01/02/2023 às 15h57min - Atualizada em 01/02/2023 às 15h57min

Uma fazenda que hospeda

FONTE: Verônica Bittencourt - [email protected] - FOTOS: Divulgação
C 
Localizada a menos de duas horas do Rio de Janeiro, Fazenda das Palmas oferece história, agroecologia sintrópica, circuito das artes e visita ao alambique da cachaça Pindorama
 
Acolher e aconchegar. Esse é a missão da centenária Fazenda das Palmas. A história começou uma década atrás, quando o casal Luiza Konder e Antônio Carlos de Almeida Braga adquiriram a propriedade em 2012, localizada no interior do Rio de Janeiro, em Vassouras e descobriram ali nas suas instalações o que vinha a ser o terceiro alambique comercial do estado e decidiram por restaurar o local. O casarão principal é uma fazenda com infraestrutura completa para hospedagem, com muitas histórias para desvendar, a uma distância de menos de duas horas da cidade do Rio de Janeiro, na região do Vale do Café.

O espaço possui toques de modernidade para uma completa e acolhedora experiência aos seus hóspedes. Desde a área interna até a área ao ar livre, os diversos espaços de convivência permitem que todos passem momentos especiais fora de seus quartos, em ambientes amplos, que comportam toda a família de forma integrada. Ao todo são seis suítes na casa principal, além de duas cameratas extras no andar inferior para crianças. O valor da diária varia de acordo com cada época do ano e é possível alugar toda a sede.

Os móveis e as obras de arte completam a sensação de estar em casa. No jardim, os visitantes contam com um Circuito das Artes, um caminho com esculturas em bronze por onde é possível passear entre elas. São obras históricas que dão um toque de elegância e autenticidade à fazenda, que também conta com uma bela capela.

O pátio externo da propriedade é um capítulo à parte. Muros ornamentados com elementos em forma de compoteira com pináculos em louça e vasos em massa foram nivelados com a casa, permitindo o acesso ao lado externo, que conta com uma escadaria dupla de pedra com guarda-corpo metálico.
 
A história está presente em cada detalhe. “As janelas são em guilhotina e possuem externamente esquadrias de madeira pintadas de branco com caixilhos de vidro e bandeira fixa com vidros coloridos. Internamente conta com duas folhas de abrir almofadadas, pintadas de branco. Tudo foi pensado para que os hóspedes se sintam em casa, como parte da nossa família, em um ambiente acolhedor”, garante Joana Almeida Braga, uma das proprietárias.
 
Com uma quadra de tênis, campo de golfe e cavalos, a Fazenda das Palmas é um convite para quem deseja se aventurar nos esportes. Para refrescar, uma remada no lago ou passeios de barco entre amigos e com a família. O banho de piscina aquecida, sala de massagem e sauna a vapor, também são boas escolhas.

ALAMBIQUE - Entre as experiências únicas oferecidas aos hóspedes estão a alimentação orgânica e a visita ao alambique da Cachaça Pindorama, que implementou iniciativas como o reflorestamento da área de produção através da agricultura sintrópica, com espécies nativas da mata atlântica, plantio de cana de açúcar e milho não transgênico em consórcio próximo ao alambique, como forma de proteção do solo, além da criação de uma estrutura para produção de energia através do bagaço da cana.
Construído originalmente em 1855, o alambique havia sido desativado e abandonado, porém ainda mantinha a caldeira inglesa, importada via Alemanha no começo do século XX. A estrutura foi totalmente reformada, a cana-de-açúcar começou a ser plantada e a cachaça, destilada. Foi através da colaboração familiar que nasceu a Pindorama, cujo nome coincidentemente significa em Tupi-guarani, região das palmeiras ou terra livre do mal.

SERVIÇO:
Telefone: 55. 21 9 6691-3364
Preços sob consulta

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.