26/03/2021 às 14h00min - Atualizada em 26/03/2021 às 14h00min

Bruno Filisberti, um gênio na obscuridade

FONTE E FOTO: Marcelo Leme
Ipê Amarelo, uma das inúmeras obras de Bruno Filisberti, que morou parte de sua vida em Poços de Caldas
.
O livro “Bruno Felisberti, uma vida dedicada à arte”, de Henrique Daniel Miranda, conta a história do mais ilustre pintor de Poços de Caldas, e um dos grandes impressionistas de nosso país
 
Advogado, marchand, artista plástico, músico e comerciante, Henrique Daniel Miranda, natural de Ribeirão Preto/SP, é apaixonado pela obra de Bruno Filisberti. O pintor, que morou parte de sua vida em Poços de Caldas/MG, é considerado um dos grandes artistas da história cultural do município. Bruno nasceu em Mococa/SP, em 1912, e viveu em Poços desde sua adolescência. Em São Paulo, frequentou a conceituada Escola de Belas Artes e recebeu aulas de mestres como Paulo Vergueiro e Amadeu Scavoni. Produziu várias obras até 1979, ano de sua morte.
 
Nesta matéria enviada pelo artista visual e curador Marcelo Leme, Henrique fala dessa admiração pelo renomado artista.
 
“Minha grande admiração pela obra de Bruno Filisberti nasceu fruto do reconhecimento que meu pai, também artista plástico, nutria pelas suas obras. Como também sou pintor, minhas pinturas definitivamente também sofreram influência da obra deste artista.
Desta admiração nasceu a coleção, que hoje possui cerca de 40 itens entre pinturas e desenhos, e sempre buscando novas peças que se tornam cada vez mais raras, pois os colecionadores dificilmente abrem mão de algum de seus trabalhos; e quando o fazem, é para aquisição de uma pintura com mais elementos ou que agrade mais o gosto do entusiasta.
Foi assim com a pintura do Ipê Amarelo, que já possuía há certo tempo, e que abri mão para aquisição de um belíssimo casario, datado de 1959. A obra foi adquirida pelo amigo Marcelo Leme, de Poços de Caldas, também apaixonado pela obra do Bruno Filisberti.
De toda esta admiração e graças ao auxílio do inesquecível amigo Sylvio Felisberti Filho, que residia em Ribeirão Preto/SP, foi possível escrever o livro “Bruno Felisberti, uma vida dedicada à arte”, no qual tentei contar da forma mais fidedigna possível a história deste grande artista. Foram várias entrevistas, algumas gravadas, em que o Sylvio contou com orgulho a trajetória do irmão Bruno. Ele também forneceu grande arquivo de material - fotos, recortes de jornais da época, ilustrações, e o principal, seu relato verbal.
E a busca por novas obras continua. A coleção sempre aumentando. Eu espero sinceramente que meu humilde trabalho contribua para tirar a obra deste grande artista da regionalidade, e que suas telas alcancem o reconhecimento merecido.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp