22/03/2023 às 16h05min - Atualizada em 22/03/2023 às 16h05min

Restaurantes do Sul de Minas e interior de São Paulo participam do Festival Gosto da Amazônia

FONTE: Raquel Cardoso - Documennta Comunicação - [email protected] - FOTOS: Divulgação
Becco Gastronomia, um dos participantes de Poços
C 
Evento promove o consumo do pirarucu selvagem de manejo e a conservação da Amazônia; conheça os restaurantes de Poços e os pratos que serão servidos no período de 24 de março a 9 de abril
 
Para celebrar o sucesso da iniciativa do consumo do pirarucu selvagem de manejo, o Festival Gosto da Amazônia chega ao sul de Minas e interior de São Paulo, entre os dias 24 de março e 9 de abril. O evento, que já passou pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Recife, terá como sedes principais Poços de Caldas e Atibaia, e contará também com convidados especiais de Campinas, Holambra e Jaguariúna, com cerca de 60 casas no total.  Durante 17 dias, os principais restaurantes dessas cidades servirão um prato inédito com pirarucu, preparado com o tempero e o toque especial dos chefs.
 
Com sabor suave, posta alta, carne tenra, clara e sem espinhas, o pirarucu selvagem, gigante da Amazônia que chega a três metros e 200 quilos, é o maior peixe de escamas de água doce do mundo. Alguns pratos servidos chamam atenção pela criatividade e sabor, reforçando toda a versatilidade do pirarucu na gastronomia.
 
"Os festivais têm a importância de comunicar os atributos do pirarucu sustentável. Permitem que as pessoas conheçam o peixe e possam compreender que estão experimentando um produto de sabor único, mas também tendo um consumo consciente. O evento torna conhecido o pirarucu, e o público está contribuindo tanto para a conservação dos recursos naturais da Amazônia como para a melhoria da qualidade de vida das comunidades indígenas e ribeirinhas”, destaca Adevaldo Dias, colaborador da ASPROC (Associação dos Produtores Rurais de Carauari) e presidente do Memorial Chico Mendes.
 
Além das suas qualidades gastronômicas, o manejo do pirarucu selvagem, praticado no estado do Amazonas, permitiu que o peixe não fosse extinto e atualmente contribui para a conservação de mais de 11 milhões de hectares da Floresta. A marca “Gosto da Amazônia - sabor que preserva a Floresta” enaltece os principais valores defendidos e praticados pelas instituições envolvidas no projeto: preservação do meio ambiente, comércio justo, desenvolvimento econômico e social sustentável. Tudo isso, claro, temperado com o sabor único dos produtos da Amazônia.
 
Sobre o manejo sustentável do pirarucu
O manejo do pirarucu começou a ser implementado em 1999, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, e hoje é realizado por populações tradicionais da Amazônia em Unidades de Conservação, terras indígenas e territórios com acordos de pesca devidamente autorizados pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Para que tudo funcione de maneira adequada, o manejo sustentável obedece a três regras básicas, além de estar baseado na vigilância dos rios e lagos da Floresta Amazônica durante todo o ano, para se evitar pesca predatória e outras atividades ilegais:
• A pesca é realizada apenas no período da seca, entre setembro e novembro, respeitando o ciclo reprodutivo da espécie;
• Só podem ser pescados pirarucus acima de 1,5 metro;
• O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) autoriza a pesca de apenas 30% da população adulta do pirarucu em cada lago em que ocorra o manejo - ou seja, garante o crescimento progressivo da população de peixes.
 
O Gosto da Amazônia é fruto da cooperação internacional entre o governo do Brasil e dos EUA, executada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) e Serviço Florestal dos EUA (USFS), com recursos da Agência para Desenvolvimento Internacional dos EUA (USAID) e participação da Operação Amazônia Nativa (OPAN), Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM), Memorial Chico Mendes (MCM), Associação dos Produtores Rurais de Carauari (ASPROC), Associação dos Comunitários que trabalham com Desenvolvimento Sustentável no Município de Jutaí (ACJ), Instituto Juruá e Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SINDRIO).
 
Mais informações: https://gostodaamazonia.com.br/festival
 
CONHEÇA OS PARTICIPANTES DE POÇOS DE CALDAS E SEUS PRATOS:
 
ZIEL ALMA DA CERVEJA - Pirarucu Ziel (Posta de lombo de pirarucu com crosta de alho e creme de palmito e cogumelo paris, acompanhada de farofa cítrica)
 
RECANTO DA TILÁPIA - Lombo de Pirarucu à Belle Meunière (Lombo de pirarucu ao molho de alcaparras, champignon, camarões e vinho branco, acompanhado de batatas douradas e arroz branco)
 
GONÇALVES CERVEJARIA ARTESANAL - Isca de Pirarucu (Iscas tenras, saborosas e sequinhas do lombo do pirarucu, empanadas na farinha panko, trazem o gosto da Amazônia para a culinária local. Acompanha farofa de banana-da-terra e molho especial feito com malte da cerveja da casa)
 
RESTAURANTE E PESQUEIRO LAMBARI - Pirarucu à mineira (Lombo de pirarucu com crosta de bacon e farinha panko, acompanhado de batata ao murro com alecrim e tomate holandês)
 
BECCO GASTRONOMIA - Sabores do Brasil (Pirarucu grelhado na manteiga de garrafa acompanhado de mousseline de ervilha e hortelã, vinagrete de caju e picles de cebola roxa com canela)
 
SCAVO WINE - Pirarucu na brasa ao tucupi (Barriga de pirarucu na brasa, acompanhada de cuscuz de farinha d’água, chips de banana-da-terra rúcula ao molho cítrico, finalizada com redução de tucupi)
 
PIZZA NA ROÇA - Moqueca de Pirarucu com camarão e banana-da-terra (Lombo de pirarucu ao molho de tomates, pimentões, cebola e especiarias, levemente apimentado, com camarões rosa e banana-da-terra, acompanhado de arroz branco)
 
CASA MINERVA - Isca de Pirarucu (Isca de barriga de pirarucu empanada na farinha panko acompanhada de batata chips) e Pirarucu com texturas de couve-flor (Lombo de pirarucu na Brasa, com molho de peixe, mousseline de couve-flor, couve-flor grelhada, couve-flor empanada, picles de rabanete e farofa de alho)
 
CAPITÃO PUB Pirarucu Canto da Sereia (Medalhões de pirarucu recheados com catupiry temperado, crocante de quinoa e flor de sal, com molho de açaí)
 
PESTO COZINHA BAR - Pirarucu defumado (Lombo de pirarucu cozido no sous-vide, servido com mil folhas de banana-da-terra, creme de moqueca, farofa de castanhas, espuma de açaí e defumado com casca de laranjeiras)
 
PEGA LEVE - Pirarucu (Posta de pirarucu grelhada no azeite com molho de açaí, castanhas e passas, acompanhada de purê de batata)
 
OLLIVIA GASTRONOMIA - Entrada: Casquinha de siri com bobó de Pirarucu (Carne de siri temperada com pimentões e cebola, servida com bobó de pirarucu gratinado com farinha de brioche e parmesão); Entrada: Pãozinho de queijo com bobó de Pirarucu (Pãozinho de queijo com bobó de pirarucu) e Involtini de Pirarucu (Involtini de pirarucu recheado de cogumelo e aspargos frescos, servido com purê de batata roxa, farofa de Uarini com banana-da-terra e molho de limão)
 
BAR LEI SECA - Pirarucu na Tábua (Pirarucu grelhado com molho de manteiga e ervas finas, acompanhado de arroz à grega, vinagrete, farofa, banana frita, pão de alho e salada)
 
ARMAZÉM DA VILA -  Barriga de Pirarucu com Missô e Bottarga (Barriga de pirarucu grelhada, em cama de pepinos frescos banhados em missô com gengibre, finalizados com Tobiko (ovas de peixe-voador e Bottarga)
 
CHICO BIELLA - Espetinho de Pirarucu (Barriga de pirarucu grelhada com pimentão e cebola. Acompanha farofa de alcaparras)
 
BIGODERA -  Isca de Pirarucu (Isca de pirarucu com maionese de limão siciliano)
 
MERLOT WINES EXPERIENCE - Moqueca de Pirarucu (Moqueca de pirarucu com camarões, acompanhada de arroz de açafrão e delicioso pirão)
 
CAFÉ CONCERTO - Pirarucu selado (Pirarucu selado, purê de banana-da-terra, farofa de castanha de caju, molho de pimenta com leite de coco e azeite cítrico)
 
BAR DO DÉ - Vem Pirá Nú Dé Uai (500 gramas de pirarucu selvagem em posta com alho frito. Acompanha arroz à grega, vinagrete de camarão e farofa da casa)
 
TOURO GRILL - Isca de Pirarucu (Isca de pirarucu empanado, acompanhada de molho tártaro); Pirarucu da Casa (Pirarucu ao molho de moqueca, com camarão e castanha. Acompanha arroz) e Pirarucu Touro Grill (Posta de pirarucu cozida à vapor e grelhada na manteiga, acompanhada de purê de banana-da-terra e farofa à Califórnia)
 
LION BBQ - Lion Pirarucu (Pirarucu empanado na farinha panko, maionese de avocado, queijo mineiro, amêndoas e bacon de banana-da-terra no pão artesanal selado na manteiga)
 
CASA CAIPIRA RESTAURANTE - Bacalhau de Pirarucu (Deliciosas postas de pirarucu selvagem da Amazônia com pimentões, batatas, cebolas e azeitonas, acompanhada de farofa de caju com amêndoas e arroz branco)
 

 
 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »