29/11/2022 às 15h01min - Atualizada em 29/11/2022 às 15h01min

PUC-Campinas cria três novos cursos e realiza vestibular específico

FONTE: Assessoria de Imprensa PUC-Campinas - [email protected] - FOTO: Reprodução Google / Portal de Pinhal
c 
Universidade terá Gastronomia, Engenharia de Alimentos, e Administração em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais
 
A PUC-Campinas abriu um vestibular específico para novos cursos criados neste ano e que iniciarão suas turmas em 2023. As inscrições estarão abertas até 23 de janeiro e as provas serão realizadas em 26 de janeiro de 2023, com matrículas entre 2 e 7 de fevereiro.
 
Entre os novos cursos estão os de Gastronomia, Engenharia de Alimentos, e Administração em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais. Eles foram montados após pesquisas que mostram tendências econômicas nacionais e regionais, mercado de trabalho e áreas de interesse dos estudantes.
 
Para montar os cursos, foram ouvidos especialistas, professores e profissionais da Universidade. Também foi investido previamente em infraestrutura para entender às necessidades especiais de cada um dos novos programas. Um deles é a construção de um Centro de Gastronomia no Campus I
 
“A PUC-Campinas busca, de forma consistente e bem fundamentada, acompanhar as mudanças do mundo atual, cada vez mais aceleradas e constantes. Por isso, não só atualizamos os cursos existentes, como estamos abrindo novas frentes para atender às necessidades da comunidade”, disse o Reitor Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior.
 
Conheça um pouco dos novos cursos:
 
GASTRONOMIA - O curso de Gastronomia é uma das novidades da Universidade, que já está finalizando as instalações no Campus I, em um prédio que terá um espaço gastronômico e um novo restaurante com proposta diferenciada. Serão quatro semestres de duração e 25 vagas no turno matutino
 
O Centro de Gastronomia reunirá diversas frentes de atuação: um Curso Tecnólogo de Graduação em Gastronomia, um Curso Profissional em Gastronomia, um Restaurante Escola Executivo e um Pool de Negócios Gastronômicos. Segundo Andreia Pimentel, CEO do Centro de Gastronomia, a iniciativa está ancorada nos conceitos e tendências da indústria 4.0.
“O Centro de Gastronomia incentiva o empreendedorismo e o low touch economy. Os alunos receberão mentorias e aprenderão a usar as principais estratégias e ferramentas para desenvolvimento de novos negócios criativos com grande sentido de responsabilidade social e visão global”, contou.  
 
O Curso Tecnólogo de Graduação será oferecido no período matutino e com duração de quatro semestres. Ele vai contar com o primeiro Restaurante Escola Executivo da região aberto ao público. O objetivo é contribuir para a formação de novos profissionais e atender a demanda do mercado regional. O Curso adota a metodologia conhecida como learning by doing - utilizada nas melhores escolas de gastronomia do exterior, a qual privilegia o uso de cozinhas profissionais para aulas práticas, além da oportunidade de atuar em bancadas individuais.
 
O corpo docente é composto por profissionais que se formaram nas principais escolas de gastronomia da Europa e atuaram em renomados restaurantes internacionais. 
 
O Pool de Negócios Gastronômicos estará integralmente vinculado ao Curso de Graduação em Gastronomia. Essa sinergia tem o intuito de promover mais que o aprendizado técnico da gastronomia. “Vamos oferecer aos estudantes a possibilidade real e imediata de inserção no mercado de trabalho. Teremos um espaço com salas de coworking e a promoção do relacionamento direto entre empresários do setor e estudantes para que seja possível gerar novos negócios na área da gastronomia”, disse Andreia Pimentel.  
 
Já o Curso Profissional de Gastronomia será uma versão mais compacta, de apenas nove meses, e será oferecido no período noturno, duas vezes por semana. Além de aprimorar algumas técnicas específicas da gastronomia, ele é ideal para quem não tem muito tempo e aprecia a arte da cozinha.  
O centro, além do restaurante, terá quatro cozinhas com que há de mais moderno em infraestrutura e equipamentos, sendo um deles o estúdio “instagramável” para a realização de aulas interativas dentro do universo digital e plataformas de streaming.
 
Também estão previstas parcerias no exterior. No Peru, o Lima Peru Le Cordon Bleu e USIL (curso intensivo de cozinha peruana), na França o Relaix Chateau (com estágio remunerado em restaurantes estrelados), e Portugal e Itália, com enogastronomia nas principais vinícolas e pontos gastronômicos.
 
FINANÇAS - O Curso de Administração com Linha de Formação em Finanças Corporativas e Mercados de Capitais foi proposto considerando que o mercado financeiro tem levado as instituições financeiras a uma série de mecanismos que tornaram a dimensão econômica e financeira cada vez mais complexa. Serão oito semestres de duração e 70 vagas no turno matutino e 70 vagas no turno noturno
 
Em 2000 foram criadas as faculdades que formavam executivos exclusivamente para atividade no mercado financeiros. A demanda por jovens profissionais nessa área é crescente e as faculdades do CEA (Centro de Economia e Administração) resolveram propor um curso que, além de atender a essa demanda, também pudesse trazer na sua essência uma forte formação em consonância com as questões socioambientais já manifestadas pelo mercado de capitais sob a sigla ESG (Envioronmental, Social and Corporate Governance).
 
O curso é composto por componentes curriculares do curso de Administração e de Ciências Contábeis e conta com nove componentes especialmente desenvolvidos para essa linha de formação, sendo 570 horas das 3.548 horas do curso.
 
Os estudantes serão preparados para obterem as certificações CPA 10 e CPA 20, que são fundamentais hoje para quem trabalha ou deseja trabalhar em bancos. Além disso, com mais um ano será possível obter formação também em Ciências Contábeis. Assim, em cinco anos o estudante poderá graduar-se em Administração e Ciências Contábeis.
 
ENGENHARIA DE ALIMENTOS - Na mesma linha de formação de profissionais para o setor da gastronomia, será aberto do curso de Engenharia de Alimentos. Serão 10 semestres de duração e 60 vagas no turno integral.
 
O curso deverá preparar o profissional para projetar, operar e supervisionar processos e equipamentos industriais, desenvolver novos produtos e melhorar os já existentes através do uso de novas técnicas de conservação e transporte de alimentos, e do desenvolvimento de embalagens, sempre levando em consideração boas práticas de fabricação, valores nutricionais, saúde, bem-estar e sustentabilidade.
 
O estudante terá uma formação inovadora e multidisciplinar, aplicando os conhecimentos fundamentais da ciência e da engenharia, envolvendo as áreas de nutrição, biológicas e gastronomia. Além disso, o curso desenvolve habilidades para a gestão de pessoas e projetos, e empreendedorismo, preparando-o para atender as necessidades de uma alimentação saudável, segura e acessível, considerando as referências afetivas e as tendências gastronômicas para harmonização e valorização do alimento.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.