16/03/2023 às 15h55min - Atualizada em 16/03/2023 às 15h55min

Lançado o programa “Saúde Fila Zero”

FONTE E FOTOS: Site da Prefeitura de Poços

Objetivo é zerar filas de espera de consultas, exames e cirurgias no município
 
Na quarta-feira (15), a Prefeitura de Poços de Caldas lançou o programa “Saúde Fila Zero”, o maior programa de saúde já realizado para zerar filas de espera de consultas, exames e cirurgias no município que foram represadas durante a pandemia da Covid-19. O projeto utilizará toda a estrutura local de estabelecimentos de saúde, médicos, enfermeiros e demais profissionais.
Com o “Saúde Fila Zero” todos os procedimentos represados até dezembro de 2022 serão realizados durante o ano de 2023, colocando em dia uma fila que em alguns casos passa de 5 anos. São mais de 50 mil procedimentos, entre consultas, exames e cirurgias.
 
Além do prefeito Sérgio Azevedo e do secretário municipal de Saúde Thiago Mariano, estiveram presentes no evento o superintendente do Hospital da Santa Casa Marcos de Carvalho Dias, o diretor do Hospital Santa Lúcia - Hospital do Coração Dr. Assad Aun Neto, o vice-prefeito Júlio César de Freitas, o secretário de Governo Paulo Ney de Castro Jr., o secretário adjunto de Saúde Carlos Eduardo Almeida, a presidente do Conselho Municipal de Saúde Glaucia Boaretto, além de servidores da secretaria de saúde, representantes do Legislativo e dos prestadores de serviço, entre outros.
 
 
DEMANDA - “O lançamento do programa é um grande esforço da prefeitura para solucionar as filas de procedimentos em saúde pública. Durante a crise de 2018 e 2019 muita gente era usuário do sistema particular e devido à dificuldade financeira, migrou para o SUS, sobrecarregando a demanda excessiva e o sistema teve dificuldade de absorver. Para piorar, tivemos a Covid-19, que represou quase durante dois anos os procedimentos eletivos, o que gerou uma grande demanda a nível nacional. Desde que assumimos a secretaria, trabalhamos intensamente para trazer tratamento para quem está doente, então surgiu o ‘Fila Zero”, que será muito importante e envolverá não só recursos financeiros, mas também recursos humanos de profissionais de saúde para atender a demanda”, disse o secretário municipal de Saúde Thiago Mariano, durante a apresentação.
 
O prefeito Sérgio Azevedo ressaltou que a parceria entre público e privado será muito bem-vinda para que o programa flua da melhor maneira. “Nós já realizamos algumas metas, mas agora seguimos com esse novo desafio. Nesse momento, precisamos unir forças para que possa acontecer, nós vencemos a pandemia com o esforço de todos e agora para que os procedimentos represadas possam seguir também contamos com o apoio de toda a população e empresas parceiras. Estamos focados para resolver esse problema, e, com certeza, essa iniciativa será um exemplo para o Brasil”, afirmou.
 
O superintendente do Hospital da Santa Casa, Marcos de Carvalho Dias, falou sobre a parceria entre a secretaria e a Irmandade. “Nos comprometemos que a Santa Casa fará o melhor pela população. Pela primeira vez a prefeitura lança um projeto dessa magnitude e só essa gestão poderia pensar e colocar em prática. A tabela do SUS remunera muito mal os procedimentos, o hospital e os médicos que compõem uma cirurgia. A prefeitura de Poços se dispôs pagar 6x a tabela SUS para fazermos com que os nossos profissionais deem conta dessa jornada. Agradecemos a disposição para contribuir com a Santa Casa e também com a equipe médica que receberá seus honorários no mês seguinte da realização dos serviços. Ficamos felizes em contribuir dessa ação e de zerar essa fila de espera.”
 
Já o diretor do Hospital Santa Lúcia - Hospital do Coração, Dr. Assad Aun Netto, falou sobre a disponibilidade do hospital em apoiar o projeto. “O Santa Lúcia sempre participou de mutirões de cirurgias eletivas e em todos tivemos participação significativa. E agora com esse convite, e com essa necessidade da cidade em trazer uma solução para os procedimentos, nós vamos dar nossa ajuda, já que contamos com uma equipe bem completa.”
 
Para melhor acompanhamento das informações, será disponibilizado um hotsite do projeto, que poderá ser acessado através do linkhttps://pocosdecaldas.mg.gov.br/filazero/, que conterá um cronograma de realização dos procedimentos por especialidades, além de atualização semanal dos resultados.
 
PARCERIA - Na tarde de ontem (14), o secretário de saúde Thiago Mariano e o secretário adjunto de saúde Carlos Eduardo Almeida receberam representantes do legislativo para reafirmar a parceria e apresentar o programa.
Representando o Legislativo, a vereadora Regina Cioffi (PP) falou sobre a importância do programa para a população. “Nós recebemos diuturnamente demandas na Câmara Municipal e muitas vezes não queremos fazer escolhas, mas têm situações que nos angustiavam demais. Estou emocionada em estar aqui neste momento e junto ao prefeito e os hospitais, estamos podendo apresentar um programa ousado e com determinação muito possível. Muitas coisas dependem de recursos e também de vontade de resolver o problema de quem está sofrendo. Apoio aos prestadores e a iniciativa privada para agregar e resolver um problema de saúde. Com o apoio de todos é possível zerar tudo. Esse é um momento histórico para Poços.”
A execução dos procedimentos serão custeadas com recursos próprios, recursos do SUS e parcerias com empresas privadas.
 
EMPRESA “AMIGA DA VIDA” - Através da responsabilidade social, as empresas privadas que se interessarem na parceria com a Secretaria de Saúde para atendimento da população, poderão contribuir com as ações que serão executados pelo programa. Estas serão as empresas “Amiga da Vida”.
 
APRESENTAÇÃO PARA SERVIDORES - Na tarde desta quarta (15), o secretário de saúde, o secretário adjunto e o prefeito Sérgio Azevedo também estiveram reunidos com os auxiliares administrativos de saúde para apresentar o programa aos servidores.
Durante a apresentação foi ressaltado a importância e o compromisso de cada servidor para a realização do projeto, bem como o compromisso dos usuários do SUS, que devem comparecer aos procedimentos no dia, hora e local agendados, e caso não possam comparecer, devem avisar com antecedência para que outro paciente possa ser agendado, gerando assim mais agilidade no andamento da fila de espera.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »