05/08/2022 às 12h48min - Atualizada em 05/08/2022 às 12h48min

Projeto Margens, dentro da MIA, reúne escritoras e slammers para oficinas abertas e gratuitas em Poços de Caldas

FONTE: Carvalho Agência Cultural - FOTOS: Divulgação
Clara Averbuck
c 
Oficinas literárias são ministradas para pessoas em situação de rua e crianças de projeto social
 
A partir desta sexta-feira (5) o projeto literário Margens, em conjunto com a MIA - Mostra de Artes Integradas 2022, dentro do tema Imergências, realiza três oficinas de escrita criativa gratuitas para diferentes públicos em Poços de Caldas (MG). 

A primeira acontece nesta sexta (5) no Projeto Bem Viver, no bairro Jardim Kennedy II, na zona Sul da cidade, para crianças e adolescentes, e a segunda oficina acontece na segunda-feira (8) para pessoas em situação de rua que frequentam a Casa Travessia, na zona Leste da cidade. Ambos encontros serão com a jornalista e escritora Jéssica Balbino e a poeta e slammer Maria Izabel

Já na próxima sexta-feira (12) a oficina será realizada no CEU das Artes, na zona leste da cidade, aberta a todos os tipos de públicos e o encontro recebe as escritoras Clara Averbuck e Mel Duarte (foto), vindas de São Paulo, para um encontro em que não trabalhar a escrita criativa com os participantes. As inscrições podem ser feitas neste link: https://abre.ai/margensnamia 

Ao término, ocorre um sarau, também aberto ao público, com a participação da slammer Maria Izabel e da poeta e cantora Tine Taga. O encerramento fica por conta da DJ Isa Souza e do grupo Guaimbê, que traz participação especial de Raquel Dore

“A literatura é uma parte importante dentro da MIA e é um trabalho que já feito, de forma contínua, pelo Margens, por isso pensamos para este ano, cujo tema são as Imergências, em trazer pessoas que dialoguem com os 150 anos de Poços de Caldas se mergulharmos na nossa história, mas também quando voltamos à superfície e olhamos para fora, encontramos essas conexões. Trabalhamos para que a programação fosse, então, plural, diversa e com múltiplos corpos e narrativas a serem contadas e ouvidas. Pensamos em convidadas que falem de raça, corpo, feminismos com uma estética apurada, para além do mais do mesmo”, comenta Jéssica Balbino, responsável pela curadoria de literatura dentro da MIA. 
 
MIA IMERGÊNCIAS - A Mostra vem anunciando a programação deste ano e traz como proposta apresentar um mergulho nas urgências artísticas do momento, valorizando as produções dissidentes, feitas por mulheres, pessoas LGBTQIA+ e corpos diversos em suas mais variadas vertentes.  
A programação seguirá ocupando os espaços da cidade com linguagens de música, literatura, cinema, artes visuais e plásticas, além de intervenções integradas em uma só mostra. A proposta também propõe uma conexão entre artistas de Poços e de outras cidades do Brasil. 
A MIA foi idealizada pela Carvalho Agência Cultural e neste ano são responsáveis pela sua execução Chiara Carvalho (direção geral e curadoria), Paulo Tothy (direção de arte e curadoria), Jéssica Balbino (curadoria literária), Isadbob e Diego Ávila (produção), Yashminy Colares (arquiteta) e Alyson Dias (assistente de criação). 
 
Para saber mais, acompanhe as redes @mia.mostradeartes
 
As primeiras ações do Ocupa MIA são realizadas em parceria com projetos culturais que têm produção da Carvalho Agência Cultural e são viabilizadas pelo edital de patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura / Prefeitura de Poços de Caldas. A MIA 2022 conta ainda com apoio dos hotéis Lisboa e San Thiago e também da Secretaria Municipal de Turismo


 
 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp