29/03/2023 às 15h34min - Atualizada em 29/03/2023 às 15h34min

NOTAS RÁPIDAS - 29/03

JUSTIÇA BRASILEIRA MANTÉM SUSPENSÃO DAS VENDAS DE I-PHONE SEM CARREGADOR
 
A pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), a Justiça Federal manteve, no dia 14 de março, a suspensão das vendas de iPhones sem carregador de bateria.
Em setembro de 2022, o Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou a suspensão em todo o país, porém a decisão foi ignorada pela Apple, que permaneceu vendendo seus smartphones sem os carregadores.
Em outubro de 2022, o Tribunal de Justiça de São Paulo multou a empresa de aparelhos eletrônicos em R$ 100 milhões. Poucos dias depois, a Apple confirmou que produziria dispositivos com entrada USB-C de carregamento - presente nos aparelhos Android - a partir de 2024, seguindo uma determinação do Parlamento Europeu.
No início deste mês de março, a Apple foi multada novamente pela falta de carregadores na caixa, mas, dessa vez, em aproximadamente R$ 12 milhões, pelo Procon-MG, Defesa do Consumidor ligado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).
A decisão de parar de comercializar aparelhos eletrônicos sem os carregadores foi tomada em 2020 pela empresa com a justificativa de ser uma questão ambiental, com o objetivo de reduzir a quantidade de lixo eletrônico e o tamanho das embalagens dos aparelhos.
 
FONTE: CNN Brasil Business - @cnnbrasilbusiness
 
 
 
JAPÃO LIDERA RANKING MUNDIAL DE BICICLETAS POR HABITANTE
 
O Japão é o país que possui o maior número de bicicletas por habitante em todo o mundo, de acordo com dados recentes divulgados pelo Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo do país. Com uma população de aproximadamente 126 milhões de habitantes, o país conta com mais de 72 milhões de bicicletas registradas.
Essa posição privilegiada no ranking mundial de bicicletas por habitante se deve a diversos fatores. Um deles é a infraestrutura das cidades japonesas, que é altamente adaptada para a circulação de bicicletas, com amplas ciclovias, sinalização específica e estacionamentos públicos para bicicletas em diversos locais.
Além disso, a cultura japonesa valoriza o uso da bicicleta como meio de transporte eficiente, econômico e sustentável. Muitos japoneses utilizam a bicicleta como forma de se deslocar para o trabalho, escola e outras atividades cotidianas, o que contribui para a redução do tráfego de veículos e dos índices de poluição do ar.
Outro fator importante é o alto investimento do governo japonês em políticas de incentivo ao uso da bicicleta, como subsídios para a compra de bicicletas elétricas e programas de compartilhamento de bicicletas em grandes cidades.
 
FONTE: DINO - [email protected]
 
 
 
AVANÇO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PODE AFETAR 300 MILHÕES DE EMPREGOS NOS EUA E EUROPA
 
Um relatório produzido pelo banco Goldman Sachs apontou que o avanço da inteligência artificial pode afetar 300 milhões de vagas.
A tecnologia ameaça empregos nos EUA e União Europeia. Ainda segundo o estudo, funções administrativas são as que mais correm risco.
 
FONTE: CNN Brasil Business - @cnnbrasilbusiness
 
 
 
ARTISTAS LUTAM CONTRA PROGRAMAS DE IA QUE COPIAM SEUS ESTILOS
 
Nos Estados Unidos, artistas indignados com a Inteligência Artificial Generativa (IAG), que copia em segundos os estilos que eles levaram anos para desenvolver, travam uma batalha na internet e nos tribunais em defesa do direito autoral.
Os artistas querem poder autorizar ou rechaçar que suas obras sejam utilizadas por uma dessas ferramentas. Também querem uma compensação adequada.
 
FONTE: Folha de S.Paulo - @folhadespaulo
 

 
FICHA CATALOGRÁFICA LEVARÁ APENAS UM DIA ÚTIL PARA SER EMITIDA PELA CÂMARA BRASILEIRA DO LIVRO (CBL)
 
A partir de hoje (29), o serviço de emissão da Ficha Catalográfica, documento obrigatório para que uma obra seja catalogada, será disponibilizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) em tempo recorde: apenas 24 horas úteis após a emissão do ISBN (caso a obra já tenha o ISBN, o prazo conta após a confirmação do pagamento).
A Ficha contém todos os dados fundamentais de um livro. O valor para a emissão do documento é de R$ 30 para associados da CBL e R$ 60 para não associados. A emissão é feita por meio da plataforma de serviços, no site da entidade, e é um item essencial para a publicação de uma obra.
Com uma equipe formada por bibliotecários com registro ativo no Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB), a CBL disponibiliza um modelo de catalogação completo, feito em várias etapas. Tudo começa na análise do formulário e na leitura técnica do material enviado pelo editor. Depois, segue para a fase de representação descritiva, na qual todas as características físicas da obra são detalhadas. Em seguida, é a vez da representação temática, que classifica cada obra de acordo com suas áreas de conhecimento.
Além de todos os dados necessários para a catalogação de uma publicação, o documento emitido pela CBL recebe o nome do bibliotecário responsável e o número do CRB ativo, conforme Resolução 184/2017 do Conselho Federal de Biblioteconomia.
 
FONTE: Andreia Lopes - [email protected]
 
 
 
FESTIVAL PARALÍMPICO TERÁ DUAS ETAPAS
 
O Festival Paralímpico acontecerá pelo quarto ano consecutivo em Poços de Caldas. Neste ano, de maneira inédita, o evento vai ocorrer em duas etapas. A primeira será no dia 20 de maio e a segunda, em 23 de setembro.
O evento, que é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) desde 2018, proporciona a crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, com e sem deficiência, a vivência em modalidades paralímpicas, de maneira recreativa e lúdica, além de difundir o Movimento Paralímpico por todo o território nacional.
A primeira edição do Festival Paralímpico, em 2018, foi realizada em 48 cidades com a participação de mais de 7 mil crianças. Em 2019, o evento teve 70 sedes e atendeu mais de 10 mil crianças. A edição de 2020 foi cancelada devido à pandemia de Covid-19. Em 2021, o festival reuniu 8 mil crianças em 70 sedes espalhadas pelo país. No ano passado, o evento teve a sua maior edição até aqui, com cerca de 15 mil crianças e adolescentes em 98 cidades.
Em Poços, o festival vai acontecer no Complexo Esportivo João Monteiro, na zona sul, em parceria com o Centro de Desenvolvimento do Esporte Paralímpico (Cidep) e a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.
 
FONTE: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
Link
Comentários »