Brand-News Publicidade 1200x90
03/10/2022 às 15h33min - Atualizada em 03/10/2022 às 15h33min

Instituto Moreira Salles promove homenagem a Laudelina de Campos Mello

FONTE: Mariana Tessitore - [email protected] / [email protected] - FOTO: Divulgação
cPara celebrar o legado da ativista, pioneira na luta por direitos das trabalhadoras domésticas, será realizado um evento presencial gratuito no dia 8 de outubro, no Espaço Cultural da Urca, em Poços de Caldas (MG), cidade natal de Laudelina. A programação incluirá um debate com Preta Rara, Dayane Tropicaos e Viviana Santiago, transmitido ao vivo pelos canais de YouTube e Facebook do IMS
 
Figura central da história do país, Laudelina de Campos Mello (1904-1991) dedicou sua vida ao ativismo negro, feminista e sindical. Nascida em 1904 em Poços de Caldas (MG), começou a atuar como trabalhadora doméstica aos sete anos de idade. Na década de 1930, tornou-se militante do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e da Frente Negra Brasileira (FNB). Em 1936, fundou a primeira associação de trabalhadoras domésticas do Brasil, na cidade de Santos. Até seu falecimento, em 1991, continuou atuando de forma pioneira pela defesa da categoria.
 
Com o intuito de celebrar a vida e o legado de Laudelina, o Instituto Moreira Salles realiza uma programação especial no dia 8 de outubro (sábado), das 15h às 17h, em Poços de Caldas (MG), cidade natal da ativista. Devido às reformas do IMS Poços, o evento acontecerá em outro importante local da cidade mineira: o Espaço Cultural da Urca.
A programação gratuita começa às 15h com o espetáculo de música e dança Sobre nossas marcas, apresentado pelos grupos Impactus, Danças Urbanas Union Crew e The Trinity, uma homenagem ao ativismo feminino.
Em seguida, das 15h30 às 17h, haverá um debate em torno dos avanços e desafios que a categoria enfrenta hoje. A mesa será aberta com falas de Tita, professora aposentada e escritora, e da arte-educadora Lúcia Vera de Lima, do projeto Chico Rei. Em seguida, a rapper, professora e ativista Preta Rara conversa com a artista visual Dayane Tropicaos, com mediação de Viviana Santiago, coordenadora de Diversidade e Inclusão do IMS. O bate-papo será transmitido ao vivo pelos canais de YouTube e Facebook do IMS, com interpretação em Libras e legendas automáticas.
 
O evento reforça a importância de relembrar a memória de Laudelina, que completaria 118 anos no dia 12/10, e da Associação de Empregadas Domésticas no Brasil na luta feminista e antirracista. Fundada nos anos 1930, a associação teve seu funcionamento afetado tanto pela repressão do Estado Novo quanto da Ditadura Civil-Militar. Em 1988, com a promulgação da nova constituição, tornou-se um sindicato. Foi uma das organizações pioneiras na construção da luta desse movimento social que, desde então, vem conquistando direitos essenciais, como a aprovação da chamada PEC das Domésticas, em 2013.
 
SERVIÇO
Laudelina: trabalho doméstico e resistências
8 de outubro (sábado), das 15h às 17h
Entrada gratuita. Evento sujeito à lotação.
Espaço Cultural da Urca - Praça Getúlio Vargas, s/n - Centro


Programação completa:
15h - Apresentação artística: The Trinity + Union Crew + Impactus
15h20 - Cerimonial
15h30 às 17h - Abertura e Mesa: Preta Rara + Dayane Tropicaos | Mediação Viviana Santiago. Com transmissão ao vivo pelos canais de YouTube e Facebook do IMS 
 
SOBRE AS PARTICIPANTES:
Preta Rara
Rapper, historiadora, turbanista e escritora. Nascida em Santos (SP), tem uma trajetória marcada pela atuação em movimentos negros e feministas. Historiadora de formação, aos 20 anos montou um grupo de rap. Seu projeto #EuEmpregadaDoméstica, que começou com um depoimento pessoal sobre abusos que sofreu na época em que era doméstica, abriu um novo espaço para o diálogo sobre as condições das trabalhadoras domésticas no país e deu origem a um livro. Atualmente, dedica-se a projetos relacionados à música, diversidade e representatividade.
 
Dayane Tropicaos
Artista visual, começou produzindo vídeos e fotografias, buscando diálogo com a cidade de Contagem (MG), onde nasceu e desenvolveu seus primeiros trabalhos. Além da produção de obras, a artista busca questionar o lugar da arte na sociedade, criando propostas para espaços fora da galeria, para que a arte possa ser vivenciada também na rua e em espaços comuns. Em seus trabalhos, investiga a ficção do eu e do agora usando a fotografia, o vídeo e a instalação.
 
Viviana Santiago
Coordenadora de Diversidade e Inclusão do Instituto Moreira Salles, possui habilidades destacadas em comunicação, liderança de redes, elaboração de posicionamentos e artigos, diagnóstico e auditoria de gênero e raça. Atua nas áreas de políticas de igualdade de gênero, promoção de equidade racial, inclusão e na representatividade e no engajamento voltados à garantia dos direitos da criança e do adolescente, especialmente do gênero feminino, na comunicação e ação junto ao poder público, institutos e empresas.
 
Lúcia Vera de Lima
É formada em pedagogia e mestra em cultura popular pelo MinC. Arte-educadora, atuou em vários projetos sociais. É articuladora do Coletivo de Mulheres Negras Mercedes Santana e bandeireira do Terno de Congo de São Benedito. Atualmente, é diretora cultural do Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rei, em Poços de Caldas (MG), e arteira com as bonecas Ashanty.
 
Maria José de Sousa (Tita)
Professora aposentada e escritora, Tita possui uma aproximação com movimentos da cultura popular e lançou em 2016 seu último livro, Reinado e poder no sul de Minas. Nasceu em Poços de Caldas (MG), em 1939, onde se licenciou em filosofia, história e pedagogia. Mestra em ciências sociais pela UFBA, atuou no Chico Rei e no Conselho Estadual de Participação e Integração da Comunidade Negra de Minas Gerais.
 
The Trinity + Union Crew + Impactus
Para homenagear todas as mulheres guerreiras, de diversos gêneros ou raças, e enaltecer a força do feminino, trazendo conhecimento sobre a ancestralidade em cada uma de nós, o grupo feminino Impactus, com o grupo de Danças Urbanas Union Crew, em parceria com The Trinity, grupo que luta pelas causas LGBTQIAP+, apresenta o espetáculo Sobre nossas marcas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.