06/03/2023 às 15h36min - Atualizada em 06/03/2023 às 15h36min

+ DO TURISMO - 06/03

C
Casais têm 25% de desconto para curtir o Deserto do Atacama

 
Tierra Atacama oferece benefício para hospedagens de três noites ou mais
 
Os fins de tarde no Deserto do Atacama, no Chile, são marcados por inesquecíveis tons de laranja, rosa, lilás e roxo. Já quando a noite cai, o destino é iluminado por uma quantidade incontável de estrelas. Afinal, a região é palco do céu mais limpo do mundo.
São fatores como esses, aliados aos majestosos cenários naturais e à exclusividade de explorar um destino tão remoto, que tornam o deserto perfeito para viagens a dois. O hotel Tierra Atacama, em San Pedro de Atacama, a 1h15 do aeroporto de Calama, oferece experiências com condições especiais para passeios românticos pela região.
Casais que pretendem se hospedar no empreendimento por três noites ou mais podem aproveitar um desconto de 25%. O benefício é válido para reservas feitas até 31 de março de 2023. A viagem, por sua vez, pode ser realizada até 30 de setembro deste ano.
A hospedagem inclui o famoso sistema all inclusive da rede Tierra, que mescla o melhor da culinária regional com delícias da gastronomia internacional. Além disso, é possível aproveitar open bar de bebidas alcoólicas e não alcoólicas.
A infraestrutura do Tierra Atacama também colabora para deixar qualquer viagem a dois ainda mais especial. Com 32 apartamentos aconchegantes e que oferecem vistas incríveis, o complexo tem vários cantinhos românticos, piscina e o Uma Spa, onde os apaixonados podem realizar massagens relaxantes e tratamentos para revigorar as energias após os passeios.
Outra vantagem é que o hotel chileno organiza passeios exclusivos na companhia de guias especializados. Há opções para todos os gostos e com diferentes níveis de intensidade, incluindo roteiros que levam a atrações famosas da região, como Piedras Rojas e Géiseres del Tatio.
 
SOBRE A REDE TIERRA HOTELS - Fundada em 2007, a rede Tierra Hotels conta com hotéis-boutique em três destinos icônicos do Chile: Atacama, Patagônia e Chiloé. Os prédios dos empreendimentos têm designs arquitetônicos ousados e diferenciados, que se integram harmoniosamente aos cenários naturais locais. Todos oferecem acomodações completas, experiências gastronômicas, expedições personalizadas e tratamentos de spa.
Mais informações podem ser obtidas em www.tierrahotels.com, telefone 0800-761-1627 (Brasil) ou com os principais operadores e agências de turismo.
 
FONTE E FOTO: AD Comunicação & Marketing
 
 
 
Orla de Lagoa Formosa (MG) recebe R$ 5 milhões para reforma
 
Um dos principais pontos turísticos de Lagoa Formosa, em Minas Gerais, a Orla da Lagoa D'agua ganhará R$ 5 milhões para revitalização e reforma. A cidade é rica em belezas naturais, com diversas cachoeiras, rios, paisagens para caminhadas, trilhas ecologias e degustação de pratos típicos. Na região acontece uma das principais festas do Triangulo Mineiro/Alto Paranaíba, a Festa do Feijão. Esse importante evento atrai cada vez mais visitantes para o município.
A obra vai proporcionar para um dos principais pontos turísticos da cidade a modernização do calçadão, a pista de ciclismo e outros, melhorando o translado de pedestres, atletas e a população como um todo, beneficiando e incentivando ainda mais o turismo do município e a pratica de esporte.
A Lagoa está presente na história do município sendo marcada como parada dos viajantes que passavam por lá com seus animais em longas viagens. O primeiro morador apelidou a cidade de Lagoa das Éguas (outros diziam que se chamava Lagoa dos Tropeiros), que depois vira a ser Lagoa Formosa.
INVESTIMENTO - O Ministério também vai destinar R$ 960.019,00 para a região do litoral norte de São Paulo (SP), visando a melhoria da infraestrutura turística. A obra inclui os municípios de Bertioga, Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba. O objetivo do investimento é atrair novos turistas e criar uma experiência turística de qualidade e com segurança.
 
FONTE: Ministério do Turismo - [email protected]
 
 
Embratur vai estimular criação de coworkings para receber nômades digitais estrangeiros
 
A Embratur fará parceria com a empresa portuguesa NomadX para estimular a criação de coworkings focados em estrangeiros que desejam viajar ao Brasil e trabalhar de forma remota ao mesmo tempo, são os chamados nômades digitais. O assunto foi tratado durante a Feira Internacional de Lisboa, um dos mais importantes eventos de turismo da Europa, entre o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, e o diretor executivo da NomadX, Gonçalo Hall, que administra uma rede de espaços desse tipo em diversos países.
“A nova Embratur vai focar em inovação e tecnologia para trazer mais estrangeiros ao nosso país e melhorar a experiência de quem vem nos visitar. A NomadX já está em Pipa, no Rio Grande do Norte. Queremos ampliar essa rede para recebermos mais turistas no Brasil”, disse Freixo.
A NomadX reúne hoje uma comunidade de cerca de 20 mil nômades digitais que viajam o mundo. A empresa tem sedes em Lisboa, Caparica, Madeira, Cabo Verde e Pipa. “Hoje nós temos uma comunidade de cerca de 50 pessoas utilizando nosso espaço em Pipa. Um nômade digital gasta em média 1.800 euros por mês e passa cerca de 2 meses em cada local. Estamos falando de jovens entre 25 e 35 anos que ganham entre 3 a 5 mil euros de salário. Tem um impacto importante na economia de pequenas cidades”, explicou Gonçalo.
Algumas cidades brasileiras manifestaram interesse em receber os nômades digitais: João Pessoa (PB), São Miguel do Gostoso (RN), Recife (PE), Maceió (AL), Santos (SP) e Florianópolis (SC). “Nós vamos abrir o diálogo com as prefeituras para apresentar o projeto de ampliar essa lista de cidades que podem receber esses turistas. Precisamos garantir local de hospedagem, salas de trabalho, conectividade e segurança para esses estrangeiros”, disse o presidente da Embratur.
Gonçalo explicou que esse tipo de visitante não está somente interessado em aproveitar pontos turísticos. Segundo o diretor, eles buscam se inserir e viver as experiências na comunidade como se fosse um local. “Eles consomem nos estabelecimentos que os moradores gostam de ir, querem aprender a cultura local, alguns acabam ensinando línguas estrangeiras a crianças. É uma experiência imersiva que tem muitos desdobramentos para as pequenas cidades”, concluiu.
A Embratur e a NômadX farão um novo encontro em abril para elaborar o plano de ação conjunta e a expectativa é que em novembro novos centros estejam funcionando no país.
 
FONTE: Imprensa Embratur - [email protected]

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »