03/11/2022 às 15h01min - Atualizada em 03/11/2022 às 15h01min

Charanga dos Artistas vai abrilhantar o Festival Poços 150 anos

FONTE E FOTO: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
c 
Companhias teatrais homenageiam mestres da Cultura Popular, como Pedro Caiapó e Dona Orlanda, no sesquicentenário da cidade
 
A tradicional Charanga dos Artistas, alma do Carnaval poços-caldense, vai abrilhantar o Festival Poços 150 anos, com homenagens mais que especiais no sesquicentenário do município. Bonecos dos nossos mestres da Cultura Popular Dona Orlanda, Seu Joaquim, Seu Pedro Caiapó e Seu Luiz Siqueira e também do mito fundador da cidade se misturam a 19 grupos teatrais, de circo e dança acompanhados pelas marchinhas da Banda do Miguelzinho, levando a alegria, a vibração e a criatividade da Charanga dos Artistas para os festejos dos 150 anos de Poços de Caldas. 
 
As apresentações serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro (sábado e domingo), das 16h às 18h, no Estádio Municipal Dr. Ronaldo Junqueira, o Ronaldão, que sedia o Festival de 2 a 6/11. “A Charanga dos Artistas não poderia ficar de fora das celebrações dos 150 anos de Poços de Caldas pela força de sua tradição e por tudo que congrega, especialmente no que diz respeito às homenagens que sempre presta a personagens e histórias da cidade”, ressalta o secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra
 
Desde 2001, o Carnaval de Poços de Caldas conta com a irreverência da Charanga dos Artistas, que reúne companhias teatrais locais e bonecos gigantes em uma grande celebração da arte e da cultura, ao som da Banda do Miguelzinho, com as tradicionais marchinhas.
 
Nesta edição especial dos 150 anos, os tradicionais bonecos reverenciam grandes mestres da cultura tradicional da cidade, os saudosos Seu Joaquim (Joaquim José da Cruz, mestre Moçambique, falecido em 2021), Seu Pedro Caiapó (Pedro Antônio Ramos, chefe do Grupo de Caiapós do São José, falecido em 2013), Seu Luiz Siqueira (Luiz Siqueira, Rei Congo, falecido em 2019) e Dona Orlanda da Conceição, mestre da Cultura Popular pelo Ministério da Cultura e Capitã do Terno de Congo Santa Bárbara e São Gerônimo que, aos 95 anos recém-completados, vai poder prestigiar a homenagem. 
 
“Este ano vamos homenagear artistas da nossa cultura popular, todos eles inclusos na parte cultural, histórica e tradicional da nossa Festa de São Benedito, e também o mito da fundação de Poços de Caldas, que fica em torno de Pedro Botelho, que morava nas águas sulfurosas ali onde é a região termal, as Thermas Antônio Carlos e a fonte Pedro Botelho, conhecida como Fonte do Leãozinho, com a crendice de que o diabo morava ali devido ao cheiro de enxofre”, explica o ator, produtor cultural, diretor de teatro, professor de história e um dos fundadores da Charanga dos Artistas, Clisthenis Betti, responsável pela pesquisa histórica dos homenageados, especialmente dos bonecos. 
 
Já entre os homenageados pelas companhias teatrais estão o próprio Pedro Botelho, os imigrantes italianos, a princesa Tamara Gagarin, os cassinos, a Fonte dos Amores e a primeira peça de teatro do Grupo Alvorada, com direção de Benigno Gaiga, entre outros, com todos os temas relacionados à história de Poços de Caldas nestes 150 anos. 
 
A CHARANGA - Criada em 2001 como forma de unir a classe artística para reverenciar personalidades locais, nacionais e internacionais, a Charanga dos Artistas resgata a alegria do “brincar carnaval”, ao mesmo tempo em que traz para a festa ícones da literatura, do cinema, da música e personagens que se destacaram em diversas áreas de atuação.
Além do resgate das marchinhas e da caracterização dos artistas, bailarinos e bonecos, o diferencial da atração é a interação com o público, que é parte fundamental do espetáculo. De maneira divertida e irreverente, o movimento artístico consegue trazer para o Carnaval referências históricas e culturais de Poços de Caldas, do Brasil e de todo o mundo. 
 
Participam das apresentações especiais do sesquicentenário de Poços de Caldas 19 grupos teatrais: 
 
Grupo Trancos e Barrancos - artistas Luiz Munhoz e Tatiane Ridolfi;
Cia. de Parolis de Teatro - artistas Rose de Parolis e Thiago de Parolis Barcelar;
Cia. Dell'Arte - artistas Bruna Caroline e Wellington Rafael; 
Cia. de Teatro Montechios e Capuletos - artistas Felipe Campos e Luiza Lopes Lage;
Cia. Magia de Teatro - artistas Deborah Soares e Sara Martins Moreira da Silva;
Cia Naativa de Teatro - artistas Dema Mello e Guilherme Alves Pereira;
Grupo Equilibrius Artes - artistas Luciana Rossi e Thelma Azevedo;
Grupo Teatral Bem-me-quer - artistas Jacque Ferrari e Gui Guerriero;
Monteiros e Lobatos Cia. de Teatro - artistas Clisthenis Betti, Vinicius Betti e Elvis Oliveira Lago; 
Studio de Dança Kika de Souza - artistas Kika de Souza e Lucia Helena dos Reis; 
Cia. Arte e Expressão – artistas Luana Cristina Ribeiro e João Gabriel Benelli Consolin;
Escola de Dança Gisa Carvalho – artistas Gisa Carvalho e Júlia Santos Miglioranzi.
Cia. Beira Corpo de Teatro - artistas Nanda Dearo e Nando Gonçalves;
Grupo Trupe de Ruah - artistas Ivan Luiz Soares e Pedro Ribeiro Neves.
Piquiliqui Produções - artistas Adriano Franco e Lilian Franco;
Cia. Toque de Vida - artistas Fábio Freitas e Rose Torraca;
Cia. Máscaras Vivas de Teatro - artistas Elisangela Virga e Grace Souza;
Cachorroloco Produções - artistas Gabriel Solano e Vivi de Figueiredo;
Cia. Penduricalhos - artistas Guilherme Eduardo Teixeira e Carine Michelucci Moralez.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.