Brand-News Publicidade 1200x90
10/10/2022 às 15h33min - Atualizada em 10/10/2022 às 15h33min

Água e mão que esculpem

FONTE: Sesc Poços de Caldas - FOTO: Reprodução Google
Geninho é o convidado do Projeto Parede, realizado pelo Sesc Poços de Caldas; obras do escultor estarão em exposição a partir de amanhã, 11 de outubro
 
O escultor Geraldo Eugênio de Oliveira, mais conhecido como “Geninho Escultor”, é o convidado do Projeto Parede, realizado pelo Sesc Poços de Caldas. O artista vai expor seus trabalhos no período de 11 de outubro a 20 de janeiro de 2023 na Rua Paraná, 229 - Centro.
 
“Essa exposição vem apresentar peças que foram feitas a partir do reaproveitamento de madeiras que já haviam sido extraídas da natureza. Uma arte sustentável que traz em si, além do meu trabalho como escultor, o trabalho da própria natureza que esculpiu essas raízes através das águas, deixando suas marcas ao longo de todos esses anos que estiveram submersas”, diz. “Eu trouxe meu olhar para preservar e ressaltar o que já tinha ali naquelas raízes e trazer à tona o que se revelou ao lapidá-las.”
 
Artista autodidata, Geninho nunca frequentou escolas de artes plásticas nem se formou nas teorias acadêmicas vigentes, mas se inspirou no mundo para criar e produzir suas obras. É considerado um artista “sui generis” pela singularidade de suas obras e sua versatilidade no trabalho com várias matérias-primas.
Aos 12 anos, interessou-se pelo entalhe em madeira e assim teve contato com todos os instrumentos necessários para desenvolver essa técnica - e do entalhe ele foi se descobrindo na escultura.
Geninho sempre esteve envolvido com a natureza e as matérias-primas para a confecção de suas peças, que vêm sempre de reaproveitamento - desde materiais encontrados em escombros de demolições de velhos casarões, com raízes e troncos encontrados nos leitos secos dos rios em períodos de estiagem. Dessa forma, transforma o que o que já foi retirado da natureza, em arte.
 
Além de sua atuação como escultor, Geninho também tem experiências profissionais na arte de ensinar. É o empreendedor e o instrutor do Projeto Esculturando desde 2022, aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Também é professor e instrutor no Projeto Eco - Art “Reutilizar para não Acabar” desde 2012. Também atuou como arte-educador no Programa Agente Jovem do governo federal, mantido pela Secretaria Municipal de Assistência Social.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.