23/08/2022 às 16h27min - Atualizada em 23/08/2022 às 16h27min

Alcoa anuncia plano de zerar emissões líquidas de Gases de Efeito Estufa (GEE) nas operações globais até 2050

FONTE E FOTO: Opção Comunicação - Assessoria de Imprensa Alcoa Poços de Caldas
Capa do Relatório ASG da Alcoa
c 
Anúncio foi feito pelo presidente da Alcoa Brasil, Otávio Carvalheira, no Relatório sobre a Performance Ambiental, Social e de Governança (ASG) do ano de 2021
 
No lançamento do Relatório de Performance Ambiental, Social e de Governança do ano de 2021, a Alcoa anunciou o plano de descarbonização, alcançando zero emissões líquidas de Gases de Efeito Estufa (GEE) até 2050 em suas operações globais. A empresa pretende reduzir a intensidade das emissões de GEE em 30% até 2025 e 50% até 2030.
 
“Na busca coletiva da sociedade por um futuro mais sustentável, precisamos de novas tecnologias e soluções que nos ajudem a descarbonizar as cadeias de suprimentos globais, ao mesmo tempo em que permitam às comunidades prosperarem. A indústria do alumínio tem um papel essencial a desempenhar neste caminho”, afirma Otávio Carvalheira, vice-presidente de Operações Brasil, San Ciprian, África e Oriente Médio e presidente da Alcoa Brasil.
 
Nesta direção, foi anunciado o reinício do smelter na Alumar em São Luís, temporariamente suspensa desde 2015, com energia 100% renovável, aumentando a oferta de alumínio feita com baixa emissão de carbono.
 
“Propomos a Refinaria do Futuro, a partir do refino de alumina com emissão zero de GEE, usando novos processos e tecnologias como recompressão mecânica de vapor e calcinação elétrica, em combinação com uma grade descarbonizada. Mais de 81% do nosso portfólio global de smelting é alimentado por energia renovável hoje e estamos explorando oportunidades para impulsionar mais nossas operações no Brasil com energia renovável”, ressalta Otávio Carvalheira.
 
O Relatório também traz informações sobre avanços na política de diversidade e inclusão da empresa, destacando programas como o AWARE (Alcoanos Trabalhando Ativamente pela Igualdade Racial-Étnica), lançado no Brasil em 2020, e globalmente em 2021, com o objetivo de conscientizar e promover uma cultura de equidade, influenciar a promoção da justiça racial e igualdade.
 
Além do AWARE, a empresa também conta com a Rede de Mulheres da Alcoa (AWN) e a rede de Funcionários da Alcoa pela Igualdade de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros (EAGLE) e mantém parcerias com a Rede Brasileira de Inclusão Social Corporativa (REIS) e o Movimento de Coalizão por Equidade Racial (MOVER).
 
Na área de segurança, a Alcoa vê com êxito a criteriosa política de prevenção. O resultado foi que nenhum evento sério ou fatalidade foi registrado em 2021.
 
Comunidades e empresa estiveram mais conectadas. 2021 foi um ano de superação para todas as unidades por conta da Covid-19. Por meio de Parcerias Público Privadas (PPP), a Alcoa implementou um esforço organizado para acelerar a vacinação em todos os locais onde opera, o que resultou em queda significativa nos novos casos confirmados da doença em 2021.
 
O Instituto Alcoa e a Alcoa Foundation destinaram, juntos, R$ 7,8 milhões em diversos programas e projetos nas comunidades. A empresa também lançou um novo sistema de gestão social chamado SP360. Por meio dele, está sendo viável desenvolver uma abordagem estruturada para minimizar ou evitar impactos adversos e criar um ambiente onde as partes interessadas (direta ou indiretamente envolvidas pelas operações) possam se beneficiar.
O SP360 descreve uma abordagem metodológica para gerenciar riscos e impactos sociais, aplicando os princípios de melhoria contínua.
 
O respeito aos direitos humanos e aos interesses, culturas, costumes e valores dos funcionários e comunidades estão incorporados aos Valores Alcoa.
 
“Nossa Política de Direitos Humanos se alinha aos Princípios Orientadores das Nações Unidas para Empresas e Direitos Humanos e às Convenções Fundamentais da Organização Internacional do Trabalho. Nós nos esforçamos para garantir que esse compromisso seja exemplificado por nossas ações e por nossos funcionários, fornecedores e parceiros de negócios”, garante o presidente da Alcoa Brasil.
 
No Brasil, a empresa implantou planos de resposta a emergências para comunidades, além de melhorar os controles sobre as condições de trabalho das empresas terceirizadas. Um exemplo foi a assinatura de um Protocolo de Intenções entre a Alcoa e a Associação das Comunidades da Região de Juruti Velho (Acorjuve), em dezembro de 2021, com o objetivo de melhorar as relações bilaterais, a confiança, o respeito mútuo e avançar nas intenções comuns.
 
A empresa também teve destaque na sua política ambiental, com a implantação dos planos de ação de biodiversidade na Alumar (refinaria) em Juruti (mina de bauxita), além de iniciar o desenvolvimento do plano de Poços de Caldas (refinaria e mineração).
 
A Política Global de Barragens foi devidamente revisada. Esta é uma condicionante obrigatória, para garantir que os sistemas de rejeitos cumpram os padrões e diretrizes internas e o Padrão Global da Indústria sobre Gestão de Rejeitos (GISTM) e as leis e regulamentos do país.
 
A Alcoa também destinou atenção aos recursos hídricos. As prioridades estão descritas na Política de Gestão da Água, apoiada pelo Padrão de Gerenciamento de Água e Efluentes, alinhado com a Declaração de Posição do Conselho Internacional de Mineração e Metais (ICMM).
 
“Alcoanos e alcoanas em todo Brasil estão liderando com coragem para traçar um futuro mais sustentável para a indústria do alumínio, com progressos significativos”, avalia Otávio Carvalheira.
 
Confira no site www.alcoa.com/brasil/pt/sustainability o relatório completo de Performance ASG da Alcoa.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »