11/11/2022 às 16h38min - Atualizada em 11/11/2022 às 16h38min

Pedro Cezar lança seu primeiro álbum

FONTE: Pedro Cezar - [email protected] - FOTO: Tiago Alexandre Santana
C 
Com parcerias internacionais, Matutando Sonho tem lançamento nesta sexta-feira
 
Nesta sexta-feira (11) chega a todas as plataformas digitais de música o primeiro álbum do cantor e compositor mineiro Pedro Cezar
Matutando Sonho traz 14 faixas inéditas e apresenta ao público o universo intimista da obra do artista poços-caldense. Fruto de um processo de pesquisa iniciado ainda no período da pandemia, o repertório reúne composições recentes e outras mais antigas, recolhidas especialmente para este trabalho. 
 
"É um disco de movimento, de andanças, de entender a rua como lugar onde o conhecimento e os encontros se dão e se convergem. São minhas lembranças de criança, de família, as ausências e presenças no cotidiano, a saudade e o amor em outras palavras; o aprendizado na cidade grande, a calmaria da vida no interior, o sonho em curso. Tudo isso com trilha sonora”, diz Pedro. “Talvez essas canções selecionadas sejam aquelas que me possibilitam mostrar às pessoas um pouquinho do meu mundo sonoro, das minhas observações sobre a vida, detalhes que vão se revelando e que, às vezes, passam despercebidos. Ao mesmo tempo, são músicas que abrem caminho para eu me colocar como intérprete, tanto na voz quanto no violão, ao lado de músicos e musicistas da maior qualidade e competência."
 
Apesar de ser o pontapé na sua carreira solo, Pedro Cezar segue adepto dos trabalhos de caráter coletivo. O álbum Matutando Sonho tem diversas participações especiais, reunindo artistas brasileiros e internacionais. Das novas parcerias, as faixas "Para beber de las estrellas" e "Bwé de Mambo" ainda contam, respectivamente, com a participação da artista boliviana Alexia Loredo e de Bona Ska, cantor angolano. A cantora Tatiana Meirelles, o clarinetista Otávio Quartier e o violonista e compositor Gustavo Infante completam o time - sul-mineiro - de colaborações. Rafael Moreira (baixo), Michel Nascimento (bateria e percussão) e Fábio Leandro (piano e teclados) foram os músicos convidados para a gravação. 
 
O lançamento é da YES, TUPI, selo gerido pela pesquisadora musical Thabata Arruda, que também assina o projeto gráfico e a edição do álbum visual. A ilustração da capa é do artista pernambucano João Lin
 
Co-produzido, mixado e masterizado por Deivid Santos, o disco foi gravado nos estúdios DS Estúdio (Poços de Caldas), Michel Nascimento (Rio de Janeiro, RJ), Cassette - Estúdio de Som (Luanda, Angola) e Estúdio Crom (Cochabamba, Bolívia).
 
“Este trabalho é a materialização de um sonho, reflete minha vivência musical e, sobretudo, minha admiração por todas as pessoas que se dedicaram e se dedicam para inventar e manter viva a Música Brasileira. Quem sabe eu possa, humildemente, contribuir com esta história”, resume. 
 
Para ver, ouvir e saber mais informações acesse:
https://ditto.fm/matutando-sonho
https://www.youtube.com/pedrocezar
https://www.pedrocezarmusica.com/matutandosonho

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.