01/03/2021 às 16h57min - Atualizada em 01/03/2021 às 16h57min

Atriz varginhense vence prêmio de Melhor Atriz em festival de cinema internacional na Espanha

FONTE E FOTOS: Marina Azze - E-mail: marinazze@gmail.com

 
Entreolhares, filme de Ivann Willig, que já conquistou 42 prêmios em Festivais de Cinema no mundo todo, recebendo críticas importantes no meio cinematográfico, consagrou, neste final de semana, a atriz varginhense Marina Azze, 39, como Melhor Atriz do ano no Europa Film Fest, Lov Film Festival, em Barcelona, Espanha.
O filme, comparado às obras de Almodovar, venceu como Melhor Filme Erótico do ano no Vip Fest. O diretor Ivann Willig contabiliza 140 prêmios em sua carreira - marca que poucos conseguem. 
 
"Eu saí pulando e berrando que nem uma maluca quando saiu a notícia do prêmio. Eu amo o cinema espanhol. Essa ´latinidade´ das interpretações viscerais. Os olhares dos diretores espanhóis, dos mexicanos, sempre me pegam de cheio. Ao ver meu nome ali, pipocaram referências na minha mente. Como esquecer de Pedro Almodovar, Guillermo del Toro, Gael García Bernal, Alejandro González, Penélope Cruz, Salma Hayek, Blanca Suárez... Ah! Conchita Montenegro... Eu sonho em filmar na Espanha. E não é a primeira vez que os críticos comparam `Entreolhares` com o cinema espanhol”, disse Marina.
Segundo ela, vencer na Espanha, como Melhor Atriz, “é de uma magia absurda”. “Ver meu nome agraciado nesse festival é momento ímpar. Depois, quando soltaram os reviews... Eu me emocionei! Porque eu também faço a direção de arte do filme ao lado de Ivann Willig. E vê-los citando essa união como fabulosa, me trouxe ainda mais alegria.”
Marina disse que este é seu prêmio de número 73, porém com gostinho de novidade. “Vencer no mercado internacional, com uma língua totalmente diferente da nossa, sendo desconhecida deles, é um esplendor", relata a atriz.
 
Marina graduou-se em Artes Cênicas pela UniverCidade-RJ. Tem no currículo mais de 500 peças publicitárias, 38 peças teatrais e 69 prêmios em festivais nacionais e internacionais de teatro e cinema. Seu primeiro trabalho na TV foi no ano de 2000, quando participou como Garota do Zodíaco do Planeta Xuxa, na Rede Globo. Como atriz, fez pequenas participações no elenco de duas novelas, Floribella e Malhação, e alguns programas como Os Normais, A Grande Família, Planeta Xuxa, Turma do Didi e Da cor do pecado.
Marina comandou 14 projetos sociais de Cultura e foi apresentadora de seis programas independentes na telinha. 
No cinema, a atriz já fez 22 filmes. É sócio-fundadora da Reticências Filmes, diretora/presidente da MAZ e realiza dois dos maiores festivais de cinema independente do estado de MG, o Officine e Inhapim Cine Festival
 
 
"História tórrida. Cenário romântico. Apresentações ao limite, especialmente Marina Azze, interpretando uma personagem cega. Muito boa direção artística e técnica. Ótimos movimentos de filmagem e câmera. Atmosfera adequada. Muita criatividade neste filme, que atrai o espectador de uma forma hipnótica."- REVIEW VIP FESTIVAL


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp