21/03/2023 às 15h56min - Atualizada em 21/03/2023 às 15h56min

Outono chegou: veja atrações na Serra Fluminense para aproveitar a estação

FONTE: Carolina Torres - [email protected] - FOTOS: Divulgação
Hotel Parador Lumiar, em Nova Friburgo, inserido na natureza da região e parte do guia Roteiros de Charme
C 
O outono chegou e, com isso, temperaturas mais amenas e o convite ideal para subir a Serra e aproveitar a natureza, o frio e as outras atrações que as cidades fluminenses da região têm para oferecer. Confira algumas opções de passeios e atrações para aproveitar durante a estação:
 
FAZENDAS PRODUTORAS DE CERVEJA ARTESANAL A região da Serra Fluminense tem se destacado na produção de cervejas artesanais de qualidade. Casa da primeira cerveja do país, Petrópolis é conhecida pela produção da bebida. As mais de 8 fábricas e mais de 20 marcas locais ajudaram a cidade a ser reconhecida como a Capital Estadual da Cerveja.
 
Em Teresópolis funcionam as cervejarias Mad Brew, Kanton Bier, St. Gallen, além do Grupo Petrópolis. A paixão pela cerveja não precisa se limitar aos passeios: quem se hospeda no Le Canton, além do conforto de um resort, pode experimentar o rótulo Le Canton Alegria, que foi desenvolvido pelo mestre cervejeiro Ubirajara Petrillo Grasso Gomes em parceria com a MAD Brew. A bebida segue uma receita clássica de Pilsen alemã e está disponível para consumo dentro dos bares e restaurantes do complexo hoteleiro.
 
Já em Nova Friburgo, o hotel Parador Lumiar, inserido na natureza da região e parte do guia Roteiros de Charme, oferece gastronomia premiada harmonizada com o chope Barão Bier, de Friburgo, e a cerveja Alpendorf, de Teresópolis. Além disso, o empreendimento está a apenas 10 minutos do bar da cervejaria Ranz, na praça principal do distrito. Lá é possível experimentar alguns dos 10 tipos de cerveja que eles produzem em espaços internos e externos.
 
VINÍCOLAS - A Serra Fluminense também conta com vinícolas que produzem vinhos de qualidade. A Vinícola Inconfidência, pioneira no Estado, oferece degustações da bebida e tours pelos vinhedos. Atualmente conta com aproximadamente 22 mil parreiras plantadas, das quais cerca de 14 mil já são produtivas, 6 mil deverão entrar em período produtivo a partir de 2021 e as demais são ainda muito jovens. As visitas são feitas em grupos de 20 pessoas e duram em torno de 20/25 minutos e nelas são apresentadas as parreiras, os tipos de uvas e algumas curiosidades. 
 
PARQUE NACIONAL DA SERRA DOS ÓRGÃOS - O Parque Nacional da Serra dos Órgãos é um dos principais destinos de ecoturismo na região. Com trilhas de diferentes níveis de dificuldade, é possível explorar a natureza exuberante da região e se encantar com as belas paisagens. O ecoturismo é o ponto alto de Teresópolis, a capital nacional do montanhismo. São mais de cem picos famosos mundialmente na Serra dos Órgãos, como a Pedra do Sino, que chega a 2.263m. O Dedo de Deus é outra conhecida. Ela foi uma das grandes conquistas do alpinismo brasileiro, no início do século passado. A montanha era cobiçada por diversos alpinistas estrangeiros que tentaram, sem sucesso, alcançar o cume desde o início do Sec. XX, mas foi um grupo de moradores de Teresópolis que conseguiu chegar ao cume em 1912.
 
Para unir toda essa conexão com o verde, o Hotel Rosa dos Ventos (foto), em Teresópolis, é uma ótima opção: são mais de 10 km de trilhas dentro da propriedade, com picos que chegam a 1.400m de altitude. Além disso, o hotel conta com sauna, restaurantes de comida internacional e uma bela vista para a Serra dos Órgãos.
 
Petrópolis também reúne atrações de ecoturismo e gastronomia, que se espalham também entre seus distritos. Itaipava é um deles. A região é famosa pelos seus hotéis de luxo em meio à Mata Atlântica. Com 90 mil m2 de verde, o Les Roches oferece a síntese da região: conforto, muita natureza e restaurante com comida contemporânea internacional. Uma seleção de vinhos de 10 países, em adega climatizada, complementa os prazeres da mesa.

 
CENTRO HISTÓRICO DE PETRÓPOLIS - Patrimônio Histórico, as ruas do Centro de Petrópolis foram verdadeiras testemunhas dos tempos imperiais do Brasil. Em trajetos que não passam de 15 minutos de caminhadas, é possível conhecer o Palácio de Cristal, presente de Conde D'eu para a Princesa Isabel, o Museu Imperial (antiga casa de D. Pedro), a Catedral neogótica de São Pedro de Alcântara, os casarões e palacetes da Avenida Koeler, entre outras atrações. Muito além, a cidade também tem atrações além da época do Império. A casa de Santos Dumont, o Museu de Cera, o Relógio das Flores são alguns dos pontos que podem ser acessados a pé. Já o Palácio Quitandinha, um prédio histórico que já foi um dos maiores cassinos da América Latina, é mais distante, mas fica bem na entrada (ou saída) da cidade. Vale a parada.  
 
Para se sentir dentro da história, uma opção de hospedagem é o Solar do Império, hotel parte da Roteiros de Charme, localizado em um casarão histórico na Avenida Koeler. Além de ser uma atração histórica por si só, o hotel oferece, além de uma gastronomia de primeira qualidade, 24 suítes, SPA com piscina ao ar livre e piscina aquecida e coberta, saunas seca e a vapor, banheiras de hidromassagem, equipamentos de fitness e salas de massagem.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »