04/03/2024 às 15h27min - Atualizada em 04/03/2024 às 15h27min

Censo Previdenciário: 14.908 pensionistas e aposentados estão com o pagamento suspenso

FONTE: SECOM - Superintendência de Imprensa - [email protected] - FOTO: Cristiano Machado / Imprensa MG
C 
Procedimento obrigatório não foi realizado e suspensão foi efetivada neste mês de março, alerta Ipsemg
 
Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) apresentou, nesta segunda-feira (4/3), dados do Censo Cadastral Previdenciário em 2023. De acordo com o presidente do instituto, André Luiz Moreira dos Anjos, 14.908 nomes - de pensionistas do Ipsemg e aposentados ou afastados preliminarmente do Poder Executivo que não realizaram o Censo Cadastral Previdenciário em 2023 e também não regularizaram a situação em 2024 - terão o pagamento do benefício suspenso a partir de março. A lista foi publicada em 20/2, no Diário Oficial do Estado.

“Chamo atenção que desse número apresentado para suspensão do pagamento, 10.993 também são beneficiários da assistência à saúde do Ipsemg. Com a suspensão dos pagamentos também terão o serviço de assistência à saúde suspenso, bem como de seus dependentes” destacou o presidente.

O procedimento de atualização da base de dados é obrigatório e, para restabelecer o benefício, este público, que ainda não realizou o procedimento obrigatório, poderá acessar o site do Ipsemg (www.ipsemg.mg.gov.br) no período de 8/3 a 6/4/2024.

O presidente do Ipsemg explicou ainda que a data de realização para regularização do pagamento influencia na data de recebimento do pagamento. Os beneficiários que realizarem o procedimento no período de 8/3 a 15/3 terão o benefício creditado em abril. Já aqueles que regularizarem de 16/3 a 6/4 terão o benefício creditado em maio.

Outra informação apresentada foi que também permanecem em situação irregular cerca de 11 mil servidores ativos. Esses estão sujeitos a penalidades administrativas caso não regularizem a situação.

CENSO PREVIDENCIÁRIO - O Censo Previdenciário é um procedimento de atualização da base de dados cadastral, funcional e financeira do Regime Próprio de Previdência Social-RPPS de caráter obrigatório para todos os segurados ativos, aposentados e pensionistas.

O 1° Censo Cadastral Previdenciário do Regime Próprio de Previdência Social de Minas Gerais (RPPS) foi realizado entre os meses de junho a dezembro de 2023. Em janeiro deste ano, foi dada uma nova oportunidade para aqueles que não atenderam à convocação para realização do Censo. Contudo, mesmo com a reabertura do sistema, muitos deixaram de realizar o recenseamento, que é obrigatório.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.