16/03/2023 às 15h22min - Atualizada em 16/03/2023 às 15h22min

Grupo de produtores de Ibitiúra de Minas faz grande doação para o Café Cacon

FONTE E FOTO: Rafael dos Santos - Assessoria de Imprensa da Santa Casa
Produtores rurais da pequena cidade mineira entregam doação no Café Cacon
c
Na manhã da última sexta-feira, 10, um grupo de produtores de Ibitiúra de Minas esteve no Café Cacon para realizar a doação de 110kg de pó de café, 240 litros de leite e uma grande quantidade de bolachas. 
Quem fez a entrega da doação para a provedora da Santa Casa e responsável pelo Café Cacon, Célia Maria de Souza, foram três agricultores: Mauro Cavalari, Marcos Paulo da Silva e Anderson Pires de Souza. Eles representaram um grupo de cerca de 200 agricultores que se juntaram para fazer a doação.     
 
“A gente é de Ibitiúra de Minas, temos um grupo de produtores rurais no WhatsApp que conta com 200 produtores, e através do Flávio, que é voluntário no Café Cacon, a gente resolveu fazer uma doação de pó de café. O Cássio e o Marco ajudaram na arrecadação de leite e a gente trouxe aqui para o Cacon, um lugar que acolhe as pessoas. Os que vêm de longe chegam aqui e são bem recebidos, então é mais do que justo o produtor rural fazer essas doações”, relata Mauro Cavalari. 
 
O voluntário que incentivou a doação citado por Mauro é Flavio Akira Nakadaira, que há cinco anos, junto com sua esposa Lolly, é voluntário servindo café para os pacientes oncológicos. Ele destaca o prazer que tem em ajudar ao próximo.   
“Eu e minha esposa somos voluntários e temos o maior prazer de vir aqui, servir o pessoal e ver a felicidade deles tomando café junto com a gente. É muito bom o que sentimos, podendo ajudar pessoas que já estão no sofrimento, fazendo o tratamento. Então, dar um pouco de alegria para eles, ver o sorriso deles de manhã é muito gratificante”, relata Flávio. 

GRATIDÃO - A provedora da Santa Casa, Célia Maria de Souza, agradece a todos que, com muito amor, ajudam para que o Café Cacon continue servindo os pacientes da Oncologia e também da Hemodiálise
“Graças a Deus nós temos um pessoal que conhece a necessidade de quem tem menos poder aquisitivo, principalmente as pessoas que estão fazendo o tratamento aqui na Unacon. Temos que agradecer a turma que está aqui, são 16 pessoas voluntárias que me ajudam a servir o café. Também temos muito a agradecer à Guarda Municipal, à Polícia Militar, que tem dado uma força para a gente. Muito obrigado a todos que nos ajudam, a esse pessoal de Ibitiúra que, carinhosamente, está trazendo tantos alimentos. Que Deus os abençoe, que eles prosperem muito na vida, com muita saúde e tenham, cada vez mais, muitas possibilidades de ajudar bastante gente, pois assim eles estão ajudando a si mesmos”, concluí Célia Maria de Souza.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »