores e influência sobre decisões estratégicas de negócios. Para se ter uma ideia, o ano passado foi marcado por diferentes ações que beneficiaram mulheres não só dentro, mas também fora da empresa.
 
Um dos exemplos é a campanha “Menstruação com Dignidade”, em parceria com o projeto #PodemosMais, que arrecadou e doou mais de cinco mil absorventes higiênicos para pessoas em situação de vulnerabilidade social de instituições sociais de Poços de Caldas e região. Já o VAMOS (Voluntários da Alcoa Mobilizando a Sociedade), com o programa Maria Cinderela, proporcionou que meninas e mulheres de 12 a 21 anos conhecessem as instalações da Alcoa Poços e recebessem informações sobre o mercado de trabalho. Também foi promovido um encontro, com Inahiá Castro, presidente da Associação Brasileira de Parapente, e Marcella Uchoa, atleta e campeã do esporte, dedicado à reflexão sobre atitudes e oportunidades de desenvolvimento para as mulheres.
 
“Queremos proporcionar um ambiente onde todas possam compartilhar as suas experiências, desafios e vitórias, fortalecendo laços de apoio e impulsionando o crescimento individual e profissional”, conta Ana Eliza Torres (foto), líder da AWN em Poços de Caldas, reforçando que a empresa conta com sala de amamentação exclusiva para as colaboradoras, auxílio-creche/educacional e licença maternidade estendida de dois meses, além dos quatro meses concedidos pelo INSS. 
 
Angela dos Reis Rodolfo é operadora da Refusão e trabalha na companhia há quatro anos e meio. Ela conta que vive, atualmente, uma de suas melhores experiências profissionais, já que consegue conciliar o trabalho com a vida pessoal. “Também tive a oportunidade de voltar a estudar depois de muitos anos fora da escola. Mesmo em uma área considerada masculina, tive muitas portas abertas.”
 
Trabalhando na Alcoa há sete anos, Manoela Santana, operadora da Fábrica de Pó de Alumínio, também conseguiu desenvolver a carreira, aliando estudos ao trabalho. “Em 2020 iniciei o curso técnico em eletrotécnica e tive treinamentos como líder, o que me trouxe maior visão dos processos. Consegui conquistar minha independência financeira e sinto muito orgulho disso”, conclui.
 
Para saber mais sobre a Alcoa, visite: https://l1nq.com/p8lTY
Conheça também o Facebook da Alcoa Poços de Caldas

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.